Guarda Municipal afirma que vai agir com “mais cautela” no acampamento do Cocó


Guarda Municipal afirma que vai agir com “mais cautela” no acampamento do Cocó

O secretário Francisco Veras, titular da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã, espera que os manifestantes se retirem pacificamente do acampamento no Cocó

Por Pedro Alves em Fortaleza

14 de agosto de 2013 às 21:57

Há 6 anos

O secretário municipal de Segurança Cidadã, Francisco Veras, afirmou nesta quarta-feira (14) que a Guarda Municipal de Fortaleza vai agir com “mais cautela” nos procedimentos para a retirada do acampamento no Parque do Cocó. Ele disse que, diante da decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) que libera a construção do viaduto na avenida Engenheiro Santana Júnior, a Prefeitura vai ter que “fazer cumprir as determinações legais”.

A expectativa da Guarda Municipal, segundo Veras, é que o grupo de manifestantes que está acampado há mais de um mês no local das obras do viaduto se retire de forma pacífica – o que seria, segundo ele, um ato de “respeito” às determinações legais.

“A gente vai estudar com calma a situação, porque a Prefeitura não tem interesse nenhum em que haja confronto com os manifestantes”, afirmou Veras, titular da secretaria que abriga o corpo e a estrutura da Guarda Municipal de Fortaleza.

Na madrugada do dia 7/8 para 8/8, cerca de 300 agentes da Guarda Municipal retiraram um grupo de aproximadamente 50 manifestantes que acampavam no Parque do Cocó desde o dia 12 de junho, em protesto contra a construção dos viadutos e a derrubada de árvores.

Houve confronto e os manifestantes relataram episódios de violência exagerada por parte da Guarda Municipal. A liberação da obra, publicada nesta quarta-feira, levanta expectativa sobre uma possível nova ação da Guarda Municipal. A decisão é assinada pelo desembargador federal Edilson Pereira Nobre Júnior, presidente em exercício do TRF-5.

Publicidade

Dê sua opinião

Guarda Municipal afirma que vai agir com “mais cautela” no acampamento do Cocó

O secretário Francisco Veras, titular da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã, espera que os manifestantes se retirem pacificamente do acampamento no Cocó

Por Pedro Alves em Fortaleza

14 de agosto de 2013 às 21:57

Há 6 anos

O secretário municipal de Segurança Cidadã, Francisco Veras, afirmou nesta quarta-feira (14) que a Guarda Municipal de Fortaleza vai agir com “mais cautela” nos procedimentos para a retirada do acampamento no Parque do Cocó. Ele disse que, diante da decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) que libera a construção do viaduto na avenida Engenheiro Santana Júnior, a Prefeitura vai ter que “fazer cumprir as determinações legais”.

A expectativa da Guarda Municipal, segundo Veras, é que o grupo de manifestantes que está acampado há mais de um mês no local das obras do viaduto se retire de forma pacífica – o que seria, segundo ele, um ato de “respeito” às determinações legais.

“A gente vai estudar com calma a situação, porque a Prefeitura não tem interesse nenhum em que haja confronto com os manifestantes”, afirmou Veras, titular da secretaria que abriga o corpo e a estrutura da Guarda Municipal de Fortaleza.

Na madrugada do dia 7/8 para 8/8, cerca de 300 agentes da Guarda Municipal retiraram um grupo de aproximadamente 50 manifestantes que acampavam no Parque do Cocó desde o dia 12 de junho, em protesto contra a construção dos viadutos e a derrubada de árvores.

Houve confronto e os manifestantes relataram episódios de violência exagerada por parte da Guarda Municipal. A liberação da obra, publicada nesta quarta-feira, levanta expectativa sobre uma possível nova ação da Guarda Municipal. A decisão é assinada pelo desembargador federal Edilson Pereira Nobre Júnior, presidente em exercício do TRF-5.