Moradores e comerciantes reclamam de transtornos com buraco na Avenida Leste-Oeste

TRANSTORNOS

Moradores e comerciantes reclamam de transtornos com buraco na Av. Leste-Oeste

Cratera foi aberta no início da semana quando uma carreta afundou após o asfalto ceder com o peso da carga. Segundo moradores, não havia nenhum buraco na pista que tivesse facilitado o incidente.

Por TV Jangadeiro em Cotidiano

10 de maio de 2019 às 11:43

Há 1 mês

Buraco afundou após peso de carreta. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

No início da semana uma carreta afundou após o asfalto ceder com o peso da carga na Avenida Leste-Oeste, no bairro Cristo Redentor, em Fortaleza. Pelo menos uma faixa está comprometida e isso vem prejudicando o trânsito de veículos, além dos próprios moradores e comerciantes da região.

A equipe do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, voltou ao local para conversar com as pessoas da área com exclusividade. AMC sinalizou a área.

“(Prejudica) principalmente pela parte da manhã, que o trânsito é muito intenso. Aí, fica o engarrafamento grande, dificulta muito. Inclusive aqui é parada de ônibus, eles (os passageiros) não sabem se pegam ônibus lá ou aqui. Às vezes os ônibus não param. Disseram que era até 20 dias para terminar”, disse um dos moradores da área.

Parte de uma carreta carregada de estruturas de ferro usadas na construção civil afundou na avenida durante a tarde de terça-feira (8). Segundo moradores, não havia nenhum buraco na via que pudesse ter facilitado o acidente.

Ainda durante a madrugada, uma operação foi montada para retirar o veículo do buraco, onde parte dos pneus ficaram presos. O veículo estava trafegando normalmente quando, ao parar durante o semáforo fechado, o asfalto cedeu e a carreta afundou. A AMC esteve no local para isolar a área com telas e bases de concreto.

“As lojas aqui, o movimento já sentiu um pouco. Querendo ou não, atrapalha o trânsito. Além do risco de acidente. Hoje mesmo essa proteção já caiu duas vezes”, disse um comerciante da área.

Em um mês, o mapa dos buracos do Tribuna do Ceará já registrou 507 buracos. A ferramenta é interativa e alimentada pela própria população.

Publicidade

Dê sua opinião

TRANSTORNOS

Moradores e comerciantes reclamam de transtornos com buraco na Av. Leste-Oeste

Cratera foi aberta no início da semana quando uma carreta afundou após o asfalto ceder com o peso da carga. Segundo moradores, não havia nenhum buraco na pista que tivesse facilitado o incidente.

Por TV Jangadeiro em Cotidiano

10 de maio de 2019 às 11:43

Há 1 mês

Buraco afundou após peso de carreta. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

No início da semana uma carreta afundou após o asfalto ceder com o peso da carga na Avenida Leste-Oeste, no bairro Cristo Redentor, em Fortaleza. Pelo menos uma faixa está comprometida e isso vem prejudicando o trânsito de veículos, além dos próprios moradores e comerciantes da região.

A equipe do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, voltou ao local para conversar com as pessoas da área com exclusividade. AMC sinalizou a área.

“(Prejudica) principalmente pela parte da manhã, que o trânsito é muito intenso. Aí, fica o engarrafamento grande, dificulta muito. Inclusive aqui é parada de ônibus, eles (os passageiros) não sabem se pegam ônibus lá ou aqui. Às vezes os ônibus não param. Disseram que era até 20 dias para terminar”, disse um dos moradores da área.

Parte de uma carreta carregada de estruturas de ferro usadas na construção civil afundou na avenida durante a tarde de terça-feira (8). Segundo moradores, não havia nenhum buraco na via que pudesse ter facilitado o acidente.

Ainda durante a madrugada, uma operação foi montada para retirar o veículo do buraco, onde parte dos pneus ficaram presos. O veículo estava trafegando normalmente quando, ao parar durante o semáforo fechado, o asfalto cedeu e a carreta afundou. A AMC esteve no local para isolar a área com telas e bases de concreto.

“As lojas aqui, o movimento já sentiu um pouco. Querendo ou não, atrapalha o trânsito. Além do risco de acidente. Hoje mesmo essa proteção já caiu duas vezes”, disse um comerciante da área.

Em um mês, o mapa dos buracos do Tribuna do Ceará já registrou 507 buracos. A ferramenta é interativa e alimentada pela própria população.