Movimento religioso que conta com a Miss Brasil prega a virgindade antes do casamento


Movimento religioso que conta com a Miss Brasil prega a virgindade antes do casamento

Melissa Gurgel revelou seguir princípios de movimento de pureza sexual, o chamado Atitude 434. Com 3 mil adeptos, o grupo está presente em sete estados

Por Roberta Tavares em Cotidiano

30 de outubro de 2014 às 10:00

Há 5 anos
Amigo da Miss Brasil, Fellipe decidiu entrar para o Atitude 434 aos 19 anos (FOTO: Arquivo pessoal)

Aliança de prata é o símbolo do movimento (FOTO: Arquivo pessoal)

O que para alguns pode parecer loucura ou exagero, para Fellipe Sousa da Silva é a melhor forma de viver. Aos 21 anos, o técnico em enfermagem resolveu abdicar da prática sexual a fim de participar de um movimento de pureza: o Atitude 434, amplamente divulgado na semana passada pela Miss Brasil 2014, a cearense Melissa Gurgel.

Com quase 3 mil adeptos em sete estados brasileiros, o movimento estimula a abstinência sexual até o casamento e a fidelidade entre cônjuges. O Atitude 434, que teve sua origem na Igreja Batista Central (IBC), baseia-se na palavra bíblica de 1 Tessalonicenses 4:34. Em uma tradução livre, a inscrição diz que: “Deus quer de mim vida pura: fugindo da imoralidade sexual; aprendendo a dar dignidade ao meu corpo; e não sendo dominado pelo desejo. Deus espera de mim dedicação radical”.

De acordo com Fellipe, amigo da Miss Brasil há cerca de um ano, o objetivo é restabelecer as práticas e os valores instituídos por Deus. A decisão de fazer parte do movimento surgiu em 2012, quando tinha 19 anos. “De início, foi meio que um desafio, mas depois percebi que era para o meu próprio bem, para a minha própria integridade”, conta.

O jovem foi criticado por alguns, e diversas vezes teve de responder o motivo de usar a aliança prata, símbolo do movimento. “Eu explicava que era uma forma representativa do que tinha escolhido. Respondia que estava cuidando de mim… Porque, quando eu ficava com as meninas, não conseguia ter um compromisso verdadeiro. Meus amigos ficavam falando: ‘Mas tu vai perder o melhor sexo da tua vida, o da tua juventude’. E eu sempre digo que o sexo deve ser guardado para uma pessoa só”, lembra.

O Atitude 434, segundo os adeptos, não censura o sexo ou o prazer; mas, sim, a banalização, que o torna vulgar e transforma a pessoa em um objeto descartável. A proposta é que o ato sexual passe a ser tratado como prática saudável no momento adequado: para os solteiros, a recomendação é esperar pelo casamento para ter vida sexual ativa; para os casados, o incentivo é que se mantenham fiéis aos seus cônjuges.

Atitude 434
1/4

Atitude 434

Pessoas de todas as idades participam do movimento, que tem como princípio básico a pureza sexual (FOTO: Divulgação)

Atitude 434
2/4

Atitude 434

Pessoas de todas as idades participam do movimento, que tem como princípio básico a pureza sexual (FOTO: Divulgação)

Atitude 434
3/4

Atitude 434

Pessoas de todas as idades participam do movimento, que tem como princípio básico a pureza sexual (FOTO: Divulgação)

4/4

Pessoas de todas as idades participam do movimento, que tem como princípio básico a pureza sexual (FOTO: Divulgação)

O técnico em enfermagem que, até o momento, nunca se envolveu sexualmente com alguém, optou por abrir mão também de ficas e de relacionamentos que não sejam da vontade de Deus. “Eu me converti aos 12 anos, e sempre pensei em me guardar, apesar de ter falhado algumas vezes. Então escolhi fechar tudo e assumir o propósito de orar por uma pessoa. A aliança do Atitude é significativa porque, quando olho para o meu dedo, lembro o que Deus quer para mim”, conta.

Miss Brasil

Colega de Melissa graças ao grupo de teatro para crianças, ‘Geração Futuro’, da IBC, Fellipe afirma que a conquista da cearense como mulher mais bonita do Brasil foi uma honra. “Fazíamos teatro todo domingo. Ela é uma menina muito simples, chegava no grupo, arrumava o cabelo bem rápido. Quando vi a vitória, pensei em como Deus honrou a Melissa”.

Evangélica, a cearense de 20 anos afirmou que também segue os princípios do movimento que preza pela pureza sexual. “Sou virgem, fiz o Atitude 434 quando tinha 12 anos, e acredito que isso seja uma escolha muito pessoal. Por acreditar em Deus e nos princípios bíblicos, mas trata-se de um sentimento maior que existe dentro de mim. Estou bem assim”, revelou em entrevista ao Zero Hora. Ela disse ainda que só pretende fazer sexo após casar com o homem com quem pretende passar o resto de sua vida.

