Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará


Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

O programa Novos Rurais, do Instituto Souza Cruz, ajuda nordestinos a abrir negócios sem precisar sair de sua terra. Conheça casos bem-sucedidos de cearenses

Por Marianna Gomes em Cotidiano

18 de maio de 2015 às 07:00

Há 4 anos
novos-rurais-tribuna

Buscando disseminar a cultura do empreendedorismo nos jovens do meio rural, o programa Novos Rurais busca capacitá-los, possibilitando a opção de abrir seu próprio negócio sem precisar migrar para a capital. (FOTO: Reprodução/Facebook)

A agricultura familiar é um dos principais meios de sobrevivência de moradores da zona rural do Ceará. Por este motivo, jovens dessas regiões acabam por perder grande parte da juventude. Nessa realidade, duas são as opções mais comuns: continuar o trabalho iniciado pelos pais na roça ou buscar melhorias na cidade grande. E se desse para desenvolver o próprio negócio sem precisar sair da sua terra, e ainda por cima ser capacitado e receber recursos para isso? Uma iniciativa voltada para os jovens rurais cearenses vem mudando esse cenário: é o programa Novos Rurais.

Buscando disseminar a cultura do empreendedorismo nos jovens do meio rural, o Novos Rurais, do Instituto Souza Cruz, está formando diversos jovens empreendedores com idade de 16 a 29 anos na região do Médio Curu, no município de Pentecoste, a 91,6 quilômetros de Fortaleza. “Com esta metodologia, o Instituto fomenta estratégias de diversificação produtiva e comercial entre egressos e estudantes do Ensino Médio ligados a escolas rurais de educação formal e entre jovens ligados a organizações do campo de diferentes regiões do país”, ressalta Allan Grabarz, gerente do Instituto Souza Cruz.

Após a seleção, os contemplados recebem recursos de até R$ 3 mil para investirem no empreendimento. Dos 30  selecionados que participaram projeto na região, sete foram escolhidos, entre eles a vendedora Leonilda Bezerra e o agricultor Francisco Heitor de Sousa, ambos com histórias de superação para contar.

Oportunidade inusitada

leonilda-novos-rurais-marianna-tribuna-do-ceara

Após o investimento no próprio negócio, Leonilda passou a ganhar mais que o dobro do valor que recebia na fábrica onde trabalhava. (FOTO: Divulgação)

Leonilda da Silva, 27 anos, é oriunda da localidade de Serrota, em Pentecoste. A jovem passou anos trabalhando em uma fábrica da região e, mesmo com as longas horas de trabalho, o salário era muito pouco e não supria suas necessidades básicas. Foi então que decidiu sair de Pentecoste e tentar algo melhor na capital. Sem sucesso, voltou para sua cidade e decidiu montar seu negócio próprio de forma inusitada.

“Eu tinha um computador com internet, coisa bem difícil onde moro. Um dia uns amigos meus passaram a pedir para usar e pagar pelo acesso, achei a ideia interessante, e comecei minha lan house com uma máquina”, conta.

O lucro obtido com um único computador era maior que o que a jovem empreendedora tinha de salário na fábrica onde trabalhava. “Foi aí que um amigo meu me contou sobre o programa Novos Rurais, que estava acontecendo na cidade. Ele, que já havia participado, me disse que seria uma boa pra expandir meu negócio, então aceitei o desafio e decidi participar”.

Em 2013, a jovem se inscreveu por meio do Adel. “Eu quis projetar algo que  suprisse a carência desse serviço na minha região. Fiz um mapeamento do território, mostrei a viabilidade do empreendimento e apresentei. Por sorte, fui aprovada”, comemora. Após ganhar o benefício no valor de R$ 3 mil, a jovem não pensou duas vezes e buscou investir tudo no empreendimento. Comprou materiais de informática e uma máquina de impressão em tecido. Hoje, Leonilda já conta com quatro computadores, além de uma loja de acessórios de informática e venda de roupas customizadas. “Quando eu comecei ganhava muito pouco, só o bastante para sobreviver. Após ser aprovada e investir no meu negócio, hoje meu lucro é mais que o dobro”, revela.

