UFC é a 2ª melhor universidade do Nordeste, aponta ranking da Folha


UFC é a 2ª melhor universidade do Nordeste, aponta ranking da Folha

Com nota 89,45, a instituição ocupa a 11ª posição nacional entre 192 universidades brasileiras (públicas e privadas)

Por Roberta Tavares em Educação

15 de setembro de 2015 às 09:09

Há 4 anos
Em relação ao ranking do ano passado, a UFC avançou duas posições (FOTO: Divulgação)

Em relação ao ranking do ano passado, a UFC avançou duas posições (FOTO: Divulgação)

A Universidade Federal do Ceará (UFC) é a segunda melhor universidade do Nordeste, segundo Ranking Universitário da Folha (RUF). Com nota 89,45, a instituição ocupa a 11ª posição nacional entre 192 universidades brasileiras (públicas e privadas) e a oitava entre as federais.

De acordo com a pesquisa, a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) ocupa o primeiro lugar da região, com nota 89,47. Já quem está no topo do ranking nacional é a Universidade de São Paulo (USP), com nota 96,94. O levantamento realizado anualmente pelo jornal Folha de São Paulo mapeia o desempenho das universidades em cinco dimensões: pesquisa, ensino, inserção no mercado, internacionalização e inovação. Em relação ao ranking do ano passado, a UFC avançou duas posições.

A melhoria na universidade se deu nos quesitos “ensino”, passando da 21ª posição para a 16ª; “pesquisa”, avançando da 11ª para a 10ª posição nacional (com 38,61 pontos, dos 40 pontos possíveis); e “inovação”, passando da 27ª colocação para a 22ª. Em relação à internacionalização, a UFC teve queda na nota – de 3,69 para 3,64, de seis possíveis – o que a levou da 5ª para a 8ª posição.

Para Custódio Almeida, vice-reitor da instituição, considerando os itens utilizados para a avaliação, a UFC comemora o planejamento feito nos últimos anos exatamente nessas áreas. Segundo disse, avançar no setor de inovação, por exemplo, é um resultado natural “da boa articulação dos outros fatores avaliados”, afirma. Confira o ranking completo.

Universidades cearenses

A Universidade Estadual do Ceará (Uece) aparece na 50ª posição, com nota 61,15; seguida pela Universidade de Fortaleza (Unifor), no 56º lugar, com 58,88 pontos. As universidades Regional do Cariri (URCA) e Estadual do Vale do Acaraú (UVA) somam apenas 29,86 e 28,99 pontos, ocupando a 136ª posição e 140ª posição, respectivamente. Já a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) teve nota 18,03 e segue na 168ª posição.

Pontuação

A pontuação é obtida a partir de quatro aspectos: entrevista com 726 professores que analisam para o Ministério da Educação a qualidade dos cursos superiores; proporção de professores com mestrado e doutorado; proporção de professores que trabalham em regime de dedicação integral e parcial; nota geral obtida pelo Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).

O ranking leva em conta oito indicadores: número de trabalhos científicos publicados, relevância da pesquisa, proporção de pesquisas por docente, citações por docente, citações por publicação, recursos obtidos por agências de fomento, publicações em revistas científicas nacionais e proporção de bolsistas do CNPq (alta produção acadêmica). Outros aspectos considerados pelo RUF são: avaliação pelo mercado de trabalho, número de citações de trabalhos da instituição por grupos internacionais, como indicador de relevância, e a proporção de publicações da universidade em coautoria internacional.

Greve

Servidores federais da UFC, Unilab e UFCA estão em greve. Os docentes pedem reajuste de 19,7%, suspensão do calendário acadêmico, garantia da extensão do período do pagamento das bolsas e seguros e criação de vagas para professores nas Casas de Cultura; entre outros pontos.

Publicidade

Dê sua opinião

UFC é a 2ª melhor universidade do Nordeste, aponta ranking da Folha

Com nota 89,45, a instituição ocupa a 11ª posição nacional entre 192 universidades brasileiras (públicas e privadas)

Por Roberta Tavares em Educação

15 de setembro de 2015 às 09:09

Há 4 anos
Em relação ao ranking do ano passado, a UFC avançou duas posições (FOTO: Divulgação)

Em relação ao ranking do ano passado, a UFC avançou duas posições (FOTO: Divulgação)

A Universidade Federal do Ceará (UFC) é a segunda melhor universidade do Nordeste, segundo Ranking Universitário da Folha (RUF). Com nota 89,45, a instituição ocupa a 11ª posição nacional entre 192 universidades brasileiras (públicas e privadas) e a oitava entre as federais.

De acordo com a pesquisa, a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) ocupa o primeiro lugar da região, com nota 89,47. Já quem está no topo do ranking nacional é a Universidade de São Paulo (USP), com nota 96,94. O levantamento realizado anualmente pelo jornal Folha de São Paulo mapeia o desempenho das universidades em cinco dimensões: pesquisa, ensino, inserção no mercado, internacionalização e inovação. Em relação ao ranking do ano passado, a UFC avançou duas posições.

A melhoria na universidade se deu nos quesitos “ensino”, passando da 21ª posição para a 16ª; “pesquisa”, avançando da 11ª para a 10ª posição nacional (com 38,61 pontos, dos 40 pontos possíveis); e “inovação”, passando da 27ª colocação para a 22ª. Em relação à internacionalização, a UFC teve queda na nota – de 3,69 para 3,64, de seis possíveis – o que a levou da 5ª para a 8ª posição.

Para Custódio Almeida, vice-reitor da instituição, considerando os itens utilizados para a avaliação, a UFC comemora o planejamento feito nos últimos anos exatamente nessas áreas. Segundo disse, avançar no setor de inovação, por exemplo, é um resultado natural “da boa articulação dos outros fatores avaliados”, afirma. Confira o ranking completo.

Universidades cearenses

A Universidade Estadual do Ceará (Uece) aparece na 50ª posição, com nota 61,15; seguida pela Universidade de Fortaleza (Unifor), no 56º lugar, com 58,88 pontos. As universidades Regional do Cariri (URCA) e Estadual do Vale do Acaraú (UVA) somam apenas 29,86 e 28,99 pontos, ocupando a 136ª posição e 140ª posição, respectivamente. Já a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) teve nota 18,03 e segue na 168ª posição.

Pontuação

A pontuação é obtida a partir de quatro aspectos: entrevista com 726 professores que analisam para o Ministério da Educação a qualidade dos cursos superiores; proporção de professores com mestrado e doutorado; proporção de professores que trabalham em regime de dedicação integral e parcial; nota geral obtida pelo Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).

O ranking leva em conta oito indicadores: número de trabalhos científicos publicados, relevância da pesquisa, proporção de pesquisas por docente, citações por docente, citações por publicação, recursos obtidos por agências de fomento, publicações em revistas científicas nacionais e proporção de bolsistas do CNPq (alta produção acadêmica). Outros aspectos considerados pelo RUF são: avaliação pelo mercado de trabalho, número de citações de trabalhos da instituição por grupos internacionais, como indicador de relevância, e a proporção de publicações da universidade em coautoria internacional.

Greve

Servidores federais da UFC, Unilab e UFCA estão em greve. Os docentes pedem reajuste de 19,7%, suspensão do calendário acadêmico, garantia da extensão do período do pagamento das bolsas e seguros e criação de vagas para professores nas Casas de Cultura; entre outros pontos.