Alunos usam lanternas para fazer prova após queda de energia em universidade no Ceará

ÀS ESCURAS

Alunos usam lanternas para fazer prova após queda de energia em universidade no Ceará

A Universidade afirmou que o professor, se o autorizou a realização da prova, agiu de forma irresponsável e inconsequente

Por Deborah Tavares em Cotidiano

12 de janeiro de 2017 às 16:31

Há 3 anos

Alunos fizeram prova fora da sala de aula. (FOTO: Arquivo pessoal)

Uma queda de energia na Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), na cidade de Sobral, obrigou os alunos a realizarem a prova usando lanternas de celulares ou aproveitando a luz de postes. O fato ocorreu nesta terça-feira (10).

Segundo a assessoria da Universidade, a falta de energia “foi causada por um aquecimento em um ponto da rede elétrica que provocou o desligamento do disjuntor. A interrupção de energia não atingiu todo o campus da CIDAO e ocorreu apenas no Bloco onde funcionam os cursos de Química e Ciências da Computação”.

Em publicações no Facebook, alunos reclamam da situação, enquanto outros afirmam ter apoiado a decisão para evitar o adiamento da prova. “Eu prefiro isso do que adiar a prova. Tem gente reclamando, mas só quem estuda para a prova e, no dia, ela é adiada, sabe o quanto é horrível”, explica um dos estudantes. “A questão não é adiar e, sim, o descaso em que se encontra a universidade”, afirma uma aluna.

A Pró-Reitoria de Administração já trabalha para identificar o ponto exato e resolver o problema. Em nota, a universidade afirmou ainda que o procedimento de realização de provas fora da sala de aula com a ajuda de lanternas de celular “é totalmente inadequado e desnecessário”. Disse também que o professor, se o autorizou, agiu de forma irresponsável e inconsequente.

Os estudantes usaram a lanterna do celular FOTO: Arquivo pessoal)

Publicidade

Dê sua opinião

ÀS ESCURAS

Alunos usam lanternas para fazer prova após queda de energia em universidade no Ceará

A Universidade afirmou que o professor, se o autorizou a realização da prova, agiu de forma irresponsável e inconsequente

Por Deborah Tavares em Cotidiano

12 de janeiro de 2017 às 16:31

Há 3 anos

Alunos fizeram prova fora da sala de aula. (FOTO: Arquivo pessoal)

Uma queda de energia na Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), na cidade de Sobral, obrigou os alunos a realizarem a prova usando lanternas de celulares ou aproveitando a luz de postes. O fato ocorreu nesta terça-feira (10).

Segundo a assessoria da Universidade, a falta de energia “foi causada por um aquecimento em um ponto da rede elétrica que provocou o desligamento do disjuntor. A interrupção de energia não atingiu todo o campus da CIDAO e ocorreu apenas no Bloco onde funcionam os cursos de Química e Ciências da Computação”.

Em publicações no Facebook, alunos reclamam da situação, enquanto outros afirmam ter apoiado a decisão para evitar o adiamento da prova. “Eu prefiro isso do que adiar a prova. Tem gente reclamando, mas só quem estuda para a prova e, no dia, ela é adiada, sabe o quanto é horrível”, explica um dos estudantes. “A questão não é adiar e, sim, o descaso em que se encontra a universidade”, afirma uma aluna.

A Pró-Reitoria de Administração já trabalha para identificar o ponto exato e resolver o problema. Em nota, a universidade afirmou ainda que o procedimento de realização de provas fora da sala de aula com a ajuda de lanternas de celular “é totalmente inadequado e desnecessário”. Disse também que o professor, se o autorizou, agiu de forma irresponsável e inconsequente.

Os estudantes usaram a lanterna do celular FOTO: Arquivo pessoal)