Três lutadores cearenses são nocauteados no UFC Goiânia


Três lutadores cearenses são nocauteados no UFC Goiânia

José Maria “Sem Chance”, Godofredo Pepey e Rony Jason foram derrotados por nocaute em lutas contra americanos, na noite deste sábado

Por Tribuna do Ceará em Esportes

10 de novembro de 2013 às 15:30

Há 6 anos
rony-jason

O cearense Rony Jason foi nocauteado com apenas 40 segundos (Foto: UFC/Divulgação)

Os três cearenses que entraram no octógono durante o UFC Goiânia, realizado na noite deste sábado (9), foram derrotados por nocaute.

Na primeira luta do card preliminar, José Maria “Sem Chance” perdeu para o americano Dustin Ortiz no 3º round. O cearense tem duas derrotas no seu histórico no UFC.

Na última luta do card preliminar, Godofredo Pepey foi derrotado pelo americano Sam Sicilia ainda no primeiro round. Foi sua terceira derrota em quatro lutas no UFC.

Já Rony Jason se saiu ainda pior. Na primeira luta do card principal, o cearense foi a nocaute com apenas 40 segundos, em disputa contra o americano Jeremy Stephens. Um baque para Jason, que vinha de três vitórias no UFC.

Confira análise do blog Zona de Luta, parceiro do Tribuna do Ceará.

Publicidade

Dê sua opinião

Três lutadores cearenses são nocauteados no UFC Goiânia

José Maria “Sem Chance”, Godofredo Pepey e Rony Jason foram derrotados por nocaute em lutas contra americanos, na noite deste sábado

Por Tribuna do Ceará em Esportes

10 de novembro de 2013 às 15:30

Há 6 anos
rony-jason

O cearense Rony Jason foi nocauteado com apenas 40 segundos (Foto: UFC/Divulgação)

Os três cearenses que entraram no octógono durante o UFC Goiânia, realizado na noite deste sábado (9), foram derrotados por nocaute.

Na primeira luta do card preliminar, José Maria “Sem Chance” perdeu para o americano Dustin Ortiz no 3º round. O cearense tem duas derrotas no seu histórico no UFC.

Na última luta do card preliminar, Godofredo Pepey foi derrotado pelo americano Sam Sicilia ainda no primeiro round. Foi sua terceira derrota em quatro lutas no UFC.

Já Rony Jason se saiu ainda pior. Na primeira luta do card principal, o cearense foi a nocaute com apenas 40 segundos, em disputa contra o americano Jeremy Stephens. Um baque para Jason, que vinha de três vitórias no UFC.

Confira análise do blog Zona de Luta, parceiro do Tribuna do Ceará.