Chuva alaga ruas de Fortaleza e cearenses surfam de stand up em ciclovia da Beira-Mar

CHUVA FORTE

Surfistas passeiam de stand up em ciclovia da Av. Beira-Mar após alagamento

Surfistas que dão aulas na Beira-Mar protestaram após as consequências da forte chuva de domingo

Por Matheus Ribeiro em Cotidiano

19 de dezembro de 2016 às 11:54

Há 3 anos
Vídeo do surfista foi publicano na rede social Instagram e possui mais de 600 visualizações (FOTO: Reprodução Vídeo)

Vídeo do surfista foi publicano na rede social Instagram e possui mais de 600 visualizações (FOTO: Reprodução Vídeo)

A chuva que atingiu Fortaleza desde o fim de semana chamou atenção não somente pela grande quantidade de água, mas também por um protesto bem inusitado. Com a intenção de chamar atenção para os alagamentos que acontecem na capital toda vez que chove, o cearense Rafael Medeiros, de 31 anos, resolveu gravar um vídeo surfando de stand up paddle na ciclovia da Avenida Beira-Mar, ponto turístico mais tradicional da cidade.

Em entrevista ao Tribuna do Ceará, o surfista relatou que decidiu fazer o vídeo para mostrar sua indignação com a situação. “Eu trabalho na Beira-Mar e estava indo de bicicleta. Mas com a chuva eu não consegui fazer meu trajeto por causa da água. A ciclovia ficou completamente inundada”, contou.

O vídeo foi gravado próximo à Avenida Virgílio Távora. Para Rafael, que surfa desde os 17 anos de idade, a culpa dos alagamentos de Fortaleza não está somente nos governantes.

“Acho que boa parte disso é por causa da própria população que joga lixo na rua. No entanto, os gestores também possuem culpa porque não fazem nada para que isso seja evitado. Seja de forma educacional ou não, não vemos nenhuma mobilização para evitar isso”, explica. 

Transtornos

O domingo na capital cearense teve uma série de transtornos. Pontos de alagamentos, semáforos apagados e até queda de parte de uma árvore na Avenida Santos Dumont, que atingiu um motoqueiro, foram registrados.

Na manhã desta segunda-feira (19), mais municípios cearenses registraram chuvas. De acordo com as estatísticas da Funceme, o município de Milhã teve a maior precipitação, com 80 mm. Em seguida, Icó (66 mm) e Pires Ferreira (57 mm) também registraram fortes chuvas.

Segundo a Fundação, a previsão para Fortaleza é de mais chuva entre a madrugada e o início da manhã desta terça-feira (20).

Veja o vídeo:

Publicidade

Dê sua opinião

CHUVA FORTE

Surfistas passeiam de stand up em ciclovia da Av. Beira-Mar após alagamento

Surfistas que dão aulas na Beira-Mar protestaram após as consequências da forte chuva de domingo

Por Matheus Ribeiro em Cotidiano

19 de dezembro de 2016 às 11:54

Há 3 anos
Vídeo do surfista foi publicano na rede social Instagram e possui mais de 600 visualizações (FOTO: Reprodução Vídeo)

Vídeo do surfista foi publicano na rede social Instagram e possui mais de 600 visualizações (FOTO: Reprodução Vídeo)

A chuva que atingiu Fortaleza desde o fim de semana chamou atenção não somente pela grande quantidade de água, mas também por um protesto bem inusitado. Com a intenção de chamar atenção para os alagamentos que acontecem na capital toda vez que chove, o cearense Rafael Medeiros, de 31 anos, resolveu gravar um vídeo surfando de stand up paddle na ciclovia da Avenida Beira-Mar, ponto turístico mais tradicional da cidade.

Em entrevista ao Tribuna do Ceará, o surfista relatou que decidiu fazer o vídeo para mostrar sua indignação com a situação. “Eu trabalho na Beira-Mar e estava indo de bicicleta. Mas com a chuva eu não consegui fazer meu trajeto por causa da água. A ciclovia ficou completamente inundada”, contou.

O vídeo foi gravado próximo à Avenida Virgílio Távora. Para Rafael, que surfa desde os 17 anos de idade, a culpa dos alagamentos de Fortaleza não está somente nos governantes.

“Acho que boa parte disso é por causa da própria população que joga lixo na rua. No entanto, os gestores também possuem culpa porque não fazem nada para que isso seja evitado. Seja de forma educacional ou não, não vemos nenhuma mobilização para evitar isso”, explica. 

Transtornos

O domingo na capital cearense teve uma série de transtornos. Pontos de alagamentos, semáforos apagados e até queda de parte de uma árvore na Avenida Santos Dumont, que atingiu um motoqueiro, foram registrados.

Na manhã desta segunda-feira (19), mais municípios cearenses registraram chuvas. De acordo com as estatísticas da Funceme, o município de Milhã teve a maior precipitação, com 80 mm. Em seguida, Icó (66 mm) e Pires Ferreira (57 mm) também registraram fortes chuvas.

Segundo a Fundação, a previsão para Fortaleza é de mais chuva entre a madrugada e o início da manhã desta terça-feira (20).

Veja o vídeo: