Deputado pede apoio de líder do Governo para que militares não sejam punidos - Noticias


Deputado pede apoio de líder do Governo para que militares não sejam punidos

O deputado Capitão Wagner (PR) solicitou, nesta terça-feira (8), ao líder do Governo, deputado Antonio Carlos (PT), que interceda pelos policias militares para que não sejam punidos por terem participado da sessão plenária

Por Tribuna do Ceará em Fortaleza

8 de novembro de 2011 às 16:31

Há 8 anos

Deputado Capitão Wagner (PR)

O deputado Capitão Wagner (PR) solicitou, nesta terça-feira (8), ao líder do Governo, deputado Antonio Carlos (PT), que interceda pelos policias militares para que não sejam punidos por terem participado da sessão plenária desta manhã.

Leia mais:
Policiais militares e bombeiros iniciam campanha salarial

“Os militares se portaram de maneira digna, por isso peço sua intervenção para que, junto aos comandos e ao secretário de segurança pública, não deixem que nada aconteça a eles”, pediu.

O parlamentar voltou a criticar a retirada do abono salarial dos policiais: “uma lei que tira R$ 430 de uma remuneração não pode ser boa. Esses profissionais ganham R$ 1.300 e complementavam sua renda com essa bolsa, imagine como está o orçamento deles?, indagou.

Com informações da Assembleia Legislativa

Publicidade

Dê sua opinião

Deputado pede apoio de líder do Governo para que militares não sejam punidos

O deputado Capitão Wagner (PR) solicitou, nesta terça-feira (8), ao líder do Governo, deputado Antonio Carlos (PT), que interceda pelos policias militares para que não sejam punidos por terem participado da sessão plenária

Por Tribuna do Ceará em Fortaleza

8 de novembro de 2011 às 16:31

Há 8 anos

Deputado Capitão Wagner (PR)

O deputado Capitão Wagner (PR) solicitou, nesta terça-feira (8), ao líder do Governo, deputado Antonio Carlos (PT), que interceda pelos policias militares para que não sejam punidos por terem participado da sessão plenária desta manhã.

Leia mais:
Policiais militares e bombeiros iniciam campanha salarial

“Os militares se portaram de maneira digna, por isso peço sua intervenção para que, junto aos comandos e ao secretário de segurança pública, não deixem que nada aconteça a eles”, pediu.

O parlamentar voltou a criticar a retirada do abono salarial dos policiais: “uma lei que tira R$ 430 de uma remuneração não pode ser boa. Esses profissionais ganham R$ 1.300 e complementavam sua renda com essa bolsa, imagine como está o orçamento deles?, indagou.

Com informações da Assembleia Legislativa