MP decide suspender concurso público em Russas - Noticias


MP decide suspender concurso público em Russas

O concurso público promovido pela Prefeitura do município de Russas, na região do Jaguaribe, foi cancelado nesta quarta-feira (21), após o Ministério Público do Ceará realizar invstigações e descobrir fraudes na contratação da empresa que aplicou a prova

Por Tribuna do Ceará em Ceará

22 de março de 2012 às 15:00

Há 7 anos

O concurso público promovido pela Prefeitura do município de Russas, na região do Jaguaribe, foi cancelado nesta quarta-feira (21), após o Ministério Público do Ceará realizar invstigações e descobrir fraudes na contratação da empresa que aplicou a prova.

A decisão suspende também qualquer pagamento ao Instituto nacional de Gestão Avançada (INGA), referente ao contrato cujo objeto é a realização do certame seletivo para o preenchimento de diversos cargos, até a decisão de mérito.

A suspensão aconteceu após o Ministério Público promover a abertura de procedimento administrativo para fiscalizar a regularidade do certame e, tão logo teve acesso ao procedimento licitatório para a escolha da empresa Instituto Nacional de Gestão Avançada (INGA), verificou que a contratação da empresa tinha sido precedida do procedimento licitatório denominado pregão. No entanto, a contratação do pregão só pode ser utilizado para a aquisição de bens e serviços comuns.

Leia mais:
Concurso para agentes penitenciários é suspenso

Concurso em Aracoiaba é cancelado e gera tumulto e confusão

Publicidade

Dê sua opinião

MP decide suspender concurso público em Russas

O concurso público promovido pela Prefeitura do município de Russas, na região do Jaguaribe, foi cancelado nesta quarta-feira (21), após o Ministério Público do Ceará realizar invstigações e descobrir fraudes na contratação da empresa que aplicou a prova

Por Tribuna do Ceará em Ceará

22 de março de 2012 às 15:00

Há 7 anos

O concurso público promovido pela Prefeitura do município de Russas, na região do Jaguaribe, foi cancelado nesta quarta-feira (21), após o Ministério Público do Ceará realizar invstigações e descobrir fraudes na contratação da empresa que aplicou a prova.

A decisão suspende também qualquer pagamento ao Instituto nacional de Gestão Avançada (INGA), referente ao contrato cujo objeto é a realização do certame seletivo para o preenchimento de diversos cargos, até a decisão de mérito.

A suspensão aconteceu após o Ministério Público promover a abertura de procedimento administrativo para fiscalizar a regularidade do certame e, tão logo teve acesso ao procedimento licitatório para a escolha da empresa Instituto Nacional de Gestão Avançada (INGA), verificou que a contratação da empresa tinha sido precedida do procedimento licitatório denominado pregão. No entanto, a contratação do pregão só pode ser utilizado para a aquisição de bens e serviços comuns.

Leia mais:
Concurso para agentes penitenciários é suspenso

Concurso em Aracoiaba é cancelado e gera tumulto e confusão