Evite problemas na eletricidade: 122 pessoas já morreram vítimas de choques no Ceará entre 2011 e 2012


Evite problemas na eletricidade: 122 pessoas já morreram vítimas de choques no Ceará

Vistorias básicas, limpezas e reparos são sugestões eficazes para se evitar problemas com a eletricidade que causam prejuízos nas residências e no bolso dos proprietários. Além disso, o contato com fios de energia elétrica pode evitar até acidentes fatais.

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

20 de setembro de 2012 às 13:54

Há 7 anos
Vistorias básicas, limpezas e reparos são sugestões eficazes para se evitar problemas com a eletricidade que causam prejuízos nas residências e no bolso dos proprietários. Além disso, o contato com fios de energia elétrica pode evitar até acidentes fatais.

Mais de 100 pessoas já morrem em decorrência de descargas elétricas no Ceará (FOTO: Divulgação)

Problemas na eletricidade costumam ser uma das dores de cabeça mais recorrentes dos proprietários de residências e espaços comerciais. Independentemente da causa, tomadas que não funcionam ou dão picos de energia, são problemas que geram prejuízo financeiro e podem levar até a morte.

De 2011 até agosto deste ano, 122 pessoas já morreram vítimas de descargas elétricas no Ceará, segundo informações da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee). Vistorias básicas, limpezas e reparos são sugestões eficazes para se evitar problemas com a eletricidade que causam prejuízos nas residências e no bolso dos proprietários.

Previna-se

Ligia Franco, gerente do departamento de engenharia da Doutor Resolve, que é uma franquia especializada em serviços de reparos e reformas, dá algumas dicas de como evitar que desastres aconteçam.

Na rede elétrica, primeiramente é primordial que a instalação seja realizada com o acompanhamento de um profissional qualificado. Aconselha-se que após ser instalada, sejam realizadas vistorias anuais para saber se os fios necessitam de reparos. Segundo Lígia, para saber se a rede elétrica está segura, é necessário checar se tomadas e interruptores não estão aquecendo no momento em que são ativados, se há quedas frequentes do disjuntor, fios e cabos derretidos, mau cheiro e/ou fumaça.

Uma dica para evitar esse último é fazer alguns furos na caixa onde está localizada a fiação, possibilitando assim que haja ventilação. Além de garantir maior durabilidade dos fios, esta ação prorroga a necessidade de realizar novos encapamentos. É necessário também verificar periodicamente a condição da fiação, pois uma vez descascados, ao se encostarem os fios soltam faíscas, o que já é suficiente para iniciar um incêndio.

Acidentes

Em 2011, no Brasil, 856 pessoas se acidentaram por contato com fios da rede de energia elétrica, resultando em 315 mortes, de acordo com a Abradee . O número de acidentados e mortos representa um aumento em relação a 2010, que foi de 817 e 305, respectivamente. Só no Ceará, foram registrados 107 acidentes em 2011 e 54 já no ano de 2012. Desses, 122 foram fatais.

Entre os 14 tipos de ocorrências registradas, a construção e a manutenção predial lideram o ranking de mortes. Seguem as causas:

1. Construção ou Manutenção Predial
2. Instalar/Reparar antena de TV
3. Ligação Elétrica Clandestina (furto de energia)
4. Pipa
5. Cabo energizado no solo
6. Cerca/Varal Energizado
7. Poste Energizado
8. Escalada/Queda em Estrutura ou Poste
9. Furto de Condutor/Equipamento
10. Obras em via pública e Máquinas na área
11. Poda de árvore
12. Serviço na Rede – Telefonia / TV a cabo
13. Veículo – Batida em Poste
14. Outras causas

Publicidade

Dê sua opinião

Evite problemas na eletricidade: 122 pessoas já morreram vítimas de choques no Ceará

Vistorias básicas, limpezas e reparos são sugestões eficazes para se evitar problemas com a eletricidade que causam prejuízos nas residências e no bolso dos proprietários. Além disso, o contato com fios de energia elétrica pode evitar até acidentes fatais.

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

20 de setembro de 2012 às 13:54

Há 7 anos
Vistorias básicas, limpezas e reparos são sugestões eficazes para se evitar problemas com a eletricidade que causam prejuízos nas residências e no bolso dos proprietários. Além disso, o contato com fios de energia elétrica pode evitar até acidentes fatais.

Mais de 100 pessoas já morrem em decorrência de descargas elétricas no Ceará (FOTO: Divulgação)

Problemas na eletricidade costumam ser uma das dores de cabeça mais recorrentes dos proprietários de residências e espaços comerciais. Independentemente da causa, tomadas que não funcionam ou dão picos de energia, são problemas que geram prejuízo financeiro e podem levar até a morte.

De 2011 até agosto deste ano, 122 pessoas já morreram vítimas de descargas elétricas no Ceará, segundo informações da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee). Vistorias básicas, limpezas e reparos são sugestões eficazes para se evitar problemas com a eletricidade que causam prejuízos nas residências e no bolso dos proprietários.

Previna-se

Ligia Franco, gerente do departamento de engenharia da Doutor Resolve, que é uma franquia especializada em serviços de reparos e reformas, dá algumas dicas de como evitar que desastres aconteçam.

Na rede elétrica, primeiramente é primordial que a instalação seja realizada com o acompanhamento de um profissional qualificado. Aconselha-se que após ser instalada, sejam realizadas vistorias anuais para saber se os fios necessitam de reparos. Segundo Lígia, para saber se a rede elétrica está segura, é necessário checar se tomadas e interruptores não estão aquecendo no momento em que são ativados, se há quedas frequentes do disjuntor, fios e cabos derretidos, mau cheiro e/ou fumaça.

Uma dica para evitar esse último é fazer alguns furos na caixa onde está localizada a fiação, possibilitando assim que haja ventilação. Além de garantir maior durabilidade dos fios, esta ação prorroga a necessidade de realizar novos encapamentos. É necessário também verificar periodicamente a condição da fiação, pois uma vez descascados, ao se encostarem os fios soltam faíscas, o que já é suficiente para iniciar um incêndio.

Acidentes

Em 2011, no Brasil, 856 pessoas se acidentaram por contato com fios da rede de energia elétrica, resultando em 315 mortes, de acordo com a Abradee . O número de acidentados e mortos representa um aumento em relação a 2010, que foi de 817 e 305, respectivamente. Só no Ceará, foram registrados 107 acidentes em 2011 e 54 já no ano de 2012. Desses, 122 foram fatais.

Entre os 14 tipos de ocorrências registradas, a construção e a manutenção predial lideram o ranking de mortes. Seguem as causas:

1. Construção ou Manutenção Predial
2. Instalar/Reparar antena de TV
3. Ligação Elétrica Clandestina (furto de energia)
4. Pipa
5. Cabo energizado no solo
6. Cerca/Varal Energizado
7. Poste Energizado
8. Escalada/Queda em Estrutura ou Poste
9. Furto de Condutor/Equipamento
10. Obras em via pública e Máquinas na área
11. Poda de árvore
12. Serviço na Rede – Telefonia / TV a cabo
13. Veículo – Batida em Poste
14. Outras causas