Camilo finalmente diz de que lado está: “Ciro, estamos juntos”

NÃO POUPOU ELOGIOS

Camilo finalmente diz de que lado está: “Ciro, estamos juntos”

Declaração de apoio à candidatura do pedetista à Presidência da República foi dada neste sábado (18), em inauguração de comitê do deputado federal André Figueiredo (PDT)

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

19 de agosto de 2018 às 10:18

Há 10 meses
Camilo Santana e Ciro Gomes se abraçando

Em discurso, o petista não poupou elogios ao presidenciável (FOTO: Reprodução/Nordestv)

O governador Camilo Santana (PT) declarou apoio ao candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) neste sábado (18), durante inauguração do comitê do deputado federal André Figueiredo (PDT). Em discurso, o petista não poupou elogios ao presidenciável: “quero dizer ao meu amigo Ciro que tenho uma forte admiração por ele, uma pessoa que estimulou todos nós dessa nova geração da política (…) Ciro, nós estamos juntos”.

A declaração vai de encontro ao que o governador havia dito em julho, no Encontro de Tática do PT. Na ocasião, Camilo informou que “em qualquer circunstância” estaria ao lado de Lula, cuja candidatura à Presidência da República foi oficializada no início de agosto, em São Paulo, apesar de estar preso por crime de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Em outro evento, na homologação da candidatura de Camilo ao governo do estado, no início do mês, o petista havia citado Lula e Ciro no discurso, mas sem mencionar apoio a nenhum dos dois.

Já no discurso deste sábado, o governador exaltou as atuações de Ciro, como governador, prefeito, deputado federal e Ministro da Fazenda. “Agora dá uma grande contribuição ao processo importantíssimo, democrático, que é o processo eleitoral que estamos vivendo em 2018. Quero dizer a você, que representa a esperança: ‘a esperança tem duas filhas: primeiro a indignação, depois a coragem’. Quero desejar toda a sorte do mundo, que Deus abençoe a sua missão, para que você possa cumprir essa missão pelo povo brasileiro”. 

Em cima do palanque, Camilo e Ciro se abraçaram. “O que está nesse palanque é um projeto que está em curso no Ceará, que o Ciro começou, que o Cid revolucionou e que eu tive a oportunidade de liderar nos últimos 3 anos e 7 meses”, disse Camilo.

Em entrevista, ao ser indagado pela reportagem da Nordestv/Band sobre a declaração de apoio de Camilo a Ciro e Lula, o pedetista afirmou que “as alianças são assim” e disse ser “natural” o processo. “Me sinto apoiado por ele. Mas deixa que o povo resolva. Ele é do PT, não é do meu partido. O povo do Ceará sabe quem é mais capaz de fazer por essa terra”, concluiu após também declarar apoio a Camilo: “apoiamos na primeira eleição dele. Com os aperfeiçoamentos necessários, pesando e medindo, o Camilo é um grande governador e merece ficar mais quatro anos”.

Publicidade

Dê sua opinião

NÃO POUPOU ELOGIOS

Camilo finalmente diz de que lado está: “Ciro, estamos juntos”

Declaração de apoio à candidatura do pedetista à Presidência da República foi dada neste sábado (18), em inauguração de comitê do deputado federal André Figueiredo (PDT)

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

19 de agosto de 2018 às 10:18

Há 10 meses
Camilo Santana e Ciro Gomes se abraçando

Em discurso, o petista não poupou elogios ao presidenciável (FOTO: Reprodução/Nordestv)

O governador Camilo Santana (PT) declarou apoio ao candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) neste sábado (18), durante inauguração do comitê do deputado federal André Figueiredo (PDT). Em discurso, o petista não poupou elogios ao presidenciável: “quero dizer ao meu amigo Ciro que tenho uma forte admiração por ele, uma pessoa que estimulou todos nós dessa nova geração da política (…) Ciro, nós estamos juntos”.

A declaração vai de encontro ao que o governador havia dito em julho, no Encontro de Tática do PT. Na ocasião, Camilo informou que “em qualquer circunstância” estaria ao lado de Lula, cuja candidatura à Presidência da República foi oficializada no início de agosto, em São Paulo, apesar de estar preso por crime de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Em outro evento, na homologação da candidatura de Camilo ao governo do estado, no início do mês, o petista havia citado Lula e Ciro no discurso, mas sem mencionar apoio a nenhum dos dois.

Já no discurso deste sábado, o governador exaltou as atuações de Ciro, como governador, prefeito, deputado federal e Ministro da Fazenda. “Agora dá uma grande contribuição ao processo importantíssimo, democrático, que é o processo eleitoral que estamos vivendo em 2018. Quero dizer a você, que representa a esperança: ‘a esperança tem duas filhas: primeiro a indignação, depois a coragem’. Quero desejar toda a sorte do mundo, que Deus abençoe a sua missão, para que você possa cumprir essa missão pelo povo brasileiro”. 

Em cima do palanque, Camilo e Ciro se abraçaram. “O que está nesse palanque é um projeto que está em curso no Ceará, que o Ciro começou, que o Cid revolucionou e que eu tive a oportunidade de liderar nos últimos 3 anos e 7 meses”, disse Camilo.

Em entrevista, ao ser indagado pela reportagem da Nordestv/Band sobre a declaração de apoio de Camilo a Ciro e Lula, o pedetista afirmou que “as alianças são assim” e disse ser “natural” o processo. “Me sinto apoiado por ele. Mas deixa que o povo resolva. Ele é do PT, não é do meu partido. O povo do Ceará sabe quem é mais capaz de fazer por essa terra”, concluiu após também declarar apoio a Camilo: “apoiamos na primeira eleição dele. Com os aperfeiçoamentos necessários, pesando e medindo, o Camilo é um grande governador e merece ficar mais quatro anos”.