Haddad foge de polêmica após ataques de Cid Gomes: "amizade com Cid é a mesma"

SEM MAIS FOGO AMIGO

Haddad foge de polêmica após ataques de Cid Gomes: “amizade com Cid é a mesma”

O candidato do PT à Presidência disse não ter visto todo o vídeo em que Cid tece sequência de críticas ao partido

Por Jéssica Welma em Eleições 2018

16 de outubro de 2018 às 11:53

Há 10 meses
Fernando Haddad, pela pesquisa, iria para o 2° turno com Bolsonaro. (Foto: Ricardo Stuckert)

Fernando Haddad não entrou na polêmica aberta por Cid Gomes. (Foto: Ricardo Stuckert)

Atualizada às 15h30min

Em contrapartida aos ataques do senador eleito Cid Gomes (PDT) contra o PT, o presidenciável Fernando Haddad (PT) minimizou a polêmica e ressaltou amizade pessoal com o ex-governador. Em coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira (16), o candidato do PT disse não ter visto todo o vídeo em que Cid tece sequência de críticas ao partido.

“Essa coisa é meio acalorada. Não vou ficar comentando isso. Tenho amizade pessoal com Cid. Ele fez elogios a minha pessoa e prefiro sempre olhar o lado positivo”, disse Haddad.

Durante evento organizado pelo governador eleito Camilo Santana (PT) a favor da campanha de Haddad, Cid fez discurso cobrando “mea culpa” do PT e dizendo ser “bem feito o PT perder a eleição”. “Não admitir os erros que cometeram é para perder a eleição. Vão perder feio”, disse. “Porque fizeram muita besteira, porque aparelharam as repartições públicas, porque acharam que eram donos de um país, e o Brasil não aceita ter dono”, afirmou o senador eleito.

Cid ainda chamou militantes do PT de “babacas” após eles começarem a gritar “Lula livre”. “Lula tá preso, babaca”, disparou Cid, sendo vaiado. O episódio ganhou repercussão nacional e se tornou o assunto mais comentado no Twitter com a hashtag #LulaTáPresoBabaca.

Ao ser questionado sobre a situação, Fernando Haddad se esquivou de alimentar a polêmica. “Não vou comentar porque não vi o vídeo todo. No que me diz respeito, a amizade com Cid é a mesma, o apreço é o mesmo”, afirmou.

Os ataques de Cid são mais um episódio do desentendimento nacional entre PT e PDT desde que o partido de Lula articulou estratégia em diversos estados para minar a candidatura do irmão de Cid, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT). Ciro viajou para o Exterior após o 1° turno sem manifestar apoio a Haddad.

Em entrevista no programa Pânico, da rádio Jovem Pan de São Paulo, Haddad disse que Cid e Ciro “ficaram ressabiados com o PT por questões locais”. Ele disse ter sido o ministro da Educação “que mais investiu no Ceará” e lembrou ter recebido o título de Cidadão Cearense na Assembleia Legislativa do Ceará. “Sei que não é comigo o problema”, pontuou. “Meu respeito e o meu desejo que eles participem da campanha continua o mesmo”, acrescentou.

Acompanhe o caso:

16/10/2018 – Guimarães já fala em rompimento do PT com os Ferreira Gomes após o 2º turno

16/10/2018 – #LulaTaPresoBabaca: Ataque de Cid a Lula vira a hashtag mais comentada do Brasil no Twitter

16/10/2018 – “É bem feito o PT perder a eleição”, diz Cid Gomes em evento pró-Haddad em Fortaleza

16/10/2018 – Cid mira no PT e acerta em Camilo Santana: “Só foi governador porque o PDT apoiou!”

Publicidade

Dê sua opinião

SEM MAIS FOGO AMIGO

Haddad foge de polêmica após ataques de Cid Gomes: “amizade com Cid é a mesma”

O candidato do PT à Presidência disse não ter visto todo o vídeo em que Cid tece sequência de críticas ao partido

Por Jéssica Welma em Eleições 2018

16 de outubro de 2018 às 11:53

Há 10 meses
Fernando Haddad, pela pesquisa, iria para o 2° turno com Bolsonaro. (Foto: Ricardo Stuckert)

Fernando Haddad não entrou na polêmica aberta por Cid Gomes. (Foto: Ricardo Stuckert)

Atualizada às 15h30min

Em contrapartida aos ataques do senador eleito Cid Gomes (PDT) contra o PT, o presidenciável Fernando Haddad (PT) minimizou a polêmica e ressaltou amizade pessoal com o ex-governador. Em coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira (16), o candidato do PT disse não ter visto todo o vídeo em que Cid tece sequência de críticas ao partido.

“Essa coisa é meio acalorada. Não vou ficar comentando isso. Tenho amizade pessoal com Cid. Ele fez elogios a minha pessoa e prefiro sempre olhar o lado positivo”, disse Haddad.

Durante evento organizado pelo governador eleito Camilo Santana (PT) a favor da campanha de Haddad, Cid fez discurso cobrando “mea culpa” do PT e dizendo ser “bem feito o PT perder a eleição”. “Não admitir os erros que cometeram é para perder a eleição. Vão perder feio”, disse. “Porque fizeram muita besteira, porque aparelharam as repartições públicas, porque acharam que eram donos de um país, e o Brasil não aceita ter dono”, afirmou o senador eleito.

Cid ainda chamou militantes do PT de “babacas” após eles começarem a gritar “Lula livre”. “Lula tá preso, babaca”, disparou Cid, sendo vaiado. O episódio ganhou repercussão nacional e se tornou o assunto mais comentado no Twitter com a hashtag #LulaTáPresoBabaca.

Ao ser questionado sobre a situação, Fernando Haddad se esquivou de alimentar a polêmica. “Não vou comentar porque não vi o vídeo todo. No que me diz respeito, a amizade com Cid é a mesma, o apreço é o mesmo”, afirmou.

Os ataques de Cid são mais um episódio do desentendimento nacional entre PT e PDT desde que o partido de Lula articulou estratégia em diversos estados para minar a candidatura do irmão de Cid, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT). Ciro viajou para o Exterior após o 1° turno sem manifestar apoio a Haddad.

Em entrevista no programa Pânico, da rádio Jovem Pan de São Paulo, Haddad disse que Cid e Ciro “ficaram ressabiados com o PT por questões locais”. Ele disse ter sido o ministro da Educação “que mais investiu no Ceará” e lembrou ter recebido o título de Cidadão Cearense na Assembleia Legislativa do Ceará. “Sei que não é comigo o problema”, pontuou. “Meu respeito e o meu desejo que eles participem da campanha continua o mesmo”, acrescentou.

Acompanhe o caso:

16/10/2018 – Guimarães já fala em rompimento do PT com os Ferreira Gomes após o 2º turno

16/10/2018 – #LulaTaPresoBabaca: Ataque de Cid a Lula vira a hashtag mais comentada do Brasil no Twitter

16/10/2018 – “É bem feito o PT perder a eleição”, diz Cid Gomes em evento pró-Haddad em Fortaleza

16/10/2018 – Cid mira no PT e acerta em Camilo Santana: “Só foi governador porque o PDT apoiou!”