Empresas são denunciadas por fraudar estudantes e participantes de congresso

DECEPÇÃO

Empresas são denunciadas por calote em 300 alunos de 6 faculdades do Ceará

De acordo com o Decon, o consumidor deve desconfiar se a empresa contratada solicita o pagamento total do serviço antes da entrega

Por Tribuna Bandnews FM em Cotidiano

10 de novembro de 2016 às 11:57

Há 3 anos
A empresa contratada para organizar os eventos simplesmente fechou as portas. (FOTO: reprodução/ TV Jangadeiro)

A empresa contratada para organizar os eventos simplesmente fechou as portas. (FOTO: reprodução/ TV Jangadeiro)

Os consumidores devem ficar cada vez mais atentos na hora de fechar contrato com empresas que realizam eventos. O serviço de defesa do consumidor do Ceará recebe constantemente denúncias de pessoas que foram enganadas. A reportagem é da Rádio Tribuna BandNews FM.

Esta semana, pelo menos 300 alunos de seis faculdades diferentes foram ludibriados pela mesma empresa, a Realize Assessoria de Eventos, localizada no Bairro Cambeba.

De acordo com o representante de uma das turmas enganadas, Carlos Augusto, eles fecharam o pacote de fotos de formatura no valor de R$ 315 por pessoa. Os alunos chegaram a quitar as parcelas, mas a empresa enviou apenas um e-mail, nesta terça-feira (8), alegando que não conseguiria entregar o material pronto, por falta de dinheiro.

De acordo com a secretária-executiva do Decon, Ann Celly Sampaio, o consumidor deve desconfiar se a empresa contratada solicita o pagamento total do serviço antes da entrega do produto.

Foi o que aconteceu mês passado com o Congresso Internacional de Saúde, no Centro de Eventos do Ceará, que foi cancelado ainda na abertura do evento pelos organizadores Marcelo Braga e Freitas Júnior. Os organizadores tinham o capital social de apenas R$ 2 mil e jamais teriam condições de, com essa renda, realizar um evento de porte internacional, como era o caso do Congresso.

Quanto à empresa Realize Assessoria de Eventos, o Decon vai abrir um procedimento. Os alunos também registraram queixa na Delegacia de Defraudações e Falsificações.

Confira a reportagem de Juliana Marques para a Tribuna BandNews FM:

Publicidade

Dê sua opinião

DECEPÇÃO

Empresas são denunciadas por calote em 300 alunos de 6 faculdades do Ceará

De acordo com o Decon, o consumidor deve desconfiar se a empresa contratada solicita o pagamento total do serviço antes da entrega

Por Tribuna Bandnews FM em Cotidiano

10 de novembro de 2016 às 11:57

Há 3 anos
A empresa contratada para organizar os eventos simplesmente fechou as portas. (FOTO: reprodução/ TV Jangadeiro)

A empresa contratada para organizar os eventos simplesmente fechou as portas. (FOTO: reprodução/ TV Jangadeiro)

Os consumidores devem ficar cada vez mais atentos na hora de fechar contrato com empresas que realizam eventos. O serviço de defesa do consumidor do Ceará recebe constantemente denúncias de pessoas que foram enganadas. A reportagem é da Rádio Tribuna BandNews FM.

Esta semana, pelo menos 300 alunos de seis faculdades diferentes foram ludibriados pela mesma empresa, a Realize Assessoria de Eventos, localizada no Bairro Cambeba.

De acordo com o representante de uma das turmas enganadas, Carlos Augusto, eles fecharam o pacote de fotos de formatura no valor de R$ 315 por pessoa. Os alunos chegaram a quitar as parcelas, mas a empresa enviou apenas um e-mail, nesta terça-feira (8), alegando que não conseguiria entregar o material pronto, por falta de dinheiro.

De acordo com a secretária-executiva do Decon, Ann Celly Sampaio, o consumidor deve desconfiar se a empresa contratada solicita o pagamento total do serviço antes da entrega do produto.

Foi o que aconteceu mês passado com o Congresso Internacional de Saúde, no Centro de Eventos do Ceará, que foi cancelado ainda na abertura do evento pelos organizadores Marcelo Braga e Freitas Júnior. Os organizadores tinham o capital social de apenas R$ 2 mil e jamais teriam condições de, com essa renda, realizar um evento de porte internacional, como era o caso do Congresso.

Quanto à empresa Realize Assessoria de Eventos, o Decon vai abrir um procedimento. Os alunos também registraram queixa na Delegacia de Defraudações e Falsificações.

Confira a reportagem de Juliana Marques para a Tribuna BandNews FM: