Perito rebate declarações após julgamento de acusado de matar ex-mulher - Noticias


Perito rebate declarações após julgamento de acusado de matar ex-mulher

O perito Roberto Luciano Dantas, que depôs no julgamento sobre a morte de Edite Regina Noronha Xavier nesta sexta-feira (25), respondeu às declarações feitas pelo advogado de acusação, Paulo César Feitosa, de que ele teria dado um falso testemunho perante o juiz ao apresentar o laudo das causas do óbito da vítima

Por Tribuna do Ceará em Ceará

25 de novembro de 2011 às 18:11

Há 8 anos

O perito Roberto Luciano Dantas, que depôs no julgamento sobre a morte de Edite Regina Noronha Xavier nesta sexta-feira (25), respondeu às declarações feitas pelo advogado de acusação, Paulo César Feitosa, de que ele teria dado um falso testemunho perante o juiz ao apresentar o laudo das causas do óbito da vítima.

A declaração foi dada ao vivo no programa Barra Pesada desta sexta-feira (25), na TV Jangadeiro. Paulo César afirmou que o perito não poderia dar detalhes do laudo do assassinato porque não teria participado de sua produção na época do crime.

O homicídio ocorreu em 1996 após uma discussão entre Regina e o ex-funcionário público Pedro Pucci, que já estavam separados. Ele assassinou a ex-mulher com um tiro na cabeça e também ficou ferido. Na época, o acusado se defendeu dizendo que ela tentou matá-lo e depois cometeu suicídio.

O laudo apresentado por Roberto Luciano abre a possibilidade do suicídio, o que pode representar uma reviravolta no caso.

O perito Roberto Luciano Dantas concedeu entrevista ao portal Jangadeiro Online rebatendo as acusações:

Leia mais:
Homem acusado de matar a ex-mulher vai a julgamento

Acusado de matar ex-mulher vai a julgamento 15 anos depois

Em depoimento, filho confirma crime do pai

Redação Jangadeiro Online

Publicidade

Dê sua opinião

Perito rebate declarações após julgamento de acusado de matar ex-mulher

O perito Roberto Luciano Dantas, que depôs no julgamento sobre a morte de Edite Regina Noronha Xavier nesta sexta-feira (25), respondeu às declarações feitas pelo advogado de acusação, Paulo César Feitosa, de que ele teria dado um falso testemunho perante o juiz ao apresentar o laudo das causas do óbito da vítima

Por Tribuna do Ceará em Ceará

25 de novembro de 2011 às 18:11

Há 8 anos

O perito Roberto Luciano Dantas, que depôs no julgamento sobre a morte de Edite Regina Noronha Xavier nesta sexta-feira (25), respondeu às declarações feitas pelo advogado de acusação, Paulo César Feitosa, de que ele teria dado um falso testemunho perante o juiz ao apresentar o laudo das causas do óbito da vítima.

A declaração foi dada ao vivo no programa Barra Pesada desta sexta-feira (25), na TV Jangadeiro. Paulo César afirmou que o perito não poderia dar detalhes do laudo do assassinato porque não teria participado de sua produção na época do crime.

O homicídio ocorreu em 1996 após uma discussão entre Regina e o ex-funcionário público Pedro Pucci, que já estavam separados. Ele assassinou a ex-mulher com um tiro na cabeça e também ficou ferido. Na época, o acusado se defendeu dizendo que ela tentou matá-lo e depois cometeu suicídio.

O laudo apresentado por Roberto Luciano abre a possibilidade do suicídio, o que pode representar uma reviravolta no caso.

O perito Roberto Luciano Dantas concedeu entrevista ao portal Jangadeiro Online rebatendo as acusações:

Leia mais:
Homem acusado de matar a ex-mulher vai a julgamento

Acusado de matar ex-mulher vai a julgamento 15 anos depois

Em depoimento, filho confirma crime do pai

Redação Jangadeiro Online