Novembro Azul: campanha promove a prevenção do câncer de próstata


Novembro Azul: campanha promove a prevenção do câncer de próstata

Capacidade de atendimento é em média de 850 pessoas por mês das 17h às 21h

Por Tribuna do Ceará em Ceará

4 de novembro de 2013 às 16:07

Há 6 anos

Símbolo da campanha de conscientização para alertar sobre o diagnóstico precoce do câncer de próstata, o laço azul já pode ser visto desde a última sexta-feira (1º) destacado em camisas, fachadas de prédios e em ações de publicitárias. O movimento intitulado “Novembro Azul”, que surgiu na Austrália em 2003, tem como objetivo cultivar a saúde do homem. A escolha do mês segue as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, em 17 de novembro.

Secretaria de Saúde do Estado amplia atendimentos de prevenção contra o câncer de próstata (FOTO: Divulgação/Sesa)

Secretaria de Saúde do Estado amplia atendimentos de prevenção contra o câncer de próstata (FOTO: Divulgação/Sesa)

Aos homens que não têm tempo durante o dia de irem às unidades de saúde para fazer prevenções, a Secretaria da Saúde do Estado implantou um serviço noturno no Centro de Saúde do Meireles, localizado na Avenida Antônio Justa, 3113. A capacidade de atendimento é em média de 850 pessoas por mês das 17h às 21h. Na grande maioria homens, que são atendidos por urologista, cardiologista e clínico geral. Para as mulheres, o Centro de Saúde oferece ginecologistas.

Somente no ano passado, foram realizadas 9.478 consultas no local onde também são feitas pequenas cirurgias, como biópsia de pênis e retirada de HPV. Especificamente no atendimento em urologia, o trabalho do centro foca na prevenção do câncer de próstata, o tratamento de doenças sexualmente transmissíveis e os distúrbios sexuais no homem.

O câncer de próstata é um grave problema que deve ser controlado. No Ceará, foram registrados 570 óbitos em 2010, caindo para 562 em 2011 e subindo para 599 em 2012. A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) para 2013 é que sejam registrados 2.110 casos novos no Estado, sendo 490 só em Fortaleza. A recomendação é que homens e mulheres façam consultas periódicas com médicos especialistas, o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura.

Com informações da Secretaria de Saúde

Publicidade

Dê sua opinião

Novembro Azul: campanha promove a prevenção do câncer de próstata

Capacidade de atendimento é em média de 850 pessoas por mês das 17h às 21h

Por Tribuna do Ceará em Ceará

4 de novembro de 2013 às 16:07

Há 6 anos

Símbolo da campanha de conscientização para alertar sobre o diagnóstico precoce do câncer de próstata, o laço azul já pode ser visto desde a última sexta-feira (1º) destacado em camisas, fachadas de prédios e em ações de publicitárias. O movimento intitulado “Novembro Azul”, que surgiu na Austrália em 2003, tem como objetivo cultivar a saúde do homem. A escolha do mês segue as comemorações do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, em 17 de novembro.

Secretaria de Saúde do Estado amplia atendimentos de prevenção contra o câncer de próstata (FOTO: Divulgação/Sesa)

Secretaria de Saúde do Estado amplia atendimentos de prevenção contra o câncer de próstata (FOTO: Divulgação/Sesa)

Aos homens que não têm tempo durante o dia de irem às unidades de saúde para fazer prevenções, a Secretaria da Saúde do Estado implantou um serviço noturno no Centro de Saúde do Meireles, localizado na Avenida Antônio Justa, 3113. A capacidade de atendimento é em média de 850 pessoas por mês das 17h às 21h. Na grande maioria homens, que são atendidos por urologista, cardiologista e clínico geral. Para as mulheres, o Centro de Saúde oferece ginecologistas.

Somente no ano passado, foram realizadas 9.478 consultas no local onde também são feitas pequenas cirurgias, como biópsia de pênis e retirada de HPV. Especificamente no atendimento em urologia, o trabalho do centro foca na prevenção do câncer de próstata, o tratamento de doenças sexualmente transmissíveis e os distúrbios sexuais no homem.

O câncer de próstata é um grave problema que deve ser controlado. No Ceará, foram registrados 570 óbitos em 2010, caindo para 562 em 2011 e subindo para 599 em 2012. A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) para 2013 é que sejam registrados 2.110 casos novos no Estado, sendo 490 só em Fortaleza. A recomendação é que homens e mulheres façam consultas periódicas com médicos especialistas, o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura.

Com informações da Secretaria de Saúde