Parte do servidores municipais de Baturité não receberam 13º salário


Parte do servidores municipais de Baturité não receberam 13º salário

Os manifestantes pediram que os comerciantes também aderissem às reivindicações

Por Matheus Ribeiro em Ceará

21 de dezembro de 2012 às 17:09

Há 7 anos

Funcionários públicos da área da educação e da saúde do Município de Baturité realizaram nesta sexta-feira (21), manifestação na Praça Santa Luiza, localizada no Centro de Baturité, reivindicando o pagamento do 13º salário. Segundo um funcionário, que não quis se identificar, o pagamento foi efetuado apenas para os médicos e dentistas do município.

“Professores e funcionários da saúde com cargos administrativos ainda não receberam o benefício”, informou. O manifestante informou também que “o município enviou um comunicado dizendo que o pagamento só será feito no último dia do ano, sendo que a lei determina que o 13º salário seja efetuado até o 20”, acrescentou.

Manifestantes na Praça Santa Luzia (Foto: Divulgação)

Manifestantes na Praça Santa Luzia (Foto: Divulgação)

Comerciantes podem ser afetados

Os manifestantes pediram que os comerciantes também aderissem às reivindicações.  “Se os funcionários não receberem o dinheiro eles serão prejudicados também, principalmente neste período do final do ano”, contou o funcionário público.

Segundo um dos funcionários afetados com o não pagamento do 13º salário, o advogado do Sindicato dos Professores no Estado do Ceará (APEOC) já denunciou o caso ao Ministério Público.

Publicidade

Dê sua opinião

Parte do servidores municipais de Baturité não receberam 13º salário

Os manifestantes pediram que os comerciantes também aderissem às reivindicações

Por Matheus Ribeiro em Ceará

21 de dezembro de 2012 às 17:09

Há 7 anos

Funcionários públicos da área da educação e da saúde do Município de Baturité realizaram nesta sexta-feira (21), manifestação na Praça Santa Luiza, localizada no Centro de Baturité, reivindicando o pagamento do 13º salário. Segundo um funcionário, que não quis se identificar, o pagamento foi efetuado apenas para os médicos e dentistas do município.

“Professores e funcionários da saúde com cargos administrativos ainda não receberam o benefício”, informou. O manifestante informou também que “o município enviou um comunicado dizendo que o pagamento só será feito no último dia do ano, sendo que a lei determina que o 13º salário seja efetuado até o 20”, acrescentou.

Manifestantes na Praça Santa Luzia (Foto: Divulgação)

Manifestantes na Praça Santa Luzia (Foto: Divulgação)

Comerciantes podem ser afetados

Os manifestantes pediram que os comerciantes também aderissem às reivindicações.  “Se os funcionários não receberem o dinheiro eles serão prejudicados também, principalmente neste período do final do ano”, contou o funcionário público.

Segundo um dos funcionários afetados com o não pagamento do 13º salário, o advogado do Sindicato dos Professores no Estado do Ceará (APEOC) já denunciou o caso ao Ministério Público.