Torre e Cristo Redentor da Igreja do Céu desabam em Viçosa do Ceará

Desastre

Torre e Cristo Redentor da Igreja do Céu desabam em Viçosa do Ceará

A torre da Igreja Nossa Senhora das Vitórias, mais conhecida como Igreja do Céu, desabou neste domingo (31), em Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba. Também caiu a imagem do Cristo Redentor que ficava em cima da torre. Não foi encontrado ninguém ferido

Por jangadeiro em Ceará

31 de março de 2019 às 15:37

Há 4 meses

A torre da Igreja Nossa Senhora das Vitórias, mais conhecida como Igreja do Céu, desabou no início da manhã deste domingo (31). Junto com a estrutura também caiu a imagem do Cristo Redentor que ficava em cima da torre. Não foi encontrado ninguém ferido.

Além da estrutura em si ter sido bem danificada, por dentro do prédio os objetos foram quebrados. Escadas e bancos de madeira, por exemplo, viraram destroços. O lugar está interditado e passará por vistorias.

Imagens do ocorrido se espalharam nas redes sociais. Fotos e vídeos produzidos por turistas e curiosos deram conta do desabamento do ícone da cidade. A Igreja do Céu é um dos pontos turísticos da Serra da Ibiapaba, sobretudo neste período chuvoso.

A igreja foi fundada há mais de 80 anos, em 14 de agosto de 1938, pelo monsenhor José Carneiro da Cunha. Já a estátua do Cristo Redentor, edificado pelo italiano Agostinho Balmes, foi inaugurada da Diocese de Sobral, José Tupinambá da Frota. A atração turística fica no ponto mais alto da cidade, 900 metros de altitude, e funcional como mirante no meio da serra.

Danos considerados graves foram identificados pelos engenheiros Murilo Cunha e Esequiel Mesquita no mês de outubro. Os dois fizeram publicações em suas páginas nas redes sociais falando sobre a vistoria.

Mesquita é professor e especialista em estruturas. No laudo que concluiu, em outubro de 2017, dizia que “de maneira geral a Igreja de Nossa Senhora das Vitórias apresenta um mal estado de conservação e ações corretivas para os problemas aqui expostos devem ser aplicadas a fim de garantir a segurança estrutural e a preservação deste importante patrimônio cearense”.

O laudo está integralmente publicado no Facebook. “Fizemos como parte dos estudos sobre patrimônio histórico do Ceará”, disse Esequiel Mesquita. Ele disse que foram feitos dois, na verdade. Um foi apresentado no Congresso Brasileiro de Patologia das Construções, em abril de 2018, e o outro no Congresso Internacional Sobre Patologia e Recuperação das Construções.

Cunha é categórico em afirmar que a direção da Igreja e o governo municipal foram avisados dos riscos apontados pelo levantamento. De acordo com o engenheiro, nada foi feito para evitar o desabamento. Nossa reportagem fez ligações para a Guarda Municipal de Viçosa do Ceará e para a Diocese de Tianguá. As ligações não foram atendidas.

Publicidade

Dê sua opinião

Desastre

Torre e Cristo Redentor da Igreja do Céu desabam em Viçosa do Ceará

A torre da Igreja Nossa Senhora das Vitórias, mais conhecida como Igreja do Céu, desabou neste domingo (31), em Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba. Também caiu a imagem do Cristo Redentor que ficava em cima da torre. Não foi encontrado ninguém ferido

Por jangadeiro em Ceará

31 de março de 2019 às 15:37

Há 4 meses

A torre da Igreja Nossa Senhora das Vitórias, mais conhecida como Igreja do Céu, desabou no início da manhã deste domingo (31). Junto com a estrutura também caiu a imagem do Cristo Redentor que ficava em cima da torre. Não foi encontrado ninguém ferido.

Além da estrutura em si ter sido bem danificada, por dentro do prédio os objetos foram quebrados. Escadas e bancos de madeira, por exemplo, viraram destroços. O lugar está interditado e passará por vistorias.

Imagens do ocorrido se espalharam nas redes sociais. Fotos e vídeos produzidos por turistas e curiosos deram conta do desabamento do ícone da cidade. A Igreja do Céu é um dos pontos turísticos da Serra da Ibiapaba, sobretudo neste período chuvoso.

A igreja foi fundada há mais de 80 anos, em 14 de agosto de 1938, pelo monsenhor José Carneiro da Cunha. Já a estátua do Cristo Redentor, edificado pelo italiano Agostinho Balmes, foi inaugurada da Diocese de Sobral, José Tupinambá da Frota. A atração turística fica no ponto mais alto da cidade, 900 metros de altitude, e funcional como mirante no meio da serra.

Danos considerados graves foram identificados pelos engenheiros Murilo Cunha e Esequiel Mesquita no mês de outubro. Os dois fizeram publicações em suas páginas nas redes sociais falando sobre a vistoria.

Mesquita é professor e especialista em estruturas. No laudo que concluiu, em outubro de 2017, dizia que “de maneira geral a Igreja de Nossa Senhora das Vitórias apresenta um mal estado de conservação e ações corretivas para os problemas aqui expostos devem ser aplicadas a fim de garantir a segurança estrutural e a preservação deste importante patrimônio cearense”.

O laudo está integralmente publicado no Facebook. “Fizemos como parte dos estudos sobre patrimônio histórico do Ceará”, disse Esequiel Mesquita. Ele disse que foram feitos dois, na verdade. Um foi apresentado no Congresso Brasileiro de Patologia das Construções, em abril de 2018, e o outro no Congresso Internacional Sobre Patologia e Recuperação das Construções.

Cunha é categórico em afirmar que a direção da Igreja e o governo municipal foram avisados dos riscos apontados pelo levantamento. De acordo com o engenheiro, nada foi feito para evitar o desabamento. Nossa reportagem fez ligações para a Guarda Municipal de Viçosa do Ceará e para a Diocese de Tianguá. As ligações não foram atendidas.