Eunício Oliveira é vaiado por militância na inauguração do comitê de Camilo em Fortaleza

ALIANÇA INFORMAL

Eunício Oliveira é vaiado por militância na inauguração do comitê de Camilo Santana em Fortaleza

Quando percebeu as vaias ao citar Eunício Oliveira, Camilo ainda emendou discurso para falar que “na democracia, todo mundo é livre”

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

23 de agosto de 2018 às 16:32

Há 12 meses
Eunício foi vaiado ao ser citado por Camilo. (Foto: Divulgação/Facebook Camilo Santana)

Eunício foi vaiado ao ser citado por Camilo. (Foto: Divulgação/Facebook Camilo Santana)

O candidato à reeleição no Senado, Eunício Oliveira (MDB), foi vaiado durante a inauguração do comitê central da campanha do governador Camilo Santana (PT) na noite da quarta-feira (22), em Fortaleza. Mais cedo, o petista viajou ao Rio de Janeiro ao lado de Eunício para reunião no BNDES e faltou ao primeiro debate entre os candidatos ao Governo do Ceará.

Durante discurso, Camilo destacou a presença do presidente do Senado no evento. “Eu procurei o senador Eunício Oliveira e ele abriu as portas do Congresso Nacional”, disse Camilo, agradecendo a presença e a participação do senador.

Diante das vaias, Camilo emendou falando que, na democracia, “todo mundo é livre, mas é importante ter a coragem e a sinceridade de dizer as coisas no momento, como eu sempre tive coragem de dizer”.

Nas redes sociais, o governador, costumeiramente afeito a publicação de vídeos ao vivo, não disponibilizou seu discurso online. Há na página somente o discurso da vice, Izolda Cela (PDT). No discurso de Izolda, é possível ver Eunício ao fundo, aparentemente incomodado, com os braços cruzados na maior parte do tempo.

Durante os discursos, Eunício não aparece ao lado de Camilo, diferentemente do candidato ao Senado oficial na chapa do governador, Cid Gomes (PDT). Nas fotos, não há registros de Camilo ao lado de Eunício, apenas quando o enquadramento da imagem é o palco do evento.

O Diretório Nacional do PT e parte dos correligionários de Camilo no Ceará são contra a chapa informal que o governador decidiu formar com Eunício Oliveira, ex-adversário e um dos articuladores do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Ciro Gomes

No evento, a esposa do ex-governador Cid Gomes, Maria Célia, usou camisa preta em cujas costas podia-se ler “Ciro 12”. No sábado (18), o Camilo Santana declarou apoio ao presidenciável Ciro Gomes (PDT), durante inauguração do comitê do deputado federal André Figueiredo (PDT).

Em discurso, o petista não poupou elogios ao presidenciável: “quero dizer ao meu amigo Ciro que tenho uma forte admiração por ele, uma pessoa que estimulou todos nós dessa nova geração da política (…) Ciro, nós estamos juntos”.

Inauguração do comitê de Camilo Santana
1/2

Inauguração do comitê de Camilo Santana

Nome de Ciro visível no evento do PT. (Foto: Divulgação/Facebook Camilo Santana)

Inauguração do comitê de Camilo Santana
2/2

Inauguração do comitê de Camilo Santana

Cid se manteve ao lado de Camilo. (Foto: Divulgação/Facebook Camilo Santana)

Publicidade

Dê sua opinião

ALIANÇA INFORMAL

Eunício Oliveira é vaiado por militância na inauguração do comitê de Camilo Santana em Fortaleza

Quando percebeu as vaias ao citar Eunício Oliveira, Camilo ainda emendou discurso para falar que “na democracia, todo mundo é livre”

Por Tribuna do Ceará em Eleições 2018

23 de agosto de 2018 às 16:32

Há 12 meses
Eunício foi vaiado ao ser citado por Camilo. (Foto: Divulgação/Facebook Camilo Santana)

Eunício foi vaiado ao ser citado por Camilo. (Foto: Divulgação/Facebook Camilo Santana)

O candidato à reeleição no Senado, Eunício Oliveira (MDB), foi vaiado durante a inauguração do comitê central da campanha do governador Camilo Santana (PT) na noite da quarta-feira (22), em Fortaleza. Mais cedo, o petista viajou ao Rio de Janeiro ao lado de Eunício para reunião no BNDES e faltou ao primeiro debate entre os candidatos ao Governo do Ceará.

Durante discurso, Camilo destacou a presença do presidente do Senado no evento. “Eu procurei o senador Eunício Oliveira e ele abriu as portas do Congresso Nacional”, disse Camilo, agradecendo a presença e a participação do senador.

Diante das vaias, Camilo emendou falando que, na democracia, “todo mundo é livre, mas é importante ter a coragem e a sinceridade de dizer as coisas no momento, como eu sempre tive coragem de dizer”.

Nas redes sociais, o governador, costumeiramente afeito a publicação de vídeos ao vivo, não disponibilizou seu discurso online. Há na página somente o discurso da vice, Izolda Cela (PDT). No discurso de Izolda, é possível ver Eunício ao fundo, aparentemente incomodado, com os braços cruzados na maior parte do tempo.

Durante os discursos, Eunício não aparece ao lado de Camilo, diferentemente do candidato ao Senado oficial na chapa do governador, Cid Gomes (PDT). Nas fotos, não há registros de Camilo ao lado de Eunício, apenas quando o enquadramento da imagem é o palco do evento.

O Diretório Nacional do PT e parte dos correligionários de Camilo no Ceará são contra a chapa informal que o governador decidiu formar com Eunício Oliveira, ex-adversário e um dos articuladores do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Ciro Gomes

No evento, a esposa do ex-governador Cid Gomes, Maria Célia, usou camisa preta em cujas costas podia-se ler “Ciro 12”. No sábado (18), o Camilo Santana declarou apoio ao presidenciável Ciro Gomes (PDT), durante inauguração do comitê do deputado federal André Figueiredo (PDT).

Em discurso, o petista não poupou elogios ao presidenciável: “quero dizer ao meu amigo Ciro que tenho uma forte admiração por ele, uma pessoa que estimulou todos nós dessa nova geração da política (…) Ciro, nós estamos juntos”.

Inauguração do comitê de Camilo Santana
1/2

Inauguração do comitê de Camilo Santana

Nome de Ciro visível no evento do PT. (Foto: Divulgação/Facebook Camilo Santana)

Inauguração do comitê de Camilo Santana
2/2

Inauguração do comitê de Camilo Santana

Cid se manteve ao lado de Camilo. (Foto: Divulgação/Facebook Camilo Santana)