Flamengo banca viagem dos pais dos 2 atletas cearenses que ficaram feridos em incêndio

TRAGÉDIA NO CT

Flamengo banca viagem dos pais dos 2 atletas cearenses que ficaram feridos em incêndio

Segundo os bombeiros, dez pessoas morreram e três ficaram feridas no incêndio no CT. Dois dos feridos são cearenses

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

8 de fevereiro de 2019 às 11:58

Há 5 meses
Dez jogadores morreram durante o incêndio (Foto: TV Bandeirantes)

Dez jogadores morreram durante o incêndio (Foto: TV Bandeirantes)

Os familiares dos dois jogadores cearenses feridos durante incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo estão indo ao Rio de Janeiro para acompanhá-los. Segundo o empresário de Cauan, Wanderley Nigueira, os jovens inalaram muita fumaça e tiveram ferimentos leves.

O acidente aconteceu na madrugada desta sexta-feira (8) no alojamento do CT, onde os jovens dormiam. Segundo o Corpo de Bombeiros, dez pessoas morreram e três ficaram feridas, sendo dois cearenses.

O empresário Wanderley informou em entrevista à Tribuna Band News FM que o Flamengo providenciou a viagem dos pais dos cearenses para o Rio de Janeiro. A família do empresário está no hospital prestando auxílio aos jovens. Tanto Cauan Emanuel quanto Dyogo Alves inalaram bastante fumaça e tiveram ferimentos leves.

Até o momento, não há informações oficiais sobre a causa do acidente, mas a prima de Cauan informou a Tribuna Band News FM que um ar-condicionado teria explodido e iniciado o incêndio.

Dyogo Bento Alves atua como goleiro, enquanto Cauan como meia, nas categorias de base do Flamengo. Segundo Wanderley, antes de chegar ao Flamengo, Dyogo passou pelo time Estação. Já Cauan jogou no Estação e também no Santa Cruz. “O moleque tem muita força e de muita força”, comentou Wanderley sobre Cauan.

Os dois foram encaminhados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, mas Dyogo foi transferido para um hospital particular no Rio, segundo o seu empresário Anderson Lima em entrevista ao Futebolês, da TV Jangadeiro/SBT.

Publicidade

Dê sua opinião

TRAGÉDIA NO CT

Flamengo banca viagem dos pais dos 2 atletas cearenses que ficaram feridos em incêndio

Segundo os bombeiros, dez pessoas morreram e três ficaram feridas no incêndio no CT. Dois dos feridos são cearenses

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

8 de fevereiro de 2019 às 11:58

Há 5 meses
Dez jogadores morreram durante o incêndio (Foto: TV Bandeirantes)

Dez jogadores morreram durante o incêndio (Foto: TV Bandeirantes)

Os familiares dos dois jogadores cearenses feridos durante incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo estão indo ao Rio de Janeiro para acompanhá-los. Segundo o empresário de Cauan, Wanderley Nigueira, os jovens inalaram muita fumaça e tiveram ferimentos leves.

O acidente aconteceu na madrugada desta sexta-feira (8) no alojamento do CT, onde os jovens dormiam. Segundo o Corpo de Bombeiros, dez pessoas morreram e três ficaram feridas, sendo dois cearenses.

O empresário Wanderley informou em entrevista à Tribuna Band News FM que o Flamengo providenciou a viagem dos pais dos cearenses para o Rio de Janeiro. A família do empresário está no hospital prestando auxílio aos jovens. Tanto Cauan Emanuel quanto Dyogo Alves inalaram bastante fumaça e tiveram ferimentos leves.

Até o momento, não há informações oficiais sobre a causa do acidente, mas a prima de Cauan informou a Tribuna Band News FM que um ar-condicionado teria explodido e iniciado o incêndio.

Dyogo Bento Alves atua como goleiro, enquanto Cauan como meia, nas categorias de base do Flamengo. Segundo Wanderley, antes de chegar ao Flamengo, Dyogo passou pelo time Estação. Já Cauan jogou no Estação e também no Santa Cruz. “O moleque tem muita força e de muita força”, comentou Wanderley sobre Cauan.

Os dois foram encaminhados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, mas Dyogo foi transferido para um hospital particular no Rio, segundo o seu empresário Anderson Lima em entrevista ao Futebolês, da TV Jangadeiro/SBT.