“Acredito no amor, quero ter uma família comprometida”. Melissa Gurgel, Miss Brasil 2014.

Apesar do voto de castidade, a morena afirmou que respeita quem não concorda com seu princípio. “Cada um deve viver sua vida de acordo com aquilo que acredita, como achar melhor, eu respeito e não tenho nada contra quem não pensa como eu”.

Aos 20 anos, a mulher mais bela do país admite que é virgem e pretende se entregar apenas ao grande amor (FOTO: Divulgação)

Aos 20 anos, a mulher mais bela do país admite que é virgem e pretende se entregar apenas ao grande amor (FOTO: Divulgação)

Quando foi eleita a mulher mais bela do país, a estudante de design de moda namorava um rapaz cuja identidade não foi revelada nem mesmo no dia do concurso. Na ocasião, ela contou que pediu para o amado respeitar seu momento para que ela não perdesse o foco. Mesmo tendo ido assisti-la pessoalmente, o eleito não chegou perto da vencedora, impossibilitando um registro dos dois. Passado alguns dias, ela decidiu colocar um ponto final na relação para se dedicar exclusivamente ao Miss Universo.

Como participar

A intenção do Atitude 434 não é apenas funcionar como um seminário – que ocorre semestralmente. A ideia é apresentar um valor às pessoas e que a igreja possa seguir junto nessa caminhada de santificação. “Não é só um momento de seminário e de palestras, mas a divulgação de um valor. O movimento é selado por uma aliança de prata, onde há um comprometimento de viver na pureza sexual. É destinado ao público de todas as idades”, explica o coordenador do Atitude 434, Daniel de Matos.

Qualquer pessoa pode participar, independente da religião. O próximo encontro ocorre nos dias 8 e 9 de novembro, na IBC. As inscrições podem ser feitas pela internet, no site do Atitude 434, e custam R$ 20 (sem a aliança) e R$ 60 (com a aliança). “Nos dois dias, a gente fala de casamento, adultério, pornografia, e o que a bíblia tem a dizer a respeito disso. No domingo à tarde é feito o pacto, diante de toda a igreja”, conta.

Segundo Daniel, em média, 200 pessoas participam semestralmente, 30% destas são casais. Indagado sobre o aumento do número de inscrições neste semestre, em razão da divulgação do grupo pela Miss Brasil, o coordenador afirma que ainda não tem como fazer um balanço. “A Melissa é uma menina muito boa, e que continuava frequentando a igreja. Sobre o possível crescimento nas inscrições, saberemos só depois”, finaliza.

Publicidade

Dê sua opinião

Movimento religioso que conta com a Miss Brasil prega a virgindade antes do casamento

Melissa Gurgel revelou seguir princípios de movimento de pureza sexual, o chamado Atitude 434. Com 3 mil adeptos, o grupo está presente em sete estados

Por Roberta Tavares em Cotidiano

30 de outubro de 2014 às 10:00

Há 5 anos
Amigo da Miss Brasil, Fellipe decidiu entrar para o Atitude 434 aos 19 anos (FOTO: Arquivo pessoal)

Aliança de prata é o símbolo do movimento (FOTO: Arquivo pessoal)

O que para alguns pode parecer loucura ou exagero, para Fellipe Sousa da Silva é a melhor forma de viver. Aos 21 anos, o técnico em enfermagem resolveu abdicar da prática sexual a fim de participar de um movimento de pureza: o Atitude 434, amplamente divulgado na semana passada pela Miss Brasil 2014, a cearense Melissa Gurgel.

Com quase 3 mil adeptos em sete estados brasileiros, o movimento estimula a abstinência sexual até o casamento e a fidelidade entre cônjuges. O Atitude 434, que teve sua origem na Igreja Batista Central (IBC), baseia-se na palavra bíblica de 1 Tessalonicenses 4:34. Em uma tradução livre, a inscrição diz que: “Deus quer de mim vida pura: fugindo da imoralidade sexual; aprendendo a dar dignidade ao meu corpo; e não sendo dominado pelo desejo. Deus espera de mim dedicação radical”.

De acordo com Fellipe, amigo da Miss Brasil há cerca de um ano, o objetivo é restabelecer as práticas e os valores instituídos por Deus. A decisão de fazer parte do movimento surgiu em 2012, quando tinha 19 anos. “De início, foi meio que um desafio, mas depois percebi que era para o meu próprio bem, para a minha própria integridade”, conta.

O jovem foi criticado por alguns, e diversas vezes teve de responder o motivo de usar a aliança prata, símbolo do movimento. “Eu explicava que era uma forma representativa do que tinha escolhido. Respondia que estava cuidando de mim… Porque, quando eu ficava com as meninas, não conseguia ter um compromisso verdadeiro. Meus amigos ficavam falando: ‘Mas tu vai perder o melhor sexo da tua vida, o da tua juventude’. E eu sempre digo que o sexo deve ser guardado para uma pessoa só”, lembra.

