"Foi um milagre", dizem alunos que oravam em escola quando teto desabou

GRUPO DE ORAÇÃO

“Foi um milagre”, dizem alunos que oravam em escola quando teto desabou

Cerca de 90 alunos participavam de um grupo de oração, no auditório da escola localizada no bairro Vicente Pinzón

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

29 de março de 2019 às 17:47

Há 5 meses
Cerca de 90 alunos estavam no auditório da escola em um grupo de oração (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

Cerca de 90 alunos estavam no auditório da escola em um grupo de oração (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

No momento em que o teto de uma escola desabou na tarde desta sexta-feira (29), cerca de 90 alunos estavam em um grupo de oração, realizado semanalmente no auditório da instituição.

O caso aconteceu na Escola Estadual de Educação Profissional Maria Ângela da Silveira Borges, localizada no bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza.

O estudante Douglas Sousa relatou à repórter do Barra Pesada, Luciana Lemos, que acredita que foi um milagre. “O nosso intuito é de levar o nome do Senhor para as escolas, e falar que Deus cuida de cada detalhe em nossas vidas. Eu estava falando sobre a atitude e que Deus cuidava de cada detalhe em nossas vidas”.

Nessa sexta-feira, ele ficou impressionado com a quantidade de pessoas presentes no grupo de oração. Segundo o jovem, havia 90 pessoas que nunca participaram do evento que, inclusive, entraram quase no momento final.

“A gente já ia encerrar, mas a nossa equipe entrou na conclusão para colocar mais um louvor. Tinham pessoas que nunca foram para célula e entraram quase no final. Foi aí que veio o ocorrido”.

Entenda o caso

O teto da Escola Estadual de Educação Profissional Maria Ângela da Silveira Borges, localizada no bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza, desabou na tarde desta sexta-feira (29) deixando dois alunos feridos. De acordo com a Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) a instituição permanecerá interditada até obter o conhecimento do laudo.

O caso aconteceu quando a estrutura metálica da escola ruiu. Atingindo dois estudantes, que foram atendidos no local e liberados. Engenheiros da Seduc, do Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE) e da empresa responsável pela construção da escola realizam levantamento no local no sentido de esclarecer a causa do episódio para adotar as providências necessárias, de forma imediata.

A Secretaria também informou que as famílias dos alunos estão sendo atendidas por meio da Superintendência das Escolas de Fortaleza (Sefor). “A Secretaria se coloca à disposição das famílias de todos os alunos e interditou a escola até ter conhecimento do laudo”.

Publicidade

Dê sua opinião

GRUPO DE ORAÇÃO

“Foi um milagre”, dizem alunos que oravam em escola quando teto desabou

Cerca de 90 alunos participavam de um grupo de oração, no auditório da escola localizada no bairro Vicente Pinzón

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

29 de março de 2019 às 17:47

Há 5 meses
Cerca de 90 alunos estavam no auditório da escola em um grupo de oração (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

Cerca de 90 alunos estavam no auditório da escola em um grupo de oração (FOTO: Reprodução/ Whatsapp)

No momento em que o teto de uma escola desabou na tarde desta sexta-feira (29), cerca de 90 alunos estavam em um grupo de oração, realizado semanalmente no auditório da instituição.

O caso aconteceu na Escola Estadual de Educação Profissional Maria Ângela da Silveira Borges, localizada no bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza.

O estudante Douglas Sousa relatou à repórter do Barra Pesada, Luciana Lemos, que acredita que foi um milagre. “O nosso intuito é de levar o nome do Senhor para as escolas, e falar que Deus cuida de cada detalhe em nossas vidas. Eu estava falando sobre a atitude e que Deus cuidava de cada detalhe em nossas vidas”.

Nessa sexta-feira, ele ficou impressionado com a quantidade de pessoas presentes no grupo de oração. Segundo o jovem, havia 90 pessoas que nunca participaram do evento que, inclusive, entraram quase no momento final.

“A gente já ia encerrar, mas a nossa equipe entrou na conclusão para colocar mais um louvor. Tinham pessoas que nunca foram para célula e entraram quase no final. Foi aí que veio o ocorrido”.

Entenda o caso

O teto da Escola Estadual de Educação Profissional Maria Ângela da Silveira Borges, localizada no bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza, desabou na tarde desta sexta-feira (29) deixando dois alunos feridos. De acordo com a Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) a instituição permanecerá interditada até obter o conhecimento do laudo.

O caso aconteceu quando a estrutura metálica da escola ruiu. Atingindo dois estudantes, que foram atendidos no local e liberados. Engenheiros da Seduc, do Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE) e da empresa responsável pela construção da escola realizam levantamento no local no sentido de esclarecer a causa do episódio para adotar as providências necessárias, de forma imediata.

A Secretaria também informou que as famílias dos alunos estão sendo atendidas por meio da Superintendência das Escolas de Fortaleza (Sefor). “A Secretaria se coloca à disposição das famílias de todos os alunos e interditou a escola até ter conhecimento do laudo”.