Mais de 200 cubanos do Mais Médicos chegam a Fortaleza


Mais de 200 cubanos do Mais Médicos chegam a Fortaleza

Além da capital cearense, os profissionais desembarcam em mais três cidades: Brasília (1.872), São Paulo (300) e Belo Horizonte (192)

Por Tribuna do Ceará em Fortaleza

3 de novembro de 2013 às 09:27

Há 6 anos

Mais 236 cubanos chegam em Fortaleza, nesta segunda-feira (4), para participar do Programa Mais Médicos. Além da capital cearense, os profissionais desembarcam em mais três cidades: Brasília (1.872), São Paulo (300) e Belo Horizonte (192).

Mais 236 cubanos chegam em Fortaleza, nesta segunda-feira (4), para participar do Programa Mais Médicos  (FOTO: Divulgação/Ministério da Saúde)

Mais 236 cubanos chegam em Fortaleza, nesta segunda-feira (4), para participar do Programa Mais Médicos (FOTO: Divulgação/Ministério da Saúde)

De acordo com o Ministério da Saúde, são 3 mil cubanos que chegam ao Brasil. Eles ocuparão vagas ociosas da segunda etapa do programa, não preenchidas por candidatos brasileiros e demais estrangeiros. O primeiro grupo, formado por 2,6 mil médicos, chega ao país até 10 de novembro. Os 400 restantes, na semana seguinte.

Eles vão cursar o módulo de acolhimento e avaliação do programa nas capitais dos estados onde devem atuar. A etapa terá início para o primeiro grupo (os 2,6 mil médicos) em 12 de novembro.

No período, eles estudam as doenças mais comuns da região e conhecem a estrutura hospitalar e de emergência da rede pública. Segundo o ministério, a previsão é que o novo grupo de cubanos comece a fazer os atendimentos nos municípios em dezembro.

Balanço

Com a chegada de mais esse grupo, o programa fechará 2013 com mais de 6.600 profissionais, ampliando a cobertura para 22,7 milhões de pessoas. A meta do governo federal é atender a demanda por 12.996 médicos até março de 2014.

Novas seleções serão abertas em 2013. Atualmente, 3.664 profissionais participam do Mais Médicos, sendo 819 brasileiros e 2.845 estrangeiros. Eles atendem à população de 1.098 municípios e 19 distritos indígenas, a maioria no Norte e no Nordeste.

Os profissionais recebem bolsa de R$ 10 mil por mês e ajuda de custo, pagos pelo Ministério da Saúde. Os municípios são responsáveis por garantir alimentação e moradia.

*Com informações da Agência Brasil

Publicidade

Dê sua opinião

Mais de 200 cubanos do Mais Médicos chegam a Fortaleza

Além da capital cearense, os profissionais desembarcam em mais três cidades: Brasília (1.872), São Paulo (300) e Belo Horizonte (192)

Por Tribuna do Ceará em Fortaleza

3 de novembro de 2013 às 09:27

Há 6 anos

Mais 236 cubanos chegam em Fortaleza, nesta segunda-feira (4), para participar do Programa Mais Médicos. Além da capital cearense, os profissionais desembarcam em mais três cidades: Brasília (1.872), São Paulo (300) e Belo Horizonte (192).

Mais 236 cubanos chegam em Fortaleza, nesta segunda-feira (4), para participar do Programa Mais Médicos  (FOTO: Divulgação/Ministério da Saúde)

Mais 236 cubanos chegam em Fortaleza, nesta segunda-feira (4), para participar do Programa Mais Médicos (FOTO: Divulgação/Ministério da Saúde)

De acordo com o Ministério da Saúde, são 3 mil cubanos que chegam ao Brasil. Eles ocuparão vagas ociosas da segunda etapa do programa, não preenchidas por candidatos brasileiros e demais estrangeiros. O primeiro grupo, formado por 2,6 mil médicos, chega ao país até 10 de novembro. Os 400 restantes, na semana seguinte.

Eles vão cursar o módulo de acolhimento e avaliação do programa nas capitais dos estados onde devem atuar. A etapa terá início para o primeiro grupo (os 2,6 mil médicos) em 12 de novembro.

No período, eles estudam as doenças mais comuns da região e conhecem a estrutura hospitalar e de emergência da rede pública. Segundo o ministério, a previsão é que o novo grupo de cubanos comece a fazer os atendimentos nos municípios em dezembro.

Balanço

Com a chegada de mais esse grupo, o programa fechará 2013 com mais de 6.600 profissionais, ampliando a cobertura para 22,7 milhões de pessoas. A meta do governo federal é atender a demanda por 12.996 médicos até março de 2014.

Novas seleções serão abertas em 2013. Atualmente, 3.664 profissionais participam do Mais Médicos, sendo 819 brasileiros e 2.845 estrangeiros. Eles atendem à população de 1.098 municípios e 19 distritos indígenas, a maioria no Norte e no Nordeste.

Os profissionais recebem bolsa de R$ 10 mil por mês e ajuda de custo, pagos pelo Ministério da Saúde. Os municípios são responsáveis por garantir alimentação e moradia.

*Com informações da Agência Brasil