São Gerardo recebe ação de combate ao calazar nesta terça-feira


São Gerardo recebe ação de combate ao calazar nesta terça-feira

Uma ação de combate ao calazar é promovida a partir desta terça-feira (11), na área do Alagadiço, no bairro São Gerardo, em Fortaleza. A previsão é de que a atividade seja feita até o dia 24

Por Rodrigo Cavalcante em Fortaleza

11 de setembro de 2012 às 09:50

Há 7 anos
Uma ação de combate ao calazar é promovida a partir desta terça-feira (11), na área do Alagadiço, no bairro São Gerardo, em Fortaleza

SER I realiza ação de prevenção do calazar (Foto: Divulgação)

Uma ação de combate ao calazar é promovida a partir desta terça-feira (11), na área do Alagadiço, no bairro São Gerardo, em Fortaleza. A previsão é de que a atividade seja feita até o dia 24. De acordo com a Secretaria Executiva Regional (SER) I, a meta dos 12 agentes sanitaristas da equipe de Zoonoses é de examinar cerca de mil cães do bairro.

Serão realizadas coletas de sangue de animais e abordagens educativas à população, alertando sobre sintomas e problemas causados pela doença. Caso seja constatada a doença, os agentes entram em contato com o dono do animal. A ação tem como objetivo prevenir o surgimento do mosquito palha, transmissor do calazar.

Doença

Leishmaniose visceral, ou calazar, é uma doença transmitida pelo mosquito-palha ou birigui que, ao picar, introduz na circulação do hospedeiro o protozoário Leishmania chagasi. A doença não é contagiosa nem se transmite diretamente de uma pessoa para outra, nem de um animal para outro, nem dos animais para as pessoas. A transmissão do parasita ocorre apenas através da picada do mosquito fêmea infectado.

Sintomas

Os principais sintomas do calazar são febre intermitente com semanas de duração, fraqueza, perda de apetite, emagrecimento, anemia, palidez, aumento do baço e do fígado, comprometimento da medula óssea, problemas respiratórios, diarreia, sangramentos na boca e nos intestinos.

Publicidade

Dê sua opinião

São Gerardo recebe ação de combate ao calazar nesta terça-feira

Uma ação de combate ao calazar é promovida a partir desta terça-feira (11), na área do Alagadiço, no bairro São Gerardo, em Fortaleza. A previsão é de que a atividade seja feita até o dia 24

Por Rodrigo Cavalcante em Fortaleza

11 de setembro de 2012 às 09:50

Há 7 anos
Uma ação de combate ao calazar é promovida a partir desta terça-feira (11), na área do Alagadiço, no bairro São Gerardo, em Fortaleza

SER I realiza ação de prevenção do calazar (Foto: Divulgação)

Uma ação de combate ao calazar é promovida a partir desta terça-feira (11), na área do Alagadiço, no bairro São Gerardo, em Fortaleza. A previsão é de que a atividade seja feita até o dia 24. De acordo com a Secretaria Executiva Regional (SER) I, a meta dos 12 agentes sanitaristas da equipe de Zoonoses é de examinar cerca de mil cães do bairro.

Serão realizadas coletas de sangue de animais e abordagens educativas à população, alertando sobre sintomas e problemas causados pela doença. Caso seja constatada a doença, os agentes entram em contato com o dono do animal. A ação tem como objetivo prevenir o surgimento do mosquito palha, transmissor do calazar.

Doença

Leishmaniose visceral, ou calazar, é uma doença transmitida pelo mosquito-palha ou birigui que, ao picar, introduz na circulação do hospedeiro o protozoário Leishmania chagasi. A doença não é contagiosa nem se transmite diretamente de uma pessoa para outra, nem de um animal para outro, nem dos animais para as pessoas. A transmissão do parasita ocorre apenas através da picada do mosquito fêmea infectado.

Sintomas

Os principais sintomas do calazar são febre intermitente com semanas de duração, fraqueza, perda de apetite, emagrecimento, anemia, palidez, aumento do baço e do fígado, comprometimento da medula óssea, problemas respiratórios, diarreia, sangramentos na boca e nos intestinos.