Sonho de infância

heitor-novos-rurais-tribuna-do-ceara

Ex- coletor de pimentas, com os R$ 3 mil do recurso e um notebook, Heitor abriu seu aviário. Começou com 100 frangos, e hoje, o empreendimento já possui 250 aves. (FOTO:Divulgação)

O agricultor Francisco Heitor de Souza, 24 anos, trabalhou cerca de três anos na colheita de pimenta em uma das plantações na localidade de Chichá, a 9 km de Pentecoste. Morador da zona rural, desde a infância o jovem sonhava em montar seu próprio negócio. “Eu sempre quis ter uma coisa só minha, principalmente algo que fosse relacionado a animais”, comenta. Foi então que um amigo de Heitor, sabendo da vontade do rapaz, lhe informou sobre o Novos Rurais. “Eu vi no programa uma oportunidade grande de conseguir realizar esse meu sonho. Então no plano de negócio, vi que o melhor era a criação de frango para abate, principalmente porque na minha região isso é uma coisa difícil de achar”.

Com os R$ 3 mil do recurso e um notebook,  Heitor abriu seu aviário. Começou com 100 frangos, e hoje, o empreendimento já possui 250 aves. Além da venda, o jovem empreendedor ainda fornece o alimento para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), do governo Federal. “Para o futuro, espero ampliar ainda mais o aviário, produzir minha própria ração e ter meu próprio abatedouro”, conclui.

Sobre o Novos Rurais

O programa Novos Rurais é implantado pelo Instituto Souza Cruz em parceria com escolas formais de educação do campo e com organizações que desenvolvem ações educativas para a juventude rural. “Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. Atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco”, conta Allan Grabarz.

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
1/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
2/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
3/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Buscando disseminar a cultura do empreendedorismo nos jovens do meio rural, o programa Novos Rurais busca capacitá-los, possibilitando a opção de abrir seu próprio negócio sem precisar migrar para a capital. (FOTO: Reprodução/Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
4/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
5/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
6/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
7/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
8/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
9/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
10/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

O programa é composto de duas fases, na primeira todos os alunos têm acesso à metodologia e ao material didático. Já na segunda os participantes que concluem seus projetos de empreendedorismo são selecionados para receber o recurso do programa, no valor de até R$ 3 mil, e implementar na prática o projeto. “Projetos profissionais que visem à diversificação, à criação de empreendimentos de pequeno porte ou à melhoria de produtos ou processos na propriedade; participação do jovem em todos os módulos de formação são os critérios para a seleção”, pontua o Gerente do Instituto Souza Cruz.

Publicidade

Dê sua opinião

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

O programa Novos Rurais, do Instituto Souza Cruz, ajuda nordestinos a abrir negócios sem precisar sair de sua terra. Conheça casos bem-sucedidos de cearenses

Por Marianna Gomes em Cotidiano

18 de maio de 2015 às 07:00

Há 4 anos
novos-rurais-tribuna

Buscando disseminar a cultura do empreendedorismo nos jovens do meio rural, o programa Novos Rurais busca capacitá-los, possibilitando a opção de abrir seu próprio negócio sem precisar migrar para a capital. (FOTO: Reprodução/Facebook)

A agricultura familiar é um dos principais meios de sobrevivência de moradores da zona rural do Ceará. Por este motivo, jovens dessas regiões acabam por perder grande parte da juventude. Nessa realidade, duas são as opções mais comuns: continuar o trabalho iniciado pelos pais na roça ou buscar melhorias na cidade grande. E se desse para desenvolver o próprio negócio sem precisar sair da sua terra, e ainda por cima ser capacitado e receber recursos para isso? Uma iniciativa voltada para os jovens rurais cearenses vem mudando esse cenário: é o programa Novos Rurais.

Buscando disseminar a cultura do empreendedorismo nos jovens do meio rural, o Novos Rurais, do Instituto Souza Cruz, está formando diversos jovens empreendedores com idade de 16 a 29 anos na região do Médio Curu, no município de Pentecoste, a 91,6 quilômetros de Fortaleza. “Com esta metodologia, o Instituto fomenta estratégias de diversificação produtiva e comercial entre egressos e estudantes do Ensino Médio ligados a escolas rurais de educação formal e entre jovens ligados a organizações do campo de diferentes regiões do país”, ressalta Allan Grabarz, gerente do Instituto Souza Cruz.

Após a seleção, os contemplados recebem recursos de até R$ 3 mil para investirem no empreendimento. Dos 30  selecionados que participaram projeto na região, sete foram escolhidos, entre eles a vendedora Leonilda Bezerra e o agricultor Francisco Heitor de Sousa, ambos com histórias de superação para contar.

