Missionário cearense na África tem melhora da saúde e pode voltar ao Brasil em voo comercial

INTERNADO EM GUINÉ-BISSAU

Missionário na África tem melhora da saúde e pode voltar ao Brasil em voo comercial

Antes, os médicos permitam a transferência com uma equipe médica e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) a bordo. Agora, já autorizaram voo comercial em primeira classe

Por Daniel Rocha em Cotidiano

18 de outubro de 2017 às 11:36

Há 2 anos

O estudante está hospitalizado desde o último dia 9 no Hospital Pediátrico “São José em Bôr” (FOTO: Arquivo Pessoal)

Uma campanha está sendo realizada para trazer um jovem de 20 anos que está internado em um hospital de Guiné-Bissau, na África. Alex dos Santos Oliveira foi diagnosticado com febre tifóide e sangramento digestivo.

Na unidade em que está hospitalizado, não há recursos para realizar o tratamento adequado ao seu caso. Entretanto, por conta do seu quadro de saúde, Alex só pode voltar ao Brasil em primeira classe. Segundo a família, a média do custo da passagem é de R$ 20 mil e pede ajuda apara arrecadar o dinheiro.

De acordo com o relatório médico do Hospital Pediátrico “São João em Bôr”,  Alex apresentou febre de 39º C, náuseas e vômitos com restos de alimentos no último dia 9. Já no dia 11 de outubro, o rapaz estava com dores abdominais intensas junto com febre alta e fraqueza.

Nesta segunda-feira (16), o quadro clínico do estudante de engenharia teve melhora, podendo voltar ao país em voo comercial, mas em primeira classe. Antes, os médicos permitam a transferência com uma equipe médica e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) a bordo.

“Ele foi no fim de julho para a África para um um projeto de evangelização e alfabetização de crianças. Mas, apresentou uma forte hemorragia. O hospital tem boas condições, mas o seu serviço é limitado. Por isso, estamos fazendo uma campanha para que ele possa ser tratado aqui no Brasil”, declarou Sara Vieira, namorada de Alex, em entrevista ao programa “Vem que Tem”, da TV Jangadeiro.

A família está realizando uma campanha para arrecadar recursos para trazer Alex de volta ao Brasil (FOTO: Arquivo Pessoal)

Segundo Vieira, a embaixada do Brasil na Guiné-Bissau está acompanhando o caso e tem realizado medidas para ajudar o estudante. O órgão conseguiu disponibilizar uma ambulância com UTI móvel para que Alex pudesse ser transferido para outro hospital para realizar uma endoscopia. Mas, a família não autorizou a transferência pois o jovem sofria risco de morrer. Além disso, o outro hospital também não tinha condições de tratar a doença.

Por meio de uma campanha nas redes sociais, a família tenta arrecadar recursos para conseguir custear as despesas para trazer Alex dos Santos para o Brasil. Os interessados em ajudar podem realizar as doações financeiras para as seguintes contas bancárias:

BANCO DO BRASIL – POUPANÇA:

AG: 0863-X
CC: 47.780-X

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
AG: 0752
OP: 013
CONTA: 25871-8

TITULAR: SARA VIEIRA MENEZES

Publicidade

Dê sua opinião

INTERNADO EM GUINÉ-BISSAU

Missionário na África tem melhora da saúde e pode voltar ao Brasil em voo comercial

Antes, os médicos permitam a transferência com uma equipe médica e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) a bordo. Agora, já autorizaram voo comercial em primeira classe

Por Daniel Rocha em Cotidiano

18 de outubro de 2017 às 11:36

Há 2 anos

O estudante está hospitalizado desde o último dia 9 no Hospital Pediátrico “São José em Bôr” (FOTO: Arquivo Pessoal)

Uma campanha está sendo realizada para trazer um jovem de 20 anos que está internado em um hospital de Guiné-Bissau, na África. Alex dos Santos Oliveira foi diagnosticado com febre tifóide e sangramento digestivo.

Na unidade em que está hospitalizado, não há recursos para realizar o tratamento adequado ao seu caso. Entretanto, por conta do seu quadro de saúde, Alex só pode voltar ao Brasil em primeira classe. Segundo a família, a média do custo da passagem é de R$ 20 mil e pede ajuda apara arrecadar o dinheiro.

De acordo com o relatório médico do Hospital Pediátrico “São João em Bôr”,  Alex apresentou febre de 39º C, náuseas e vômitos com restos de alimentos no último dia 9. Já no dia 11 de outubro, o rapaz estava com dores abdominais intensas junto com febre alta e fraqueza.

Nesta segunda-feira (16), o quadro clínico do estudante de engenharia teve melhora, podendo voltar ao país em voo comercial, mas em primeira classe. Antes, os médicos permitam a transferência com uma equipe médica e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) a bordo.

“Ele foi no fim de julho para a África para um um projeto de evangelização e alfabetização de crianças. Mas, apresentou uma forte hemorragia. O hospital tem boas condições, mas o seu serviço é limitado. Por isso, estamos fazendo uma campanha para que ele possa ser tratado aqui no Brasil”, declarou Sara Vieira, namorada de Alex, em entrevista ao programa “Vem que Tem”, da TV Jangadeiro.

A família está realizando uma campanha para arrecadar recursos para trazer Alex de volta ao Brasil (FOTO: Arquivo Pessoal)

Segundo Vieira, a embaixada do Brasil na Guiné-Bissau está acompanhando o caso e tem realizado medidas para ajudar o estudante. O órgão conseguiu disponibilizar uma ambulância com UTI móvel para que Alex pudesse ser transferido para outro hospital para realizar uma endoscopia. Mas, a família não autorizou a transferência pois o jovem sofria risco de morrer. Além disso, o outro hospital também não tinha condições de tratar a doença.

Por meio de uma campanha nas redes sociais, a família tenta arrecadar recursos para conseguir custear as despesas para trazer Alex dos Santos para o Brasil. Os interessados em ajudar podem realizar as doações financeiras para as seguintes contas bancárias:

BANCO DO BRASIL – POUPANÇA:

AG: 0863-X
CC: 47.780-X

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
AG: 0752
OP: 013
CONTA: 25871-8

TITULAR: SARA VIEIRA MENEZES