Fortaleza recebe ação preventiva contra o câncer de pele


Fortaleza recebe ação preventiva contra o câncer de pele

Em Fortaleza, três unidades de saúde farão atendimento no dia 24 de novembro: Centro de Dermatologia Dona Libânia, HGF e Hospital das Clínicas

Por Tribuna do Ceará em Fortaleza

8 de novembro de 2012 às 16:20

Há 7 anos

A ação acontece no dia 24 de novembro. Foto: Divulgação

Os postos de saúde de todo o país realizarão, no dia 24 de novembro, atividades de prevenção contra o câncer de pele, com o tema“Evite o câncer da pele: faça exame preventivo gratuito”. Em Fortaleza, três unidades de saúde farão atendimento: Centro de Dermatologia Dona Libânia, Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e Hospital das Clínicas.

De acordo Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), que promove o evento, serão feitos exames da pele, seguidos de orientações sobre os cuidados com a exposição solar, prevenção, autoexame e descoberta precoce da doença. Os casos com suspeita de câncer serão imediatamente encaminhados para tratamento gratuito. A previsão é atender cerca de 1500 pessoas somente na capital cearense.

“Ao longo de 13 anos, ela vem se tornando cada vez mais abrangente, e mobiliza dermatologistas de todo o país. Esta mobilização exige esforços e um esquema logístico bastante complexo, que são compensados pelo alto número de pacientes examinados e principalmente pelo fato de conseguirmos proporcionar o tratamento necessário àqueles atingidos pela doença”, afrima a presidente da SBD, médica Bogdana Victória Kadunc.

Informações sobre a doença

Segundo Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer da pele é o tumor que mais atinge os brasileiros, representando 25% de todos os tumores malignos. Para 2012, são estimados 134.170 novos casos no país, sendo a maioria para mulheres (71.490). O Ceará deverá registrar, este ano, cerca de 6 mil novos casos de câncer da pele, dos quais 4% relacionados ao melanoma (a mais grave das lesões devido ao seu alto potencial de produzir metástase).

De acordo com a SBD, a prevenção ao câncer da pele deve ser feita, principalmente, para as pessoas com os seguintes históricos: caso de câncer da pele na família; pele muito clara que sempre fica vermelha e nunca bronzeia; cabelos claros; olhos claros; possuem muitas pintas pelo corpo; já sofreram queimaduras pelo sol; possuem sardas na face e/ou ombros; já tiveram câncer da pele; tomaram muito sol sem proteção; possuem uma pinta que esta mudando de cor; possuem uma “feridinha” que não cicatriza e idosos.

Sobre o evento

O mutirão acontece por causa da comemoração Dia Nacional de Combate ao Câncer da Pele. Cerca de 1500 médicos voluntários, além de outros profissionais da área de saúde, realizarão atendimento gratuito em 25 estados brasileiros e no Distrito Federal, das 9 às 15 horas. Ao todo, 144 postos estarão abertos para a realização de análise e diagnóstico dos pacientes. A ação é promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Em 2011, a ação atendeu 31.697 pessoas, sendo que as mulheres foram maioria, com cerca de 20 mil atendimentos (60,75%). Do total de pessoas examinadas, 61,76% confessaram tomar sol sem qualquer proteção e 12,51% foram diagnosticadas com câncer da pele.

Publicidade

Dê sua opinião

Fortaleza recebe ação preventiva contra o câncer de pele

Em Fortaleza, três unidades de saúde farão atendimento no dia 24 de novembro: Centro de Dermatologia Dona Libânia, HGF e Hospital das Clínicas

Por Tribuna do Ceará em Fortaleza

8 de novembro de 2012 às 16:20

Há 7 anos

A ação acontece no dia 24 de novembro. Foto: Divulgação

Os postos de saúde de todo o país realizarão, no dia 24 de novembro, atividades de prevenção contra o câncer de pele, com o tema“Evite o câncer da pele: faça exame preventivo gratuito”. Em Fortaleza, três unidades de saúde farão atendimento: Centro de Dermatologia Dona Libânia, Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e Hospital das Clínicas.

De acordo Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), que promove o evento, serão feitos exames da pele, seguidos de orientações sobre os cuidados com a exposição solar, prevenção, autoexame e descoberta precoce da doença. Os casos com suspeita de câncer serão imediatamente encaminhados para tratamento gratuito. A previsão é atender cerca de 1500 pessoas somente na capital cearense.

“Ao longo de 13 anos, ela vem se tornando cada vez mais abrangente, e mobiliza dermatologistas de todo o país. Esta mobilização exige esforços e um esquema logístico bastante complexo, que são compensados pelo alto número de pacientes examinados e principalmente pelo fato de conseguirmos proporcionar o tratamento necessário àqueles atingidos pela doença”, afrima a presidente da SBD, médica Bogdana Victória Kadunc.

Informações sobre a doença

Segundo Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer da pele é o tumor que mais atinge os brasileiros, representando 25% de todos os tumores malignos. Para 2012, são estimados 134.170 novos casos no país, sendo a maioria para mulheres (71.490). O Ceará deverá registrar, este ano, cerca de 6 mil novos casos de câncer da pele, dos quais 4% relacionados ao melanoma (a mais grave das lesões devido ao seu alto potencial de produzir metástase).

De acordo com a SBD, a prevenção ao câncer da pele deve ser feita, principalmente, para as pessoas com os seguintes históricos: caso de câncer da pele na família; pele muito clara que sempre fica vermelha e nunca bronzeia; cabelos claros; olhos claros; possuem muitas pintas pelo corpo; já sofreram queimaduras pelo sol; possuem sardas na face e/ou ombros; já tiveram câncer da pele; tomaram muito sol sem proteção; possuem uma pinta que esta mudando de cor; possuem uma “feridinha” que não cicatriza e idosos.

Sobre o evento

O mutirão acontece por causa da comemoração Dia Nacional de Combate ao Câncer da Pele. Cerca de 1500 médicos voluntários, além de outros profissionais da área de saúde, realizarão atendimento gratuito em 25 estados brasileiros e no Distrito Federal, das 9 às 15 horas. Ao todo, 144 postos estarão abertos para a realização de análise e diagnóstico dos pacientes. A ação é promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Em 2011, a ação atendeu 31.697 pessoas, sendo que as mulheres foram maioria, com cerca de 20 mil atendimentos (60,75%). Do total de pessoas examinadas, 61,76% confessaram tomar sol sem qualquer proteção e 12,51% foram diagnosticadas com câncer da pele.