Italianos são os principais turistas de Fortaleza, querem sol e praia e gastam R$ 165 por dia


Italianos são os principais turistas de Fortaleza, querem sol e praia, e gastam R$ 165 por dia

Conforme a pesquisa do Ministério do Turismo, o item mais satisfatório na infraestrutura da cidade foi apontado como o serviço de táxi, com 91,44% das respostas

Por Roberta Tavares em Fortaleza

2 de julho de 2013 às 15:12

Há 6 anos

Fortaleza, Terra do Sol, conhecida por suas belezas naturais e por seu povo alegre e hospitaleiro, tem como principais atrações turísticas as praias e o clima. Afinal, quando se comenta sobre a cidade para um turista, lembra-se logo de sol, praia, comida típica e gente bem humorada.

Os italianos (21,7%) e os portugueses (14,6%) são os que mais visitam a cidade, terra natal dos escritores José de Alencar e Rachel de Queiroz, e do humorista Chico Anysio. De acordo com o perfil da Demanda Turística Internacional, do Ministério do Turismo, os estrangeiros visitam a capital principalmente à procura de lazer, com 55,5% das respostas; seguida por negócios, eventos e convenções, com 13,7%. Os dados são um média dos anos 2005 a 2011.

Mesmo sabendo que Fortaleza é uma opção praiana bastante conhecida, grande eventos ajudam a divulgar, ainda mais, a cidade para outros continentes

Aspectos naturais, como clima e belas praias, atraem turistas (FOTO: Secretaria de Turismo/Divulgação)

A pesquisa, que divulga informações sobre o turismo internacional, foi realizada de 2005 a 2011, nos principais portões de entrada de turistas do Brasil. Segundo o relatório, a maioria dos estrangeiros são do sexo masculino, vêm sozinhos (42,3%) para a cidade; e gastam, em média, 74 dólares por dia, o equivalente a R$ 165,67.

Megaeventos

O talento para receber os visitantes capacitou Fortaleza para receber grandes eventos como a Copa das Confederações e a Copa do Mundo de 2014. Segundo o governo estadual, a cidade foi a sede que atraiu o maior número de turistas estrangeiros durante a Copa das Confederações.

A semifinal disputada por Espanha e Itália, por exemplo, reuniu o maior público da nova Arena Castelão. Mais de 56 mil pessoas compareceram ao estádio para assistir ao clássico europeu.

“Fortaleza ganhou muita visibilidade nacional e internacional. Temos tudo para fazer ainda melhor na Copa do Mundo. Mostramos a muitos as nossas belezas naturais, a nossa culinária, nossa cultura, nossa hospitalidade, o carinho que o cearense reserva para quem vem conhecer a nossa terra”, afirma o secretário especial da Copa de 2014, Ferruccio Feitosa.

Pontos turísticos

Segundo a Secretaria de Turismo de Fortaleza, locais como Avenida Beira-Mar, Praia do Futuro, Beach Park, Centro Cultural Dragão do Mar, Centro das Tapioqueiras e Mercado Central são atrativos de admiração tanto local quanto internacional. “Há também os museus da Cultura Cearense, da Imagem e do Som, de Arte Contemporânea, do Ceará e o Planetário (do Centro Cultural Dragão do Mar)”, acrescenta a secretaria.

Positivos e negativos

Conforme a pesquisa do Ministério do Turismo, o item mais satisfatório na infraestrutura da cidade foi apontado como o serviço de táxi, com 91,44% das respostas. De acordo com o presidente do Sindicato dos Taxistas do Ceará (Sinditaxi), Vicente de Paula, os profissionais são capacitados para atender os usuários.

“Essa pesquisa é muito importante para nós, porque sempre procuramos manter o taxista qualificado, treinado em curso de capacitação de inglês e espanhol. Afinal, muitas vezes ele é o informante dos estrangeiros”, conta.

Apesar do alto nível de satisfação dos turistas, alguns erros em Fortaleza devem ser solucionados. Segundo a pesquisa, os problemas mais recorrentes apontados pelos turistas são limpeza pública, sinalização e rodovias.

Brasil

No país, as viagens a lazer (44,74%) são mais comuns que as viagens a negócios (26,2%) em 2011. Em compensação, os gastos por dia dos turistas que viajam a negócios (110,80%) continuam superiores aos dos visitantes que viajam a lazer (67,58%).

Ainda segundo o levantamento, as cidades mais procuradas para o lazer são Rio de Janeiro (29,28%), Foz do Iguaçu (19,11) e Florianópolis (16,44%). Para o turismo de negócios se destacam São Paulo (51,25%), Rio de Janeiro (23,35%) e Curitiba (4,76%).

A pesquisa revelou perfil socioeconômico dos turistas, as características da viagem e a avaliação dos estrangeiros que visitam o Brasil sobre os serviços e equipamentos turísticos do país. Um total de 39 mil turistas foram ouvidos em 16 aeroportos internacionais, que respondem por 99% do fluxo internacional aéreo e 11 portais terrestres. Os questionários foram aplicados nos períodos de alta, baixa e média estações.

