Bebida cearense feita com leite de cabra e polpa de frutas concorre a prêmio internacional

ESTUDO DE UNIVERSITÁRIOS

Bebida cearense feita com leite de cabra e polpa de frutas concorre a prêmio internacional

O TropFir, idealizado por estudantes do curso de Engenharia de Alimentos da UFC, é uma bebida mista fermentada com leite de cabra e polpa de frutas tropicais

Por Tribuna do Ceará em Educação

16 de maio de 2019 às 07:00

Há 1 mês
(FOTO: Divulgação)

A equipe estuda Engenharia de Alimentos na UFC (FOTO: Divulgação)

Estudantes do curso de Engenharia de Alimentos da Universidade Federal do Ceará (UFC) criaram o TropFir, uma bebida mista fermentada com leite de cabra e polpa de frutas tropicais. Manga, acerola, goiaba, murici, caju, maracujá, pitaya e mandacaru rosa estão entre os sabores disponíveis.

Feito pelos estudantes Francisco Augusto Oliveira, Nhaiara Monteiro, Fernando Eugênio Texeira, Alana Uchoa, Samara Patrício e orientados pela professora Juliane Döering Gasparin Carvalho, do Departamento de Engenharia de Alimentos, a criação do grupo foi impulsionada nas atividades desenvolvidas no Núcleo de Estudos e Laticínios.

Em fase de estudos, o TropFir será testado em mistura com outros frutos tropicais e ainda nesse ano será dada a entrada no processo de licenciamento para patentear o produto.

Competição internacional

A iniciativa dos alunos foi anunciada no início deste mês, como um dos finalistas na competição internacional Ecodesafio, coordenada pela Organização dos Estados Americanos (OEA), a PepsiCo América Latina e a Young Americas Business Trust (YABT).

Entre os dias 23 e 25 de junho, o projeto da UFC será apresentado em um evento internacional de Medellín, na Colômbia, e concorrerá a um prêmio de US$ 5 mil a título de capital para investir no desenvolvimento da ideia.

Na categoria Nutrição do Eco-Desafio, participam dois representantes brasileiros: a equipe da UFC e outra da Bahia, selecionadas entre 5.106 projetos inscritos. Para serem aprovados, os proponentes enviaram projetos e planos de negócios com soluções que aumentam o acesso a alimentos e bebidas nutritivos e saudáveis, comercializados a preços acessíveis, e que apoiam positivamente a nutrição de populações de baixa renda, especialmente nas áreas rurais.

Publicidade

Dê sua opinião

ESTUDO DE UNIVERSITÁRIOS

Bebida cearense feita com leite de cabra e polpa de frutas concorre a prêmio internacional

O TropFir, idealizado por estudantes do curso de Engenharia de Alimentos da UFC, é uma bebida mista fermentada com leite de cabra e polpa de frutas tropicais

Por Tribuna do Ceará em Educação

16 de maio de 2019 às 07:00

Há 1 mês
(FOTO: Divulgação)

A equipe estuda Engenharia de Alimentos na UFC (FOTO: Divulgação)

Estudantes do curso de Engenharia de Alimentos da Universidade Federal do Ceará (UFC) criaram o TropFir, uma bebida mista fermentada com leite de cabra e polpa de frutas tropicais. Manga, acerola, goiaba, murici, caju, maracujá, pitaya e mandacaru rosa estão entre os sabores disponíveis.

Feito pelos estudantes Francisco Augusto Oliveira, Nhaiara Monteiro, Fernando Eugênio Texeira, Alana Uchoa, Samara Patrício e orientados pela professora Juliane Döering Gasparin Carvalho, do Departamento de Engenharia de Alimentos, a criação do grupo foi impulsionada nas atividades desenvolvidas no Núcleo de Estudos e Laticínios.

Em fase de estudos, o TropFir será testado em mistura com outros frutos tropicais e ainda nesse ano será dada a entrada no processo de licenciamento para patentear o produto.

Competição internacional

A iniciativa dos alunos foi anunciada no início deste mês, como um dos finalistas na competição internacional Ecodesafio, coordenada pela Organização dos Estados Americanos (OEA), a PepsiCo América Latina e a Young Americas Business Trust (YABT).

Entre os dias 23 e 25 de junho, o projeto da UFC será apresentado em um evento internacional de Medellín, na Colômbia, e concorrerá a um prêmio de US$ 5 mil a título de capital para investir no desenvolvimento da ideia.

Na categoria Nutrição do Eco-Desafio, participam dois representantes brasileiros: a equipe da UFC e outra da Bahia, selecionadas entre 5.106 projetos inscritos. Para serem aprovados, os proponentes enviaram projetos e planos de negócios com soluções que aumentam o acesso a alimentos e bebidas nutritivos e saudáveis, comercializados a preços acessíveis, e que apoiam positivamente a nutrição de populações de baixa renda, especialmente nas áreas rurais.