O Atitude 434, segundo os adeptos, não censura o sexo ou o prazer; mas, sim, a banalização, que o torna vulgar e transforma a pessoa em um objeto descartável. A proposta é que o ato sexual passe a ser tratado como prática saudável no momento adequado: para os solteiros, a recomendação é esperar pelo casamento para ter vida sexual ativa; para os casados, o incentivo é que se mantenham fiéis aos seus cônjuges.

Atitude 434
1/4

Atitude 434

Pessoas de todas as idades participam do movimento, que tem como princípio básico a pureza sexual (FOTO: Divulgação)

Atitude 434
2/4

Atitude 434

Pessoas de todas as idades participam do movimento, que tem como princípio básico a pureza sexual (FOTO: Divulgação)

Atitude 434
3/4

Atitude 434

Pessoas de todas as idades participam do movimento, que tem como princípio básico a pureza sexual (FOTO: Divulgação)

4/4

Pessoas de todas as idades participam do movimento, que tem como princípio básico a pureza sexual (FOTO: Divulgação)

O técnico em enfermagem que, até o momento, nunca se envolveu sexualmente com alguém, optou por abrir mão também de ficas e de relacionamentos que não sejam da vontade de Deus. “Eu me converti aos 12 anos, e sempre pensei em me guardar, apesar de ter falhado algumas vezes. Então escolhi fechar tudo e assumir o propósito de orar por uma pessoa. A aliança do Atitude é significativa porque, quando olho para o meu dedo, lembro o que Deus quer para mim”, conta.

Miss Brasil

Colega de Melissa graças ao grupo de teatro para crianças, ‘Geração Futuro’, da IBC, Fellipe afirma que a conquista da cearense como mulher mais bonita do Brasil foi uma honra. “Fazíamos teatro todo domingo. Ela é uma menina muito simples, chegava no grupo, arrumava o cabelo bem rápido. Quando vi a vitória, pensei em como Deus honrou a Melissa”.

Evangélica, a cearense de 20 anos afirmou que também segue os princípios do movimento que preza pela pureza sexual. “Sou virgem, fiz o Atitude 434 quando tinha 12 anos, e acredito que isso seja uma escolha muito pessoal. Por acreditar em Deus e nos princípios bíblicos, mas trata-se de um sentimento maior que existe dentro de mim. Estou bem assim”, revelou em entrevista ao Zero Hora. Ela disse ainda que só pretende fazer sexo após casar com o homem com quem pretende passar o resto de sua vida.

“Acredito no amor, quero ter uma família comprometida”. Melissa Gurgel, Miss Brasil 2014.

Apesar do voto de castidade, a morena afirmou que respeita quem não concorda com seu princípio. “Cada um deve viver sua vida de acordo com aquilo que acredita, como achar melhor, eu respeito e não tenho nada contra quem não pensa como eu”.

Aos 20 anos, a mulher mais bela do país admite que é virgem e pretende se entregar apenas ao grande amor (FOTO: Divulgação)

Aos 20 anos, a mulher mais bela do país admite que é virgem e pretende se entregar apenas ao grande amor (FOTO: Divulgação)

Quando foi eleita a mulher mais bela do país, a estudante de design de moda namorava um rapaz cuja identidade não foi revelada nem mesmo no dia do concurso. Na ocasião, ela contou que pediu para o amado respeitar seu momento para que ela não perdesse o foco. Mesmo tendo ido assisti-la pessoalmente, o eleito não chegou perto da vencedora, impossibilitando um registro dos dois. Passado alguns dias, ela decidiu colocar um ponto final na relação para se dedicar exclusivamente ao Miss Universo.

Como participar

A intenção do Atitude 434 não é apenas funcionar como um seminário – que ocorre semestralmente. A ideia é apresentar um valor às pessoas e que a igreja possa seguir junto nessa caminhada de santificação. “Não é só um momento de seminário e de palestras, mas a divulgação de um valor. O movimento é selado por uma aliança de prata, onde há um comprometimento de viver na pureza sexual. É destinado ao público de todas as idades”, explica o coordenador do Atitude 434, Daniel de Matos.

Qualquer pessoa pode participar, independente da religião. O próximo encontro ocorre nos dias 8 e 9 de novembro, na IBC. As inscrições podem ser feitas pela internet, no site do Atitude 434, e custam R$ 20 (sem a aliança) e R$ 60 (com a aliança). “Nos dois dias, a gente fala de casamento, adultério, pornografia, e o que a bíblia tem a dizer a respeito disso. No domingo à tarde é feito o pacto, diante de toda a igreja”, conta.

Segundo Daniel, em média, 200 pessoas participam semestralmente, 30% destas são casais. Indagado sobre o aumento do número de inscrições neste semestre, em razão da divulgação do grupo pela Miss Brasil, o coordenador afirma que ainda não tem como fazer um balanço. “A Melissa é uma menina muito boa, e que continuava frequentando a igreja. Sobre o possível crescimento nas inscrições, saberemos só depois”, finaliza.