Moradores da zona rural de Ubajara são evacuados devido a risco de rompimento de barragem de açude

AÇUDE GRANJEIRO

Moradores da zona rural de Ubajara são evacuados devido a risco de rompimento de barragem de açude

Com as chuvas, o Açude Granjeiro ganhou recarga e, por conta do grande volume, parte da parede do reservatório cedeu. De acordo com o prefeito, o trabalho pretende “prevenir que aconteça o pior”

Por Tribuna do Ceará em Ceará

17 de março de 2019 às 08:59

Há 4 meses
Evacuação foi iniciada na noite de sábado (FOTO: Reprodução/Whatsapp)

Evacuação foi iniciada na noite de sábado (FOTO: Reprodução/Whatsapp)

Famílias que moram na zona rural de Ubajara, no Ceará, foram evacuadas, na noite de sábado (16), devido ao risco de rompimento da barragem do açude Granjeiro. Cerca de 2 mil pessoas moram no entorno.

A decisão foi tomada após reunião entre técnicos da Defesa Civil, Comitê de Bacias, Companhia de Gestão e Recursos Hídricos, Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra) e Agência Nacional de Águas (ANA).

A evacuação foi iniciada na noite de sábado, com apoio de ônibus de prefeituras da região. Polícia, Corpo de Bombeiros e ambulâncias também foram mobilizados. Segundo o prefeito de Ubajara, Renê Vasconcelos, a operação é preventiva.

“O risco de rompimento é mínimo, mas existe. O trabalho é altamente preventivo, para prevenir que aconteça o pior, embora o risco seja baixo”, explica o prefeito. “Foram instaladas réguas para a gente monitorar a altura e o nível da água”, acrescenta. 

“A vida da gente é muito importante, os bens da gente são muito importantes. Mas primeiro se diz respeito à vida. A gente vai ter uma responsabilidade muito grande e pede a compreensão da população. Quem tiver parentes fora da área de risco e puder ser acolhido durante a noite será ótimo. Quem não tiver parentes, esse pessoal, a gente vai ter a necessidade de deslocar”. As famílias retiradas são encaminhadas ao Santuário da Mãe Rainha, no Bairro São Sebastião.

De acordo com a assessoria do Corpo de Bombeiros, “a medida é de caráter preventivo e se justifica pela atual etapa das obras de abertura de um novo sangradouro para o açude Granjeiro. Está sendo feita uma redução controlada do nível do açude, que se encontra bastante elevado. Por precaução, as comunidades que moram ao longo do leito do Rio Jaburu estão sendo realocadas temporariamente, até o fim dessa etapa do processo”.

A previsão é de que o processo seja concluído até terça-feira (19).

Risco de rompimento

Após as fortes chuvas em Ubajara, o açude Granjeiro ganhou recarga e, por conta do grande volume de água, parte da parede do reservatório cedeu, formou uma grande cratera.

Na última sexta-feira (15), uma barreira de contenção com sacos de areia foi colocada na tentativa de diminuir a erosão da parede do açude. Outra ação feita para minimizar o risco foi uma limpeza no vertedouro, que reduziu o volume de água do reservatório. No entanto, moradores relatam ter sentido tremores na estrutura da barragem.

Publicidade

Dê sua opinião

AÇUDE GRANJEIRO

Moradores da zona rural de Ubajara são evacuados devido a risco de rompimento de barragem de açude

Com as chuvas, o Açude Granjeiro ganhou recarga e, por conta do grande volume, parte da parede do reservatório cedeu. De acordo com o prefeito, o trabalho pretende “prevenir que aconteça o pior”

Por Tribuna do Ceará em Ceará

17 de março de 2019 às 08:59

Há 4 meses
Evacuação foi iniciada na noite de sábado (FOTO: Reprodução/Whatsapp)

Evacuação foi iniciada na noite de sábado (FOTO: Reprodução/Whatsapp)

Famílias que moram na zona rural de Ubajara, no Ceará, foram evacuadas, na noite de sábado (16), devido ao risco de rompimento da barragem do açude Granjeiro. Cerca de 2 mil pessoas moram no entorno.

A decisão foi tomada após reunião entre técnicos da Defesa Civil, Comitê de Bacias, Companhia de Gestão e Recursos Hídricos, Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra) e Agência Nacional de Águas (ANA).

A evacuação foi iniciada na noite de sábado, com apoio de ônibus de prefeituras da região. Polícia, Corpo de Bombeiros e ambulâncias também foram mobilizados. Segundo o prefeito de Ubajara, Renê Vasconcelos, a operação é preventiva.

“O risco de rompimento é mínimo, mas existe. O trabalho é altamente preventivo, para prevenir que aconteça o pior, embora o risco seja baixo”, explica o prefeito. “Foram instaladas réguas para a gente monitorar a altura e o nível da água”, acrescenta. 

“A vida da gente é muito importante, os bens da gente são muito importantes. Mas primeiro se diz respeito à vida. A gente vai ter uma responsabilidade muito grande e pede a compreensão da população. Quem tiver parentes fora da área de risco e puder ser acolhido durante a noite será ótimo. Quem não tiver parentes, esse pessoal, a gente vai ter a necessidade de deslocar”. As famílias retiradas são encaminhadas ao Santuário da Mãe Rainha, no Bairro São Sebastião.

De acordo com a assessoria do Corpo de Bombeiros, “a medida é de caráter preventivo e se justifica pela atual etapa das obras de abertura de um novo sangradouro para o açude Granjeiro. Está sendo feita uma redução controlada do nível do açude, que se encontra bastante elevado. Por precaução, as comunidades que moram ao longo do leito do Rio Jaburu estão sendo realocadas temporariamente, até o fim dessa etapa do processo”.

A previsão é de que o processo seja concluído até terça-feira (19).

Risco de rompimento

Após as fortes chuvas em Ubajara, o açude Granjeiro ganhou recarga e, por conta do grande volume de água, parte da parede do reservatório cedeu, formou uma grande cratera.

Na última sexta-feira (15), uma barreira de contenção com sacos de areia foi colocada na tentativa de diminuir a erosão da parede do açude. Outra ação feita para minimizar o risco foi uma limpeza no vertedouro, que reduziu o volume de água do reservatório. No entanto, moradores relatam ter sentido tremores na estrutura da barragem.