Morador de Iguatu coleciona moedas que datam desde antes do surgimento do Brasil

RARIDADES HISTÓRICAS

Morador de Iguatu coleciona moedas que datam desde antes do surgimento do Brasil

Além das moedas, Márcio Gomes também possui outros objetos históricos, como rádios e telefones antigos, algemas do século XV e até um fragmento do Muro de Berlim

Por Jangadeiro FM em Cotidiano

3 de junho de 2019 às 07:00

Há 2 meses

Márcio tem moedas do Período Imperial (FOTO: Reprodução / WhatsApp)

Até chegar ao Real, o país percorreu por um longo período histórico. A primeira moeda a circular foi o Réis, logo no início da colonização, em 1500. Desde então, vieram o Cruzeiro, Cruzado, Cruzado Novo e o famoso Real. Há duas décadas, o eletrotécnico Márcio Gomes, que mora na cidade de Iguatu, na região Centro-Sul do estado, ganhou uma dessas moedas de seu avô. O gesto foi o suficiente para despertar uma grande paixão.

“Esse projeto iniciou com umas poucas moedas que meu avô me deu. Eram moedas antigas, que já estavam ali retratando a nossa história. Eram moedas, por exemplo, de 1869. Então, em posse dessas moedas, aguçou minha vontade de garimpar e conseguir outras moedas de outros períodos”, explica o colecionador.

Márcio tem moedas que são do ano de 1400, período que antecede a colonização dos portugueses no Brasil.

“Esse acervo tem uma quantidade de moedas que está passando por todos os períodos da nossa história. Eu tenho moedas de antes do descobrimento do Brasil. Tenho moedas de 1400, 1500, 1600, 1700. É muito interessante quando você pega uma moeda dessas, você tem tanta informação sobre a nossa história”, argumenta.

Outra moeda rara é uma de 1998. O período nem é tão distante, mas a sua importância histórica é imensa.

“Ela é a moeda comemorativa da criação dos Direitos Humanos, uma moeda raríssima. Para você ter uma ideia, ela deve ter um custo de R$ 150 a R$ 200, porque são moedas que tiveram uma quantidade pequena, e se tornaram raras, porque quem pegou essa moeda acabou guardando”.

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos, como rádios e telefones antigos, algemas do século XV e até um fragmento do Muro de Berlim. A ideia é que toda a coleção seja exposta em uma mostra.

Morador de Iguatu é colecionador
1/6

Morador de Iguatu é colecionador

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos (FOTOS: Reprodução/WhatsApp)

Morador de Iguatu é colecionador
2/6

Morador de Iguatu é colecionador

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos (FOTOS: Reprodução/WhatsApp)

Morador de Iguatu é colecionador
3/6

Morador de Iguatu é colecionador

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos (FOTOS: Reprodução/WhatsApp)

Morador de Iguatu é colecionador
4/6

Morador de Iguatu é colecionador

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos (FOTOS: Reprodução/WhatsApp)

Morador de Iguatu é colecionador
5/6

Morador de Iguatu é colecionador

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos (FOTOS: Reprodução/WhatsApp)

Morador de Iguatu é colecionador
6/6

Morador de Iguatu é colecionador

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos (FOTOS: Reprodução/WhatsApp)

Confira a reportagem de Roberta Almeida para a Rede Jangadeiro FM.

Publicidade

Dê sua opinião

RARIDADES HISTÓRICAS

Morador de Iguatu coleciona moedas que datam desde antes do surgimento do Brasil

Além das moedas, Márcio Gomes também possui outros objetos históricos, como rádios e telefones antigos, algemas do século XV e até um fragmento do Muro de Berlim

Por Jangadeiro FM em Cotidiano

3 de junho de 2019 às 07:00

Há 2 meses

Márcio tem moedas do Período Imperial (FOTO: Reprodução / WhatsApp)

Até chegar ao Real, o país percorreu por um longo período histórico. A primeira moeda a circular foi o Réis, logo no início da colonização, em 1500. Desde então, vieram o Cruzeiro, Cruzado, Cruzado Novo e o famoso Real. Há duas décadas, o eletrotécnico Márcio Gomes, que mora na cidade de Iguatu, na região Centro-Sul do estado, ganhou uma dessas moedas de seu avô. O gesto foi o suficiente para despertar uma grande paixão.

“Esse projeto iniciou com umas poucas moedas que meu avô me deu. Eram moedas antigas, que já estavam ali retratando a nossa história. Eram moedas, por exemplo, de 1869. Então, em posse dessas moedas, aguçou minha vontade de garimpar e conseguir outras moedas de outros períodos”, explica o colecionador.

Márcio tem moedas que são do ano de 1400, período que antecede a colonização dos portugueses no Brasil.

“Esse acervo tem uma quantidade de moedas que está passando por todos os períodos da nossa história. Eu tenho moedas de antes do descobrimento do Brasil. Tenho moedas de 1400, 1500, 1600, 1700. É muito interessante quando você pega uma moeda dessas, você tem tanta informação sobre a nossa história”, argumenta.

Outra moeda rara é uma de 1998. O período nem é tão distante, mas a sua importância histórica é imensa.

“Ela é a moeda comemorativa da criação dos Direitos Humanos, uma moeda raríssima. Para você ter uma ideia, ela deve ter um custo de R$ 150 a R$ 200, porque são moedas que tiveram uma quantidade pequena, e se tornaram raras, porque quem pegou essa moeda acabou guardando”.

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos, como rádios e telefones antigos, algemas do século XV e até um fragmento do Muro de Berlim. A ideia é que toda a coleção seja exposta em uma mostra.

Morador de Iguatu é colecionador
1/6

Morador de Iguatu é colecionador

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos (FOTOS: Reprodução/WhatsApp)

Morador de Iguatu é colecionador
2/6

Morador de Iguatu é colecionador

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos (FOTOS: Reprodução/WhatsApp)

Morador de Iguatu é colecionador
3/6

Morador de Iguatu é colecionador

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos (FOTOS: Reprodução/WhatsApp)

Morador de Iguatu é colecionador
4/6

Morador de Iguatu é colecionador

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos (FOTOS: Reprodução/WhatsApp)

Morador de Iguatu é colecionador
5/6

Morador de Iguatu é colecionador

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos (FOTOS: Reprodução/WhatsApp)

Morador de Iguatu é colecionador
6/6

Morador de Iguatu é colecionador

Além das moedas, Márcio também possui outros objetos históricos (FOTOS: Reprodução/WhatsApp)

Confira a reportagem de Roberta Almeida para a Rede Jangadeiro FM.