Oportunidade inusitada

leonilda-novos-rurais-marianna-tribuna-do-ceara

Após o investimento no próprio negócio, Leonilda passou a ganhar mais que o dobro do valor que recebia na fábrica onde trabalhava. (FOTO: Divulgação)

Leonilda da Silva, 27 anos, é oriunda da localidade de Serrota, em Pentecoste. A jovem passou anos trabalhando em uma fábrica da região e, mesmo com as longas horas de trabalho, o salário era muito pouco e não supria suas necessidades básicas. Foi então que decidiu sair de Pentecoste e tentar algo melhor na capital. Sem sucesso, voltou para sua cidade e decidiu montar seu negócio próprio de forma inusitada.

“Eu tinha um computador com internet, coisa bem difícil onde moro. Um dia uns amigos meus passaram a pedir para usar e pagar pelo acesso, achei a ideia interessante, e comecei minha lan house com uma máquina”, conta.

O lucro obtido com um único computador era maior que o que a jovem empreendedora tinha de salário na fábrica onde trabalhava. “Foi aí que um amigo meu me contou sobre o programa Novos Rurais, que estava acontecendo na cidade. Ele, que já havia participado, me disse que seria uma boa pra expandir meu negócio, então aceitei o desafio e decidi participar”.

Em 2013, a jovem se inscreveu por meio do Adel. “Eu quis projetar algo que  suprisse a carência desse serviço na minha região. Fiz um mapeamento do território, mostrei a viabilidade do empreendimento e apresentei. Por sorte, fui aprovada”, comemora. Após ganhar o benefício no valor de R$ 3 mil, a jovem não pensou duas vezes e buscou investir tudo no empreendimento. Comprou materiais de informática e uma máquina de impressão em tecido. Hoje, Leonilda já conta com quatro computadores, além de uma loja de acessórios de informática e venda de roupas customizadas. “Quando eu comecei ganhava muito pouco, só o bastante para sobreviver. Após ser aprovada e investir no meu negócio, hoje meu lucro é mais que o dobro”, revela.

Sonho de infância

heitor-novos-rurais-tribuna-do-ceara

Ex- coletor de pimentas, com os R$ 3 mil do recurso e um notebook, Heitor abriu seu aviário. Começou com 100 frangos, e hoje, o empreendimento já possui 250 aves. (FOTO:Divulgação)

O agricultor Francisco Heitor de Souza, 24 anos, trabalhou cerca de três anos na colheita de pimenta em uma das plantações na localidade de Chichá, a 9 km de Pentecoste. Morador da zona rural, desde a infância o jovem sonhava em montar seu próprio negócio. “Eu sempre quis ter uma coisa só minha, principalmente algo que fosse relacionado a animais”, comenta. Foi então que um amigo de Heitor, sabendo da vontade do rapaz, lhe informou sobre o Novos Rurais. “Eu vi no programa uma oportunidade grande de conseguir realizar esse meu sonho. Então no plano de negócio, vi que o melhor era a criação de frango para abate, principalmente porque na minha região isso é uma coisa difícil de achar”.

Com os R$ 3 mil do recurso e um notebook,  Heitor abriu seu aviário. Começou com 100 frangos, e hoje, o empreendimento já possui 250 aves. Além da venda, o jovem empreendedor ainda fornece o alimento para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), do governo Federal. “Para o futuro, espero ampliar ainda mais o aviário, produzir minha própria ração e ter meu próprio abatedouro”, conclui.

Sobre o Novos Rurais

O programa Novos Rurais é implantado pelo Instituto Souza Cruz em parceria com escolas formais de educação do campo e com organizações que desenvolvem ações educativas para a juventude rural. “Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. Atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco”, conta Allan Grabarz.

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
1/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
2/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
3/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Buscando disseminar a cultura do empreendedorismo nos jovens do meio rural, o programa Novos Rurais busca capacitá-los, possibilitando a opção de abrir seu próprio negócio sem precisar migrar para a capital. (FOTO: Reprodução/Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
4/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
5/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
6/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
7/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
8/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
9/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará
10/10

Programa incentiva a formação de jovens empreendedores da zona rural do Ceará

Desde 2012, foram beneficiados cerca de 1.200 jovens na fase 1 e 372 projetos de empreendedorismo foram implantados pelos participantes. atualmente, em seis estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. (FOTO: Reprodução/ Facebook)

O programa é composto de duas fases, na primeira todos os alunos têm acesso à metodologia e ao material didático. Já na segunda os participantes que concluem seus projetos de empreendedorismo são selecionados para receber o recurso do programa, no valor de até R$ 3 mil, e implementar na prática o projeto. “Projetos profissionais que visem à diversificação, à criação de empreendimentos de pequeno porte ou à melhoria de produtos ou processos na propriedade; participação do jovem em todos os módulos de formação são os critérios para a seleção”, pontua o Gerente do Instituto Souza Cruz.