Cerca de 80 militares de Recife desembarcam na Base Aérea de Fortaleza - Noticias


Cerca de 80 militares de Recife desembarcam na Base Aérea de Fortaleza

Integrantes da Companhia de Choque do 4º Batalhão de Polícia do Exércio e do Pelotão de Comando e Controle de Recife desembarcaram na Base Aérea de Fortaleza na tarde deste domingo (1º)

Por Rodrigo Cavalcante em Fortaleza

1 de janeiro de 2012 às 17:34

Há 7 anos

Integrantes da Companhia de Choque do 4º Batalhão de Polícia do Exército e do Pelotão de Comando e Controle de Recife desembarcaram na Base Aérea de Fortaleza na tarde deste domingo (1º).

Cerca de 80 militares vão reforçar o efetivo, que já conta com a presença de policiais do Exército, Força de Segurança Nacional e Marinha.

O objetivo é garantir a segurança da população durante a greve dos policiais e bombeiros militares, que se iniciou no último dia 29 de dezembro.

Reivindicações

O presidente da Associação de Cabos e Soldados do Ceará, Flávio Sabino, disse ao Portal Jangadeiro Online, que caso o governador Cid Gomes conceda a anistia e o aumento da remuneração, além do compromisso do prosseguimento das negociações, os policiais e bombeiros retomam as atividades imediatamente

Leia mais:
Bombeiros e policiais do Raio aderem ao movimento dos PMs
Polícia diz que retorna às atividades caso Governo acate duas propostas
Cerca de 5 mil homens reforçam a segurança no Ceará

Redação Jangadeiro Online, com informações do repórter Jefferson Abreu

Publicidade

Dê sua opinião

Cerca de 80 militares de Recife desembarcam na Base Aérea de Fortaleza

Integrantes da Companhia de Choque do 4º Batalhão de Polícia do Exércio e do Pelotão de Comando e Controle de Recife desembarcaram na Base Aérea de Fortaleza na tarde deste domingo (1º)

Por Rodrigo Cavalcante em Fortaleza

1 de janeiro de 2012 às 17:34

Há 7 anos

Integrantes da Companhia de Choque do 4º Batalhão de Polícia do Exército e do Pelotão de Comando e Controle de Recife desembarcaram na Base Aérea de Fortaleza na tarde deste domingo (1º).

Cerca de 80 militares vão reforçar o efetivo, que já conta com a presença de policiais do Exército, Força de Segurança Nacional e Marinha.

O objetivo é garantir a segurança da população durante a greve dos policiais e bombeiros militares, que se iniciou no último dia 29 de dezembro.

Reivindicações

O presidente da Associação de Cabos e Soldados do Ceará, Flávio Sabino, disse ao Portal Jangadeiro Online, que caso o governador Cid Gomes conceda a anistia e o aumento da remuneração, além do compromisso do prosseguimento das negociações, os policiais e bombeiros retomam as atividades imediatamente

Leia mais:
Bombeiros e policiais do Raio aderem ao movimento dos PMs
Polícia diz que retorna às atividades caso Governo acate duas propostas
Cerca de 5 mil homens reforçam a segurança no Ceará

Redação Jangadeiro Online, com informações do repórter Jefferson Abreu