Publicidade

Dê sua opinião

Italianos são os principais turistas de Fortaleza, querem sol e praia, e gastam R$ 165 por dia

Conforme a pesquisa do Ministério do Turismo, o item mais satisfatório na infraestrutura da cidade foi apontado como o serviço de táxi, com 91,44% das respostas

Por Roberta Tavares em Fortaleza

2 de julho de 2013 às 15:12

Há 6 anos

Fortaleza, Terra do Sol, conhecida por suas belezas naturais e por seu povo alegre e hospitaleiro, tem como principais atrações turísticas as praias e o clima. Afinal, quando se comenta sobre a cidade para um turista, lembra-se logo de sol, praia, comida típica e gente bem humorada.

Os italianos (21,7%) e os portugueses (14,6%) são os que mais visitam a cidade, terra natal dos escritores José de Alencar e Rachel de Queiroz, e do humorista Chico Anysio. De acordo com o perfil da Demanda Turística Internacional, do Ministério do Turismo, os estrangeiros visitam a capital principalmente à procura de lazer, com 55,5% das respostas; seguida por negócios, eventos e convenções, com 13,7%. Os dados são um média dos anos 2005 a 2011.

Mesmo sabendo que Fortaleza é uma opção praiana bastante conhecida, grande eventos ajudam a divulgar, ainda mais, a cidade para outros continentes

Aspectos naturais, como clima e belas praias, atraem turistas (FOTO: Secretaria de Turismo/Divulgação)

A pesquisa, que divulga informações sobre o turismo internacional, foi realizada de 2005 a 2011, nos principais portões de entrada de turistas do Brasil. Segundo o relatório, a maioria dos estrangeiros são do sexo masculino, vêm sozinhos (42,3%) para a cidade; e gastam, em média, 74 dólares por dia, o equivalente a R$ 165,67.

Megaeventos

O talento para receber os visitantes capacitou Fortaleza para receber grandes eventos como a Copa das Confederações e a Copa do Mundo de 2014. Segundo o governo estadual, a cidade foi a sede que atraiu o maior número de turistas estrangeiros durante a Copa das Confederações.

A semifinal disputada por Espanha e Itália, por exemplo, reuniu o maior público da nova Arena Castelão. Mais de 56 mil pessoas compareceram ao estádio para assistir ao clássico europeu.

“Fortaleza ganhou muita visibilidade nacional e internacional. Temos tudo para fazer ainda melhor na Copa do Mundo. Mostramos a muitos as nossas belezas naturais, a nossa culinária, nossa cultura, nossa hospitalidade, o carinho que o cearense reserva para quem vem conhecer a nossa terra”, afirma o secretário especial da Copa de 2014, Ferruccio Feitosa.

Pontos turísticos

Segundo a Secretaria de Turismo de Fortaleza, locais como Avenida Beira-Mar, Praia do Futuro, Beach Park, Centro Cultural Dragão do Mar, Centro das Tapioqueiras e Mercado Central são atrativos de admiração tanto local quanto internacional. “Há também os museus da Cultura Cearense, da Imagem e do Som, de Arte Contemporânea, do Ceará e o Planetário (do Centro Cultural Dragão do Mar)”, acrescenta a secretaria.

Positivos e negativos

Conforme a pesquisa do Ministério do Turismo, o item mais satisfatório na infraestrutura da cidade foi apontado como o serviço de táxi, com 91,44% das respostas. De acordo com o presidente do Sindicato dos Taxistas do Ceará (Sinditaxi), Vicente de Paula, os profissionais são capacitados para atender os usuários.

“Essa pesquisa é muito importante para nós, porque sempre procuramos manter o taxista qualificado, treinado em curso de capacitação de inglês e espanhol. Afinal, muitas vezes ele é o informante dos estrangeiros”, conta.

Apesar do alto nível de satisfação dos turistas, alguns erros em Fortaleza devem ser solucionados. Segundo a pesquisa, os problemas mais recorrentes apontados pelos turistas são limpeza pública, sinalização e rodovias.

Brasil

No país, as viagens a lazer (44,74%) são mais comuns que as viagens a negócios (26,2%) em 2011. Em compensação, os gastos por dia dos turistas que viajam a negócios (110,80%) continuam superiores aos dos visitantes que viajam a lazer (67,58%).

Ainda segundo o levantamento, as cidades mais procuradas para o lazer são Rio de Janeiro (29,28%), Foz do Iguaçu (19,11) e Florianópolis (16,44%). Para o turismo de negócios se destacam São Paulo (51,25%), Rio de Janeiro (23,35%) e Curitiba (4,76%).

A pesquisa revelou perfil socioeconômico dos turistas, as características da viagem e a avaliação dos estrangeiros que visitam o Brasil sobre os serviços e equipamentos turísticos do país. Um total de 39 mil turistas foram ouvidos em 16 aeroportos internacionais, que respondem por 99% do fluxo internacional aéreo e 11 portais terrestres. Os questionários foram aplicados nos períodos de alta, baixa e média estações.