Fortaleza registrou 15 raios por hora no dia em que surfista morreu atingida no mar

ALTA INCIDÊNCIA

Fortaleza registrou 15 raios por hora no dia em que surfista morreu atingida no mar

Além de Fortaleza, outras cidades cearenses registraram mortes por raios em 2019: Santana do Acaraú, São Gonçalo do Amarante e Pindoretama

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

28 de março de 2019 às 10:14

Há 4 meses
Só em abril foram mais de 1 mil raios (FOTO: Divulgação)

Além da surfista, outras três mortes ocasionadas por raios foram contabilizadas em 2019 (FOTO: Reprodução/Internet)

Fortaleza recebeu cerca de 360 raios durante a última quarta (27), segundo o Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Uma dessas descargas elétricas foi a que atingiu e matou a surfista Luzimara de Souza, 23 anos, na Praia da Leste-Oeste, durante a manhã de ontem.

A Elat estima a queda de 15 raios por hora nesta quarta em Fortaleza, uma média de um raio a cada quatro minutos, com maior incidência entre cinco da manhã e três da tarde. O grupo classificado o índice como alto. 

Ainda de acordo com o órgão, o Ceará registrou 7.500 descargas elétricas no mesmo dia.

O Inpe também contabilizou quatro óbitos ocasionados por quedas de raio no estado neste primeiro trimestre de 2019. Além de Fortaleza, outras cidades registraram mortes pela mesma causa: Santana do Acaraú, São Gonçalo do Amarante e Pindoretama.

Publicidade

Dê sua opinião

ALTA INCIDÊNCIA

Fortaleza registrou 15 raios por hora no dia em que surfista morreu atingida no mar

Além de Fortaleza, outras cidades cearenses registraram mortes por raios em 2019: Santana do Acaraú, São Gonçalo do Amarante e Pindoretama

Por Tribuna do Ceará em Cotidiano

28 de março de 2019 às 10:14

Há 4 meses
Só em abril foram mais de 1 mil raios (FOTO: Divulgação)

Além da surfista, outras três mortes ocasionadas por raios foram contabilizadas em 2019 (FOTO: Reprodução/Internet)

Fortaleza recebeu cerca de 360 raios durante a última quarta (27), segundo o Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Uma dessas descargas elétricas foi a que atingiu e matou a surfista Luzimara de Souza, 23 anos, na Praia da Leste-Oeste, durante a manhã de ontem.

A Elat estima a queda de 15 raios por hora nesta quarta em Fortaleza, uma média de um raio a cada quatro minutos, com maior incidência entre cinco da manhã e três da tarde. O grupo classificado o índice como alto. 

Ainda de acordo com o órgão, o Ceará registrou 7.500 descargas elétricas no mesmo dia.

O Inpe também contabilizou quatro óbitos ocasionados por quedas de raio no estado neste primeiro trimestre de 2019. Além de Fortaleza, outras cidades registraram mortes pela mesma causa: Santana do Acaraú, São Gonçalo do Amarante e Pindoretama.