ONU anuncia que o Brasil tem 11 das 30 cidades mais violentas do mundo


ONU anuncia que Fortaleza é a sede mais violenta da Copa do Mundo

Segundo a ONU, a taxa de homicídios de Fortaleza é quatro vezes maior que o limite considerado grave. O estudo confirma documento divulgado por ONG mexicana

Por Marcella Ruchet em Fortaleza

10 de abril de 2014 às 18:31

Há 5 anos

O Brasil tem 11 das 30 cidades mais violentas do planeta. O levantamento do Escritório sobre Drogas e Crimes nas Nações Unidas foi feito com base em assassinatos ocorridos do ano de 2012 e aponta Fortaleza como a 7ª cidade mais perigosa do mundo, perdendo para Maceió, que ficou na 5ª posição.

Segundo a ONU, taxas de homicídios acima de 20 por 100 mil habitantes são consideradas como graves pelos especialistas. Fortaleza possui uma taxa de 79.42 homicídios por 100 mil habitantes, número muito acima da média.

Fortaleza é a sétima cidade mais violenta do mundo segundo levantamento da ONU (FOTO: Tribuna do Ceará)

Fortaleza é a sétima cidade mais violenta do mundo segundo levantamento da ONU (FOTO: Tribuna do Ceará)

A informação veio a confirmar o que já havia sido anunciado pela ONG mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, em março deste ano. A ONG divulgou uma lista onde aponta que Fortaleza é a 7ª cidade mais violenta do mundo. A lista mostra ainda que 16 cidades das 50 listadas são brasileiras. E entre essas cidades seis vão receber jogos da Copa do Mundo: Fortaleza, Natal, Salvador, Manaus, Recife e Belo Horizonte.

Números

Os números são alarmantes. Até a metade de março de 2014, menos de três meses do início do ano, 766 pessoas foram mortas somente na capital, sendo 433 por ama de fogo. Os dados são da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel). E os números oficiais da SSPDS comprovam. Em 2014, a cada dia 9,8 pessoas são assassinadas em Fortaleza.

>LEIA MAIS:

O levantamento da ONU aponta ainda que o Iraque, no Oriente Médio, tem índice de homicídios de oito para 100 mil habitantes, muito inferior ao de Fortaleza. Um levantamento foi feito pelo Tribuna do Ceará e constatou que de 2007 a 2014 foram registrados 20.740 homicídios no Estado (sendo 2.860 por ano). A estatística é praticamente igual ao número de soldados mortos durante os oito anos e nove meses da guerra do Iraque, com 21.428 (2.448 por ano).

E a situação se agrava pois o estado ainda tem 58.567 mandados de prisão em aberto, ou seja, muitos assaltantes e homicidas continuam soltos. Se fossem presos, eles lotariam a Arena Castelão. Os dados são do Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Ceará (Sinpol).

Publicidade

Dê sua opinião

ONU anuncia que Fortaleza é a sede mais violenta da Copa do Mundo

Segundo a ONU, a taxa de homicídios de Fortaleza é quatro vezes maior que o limite considerado grave. O estudo confirma documento divulgado por ONG mexicana

Por Marcella Ruchet em Fortaleza

10 de abril de 2014 às 18:31

Há 5 anos

O Brasil tem 11 das 30 cidades mais violentas do planeta. O levantamento do Escritório sobre Drogas e Crimes nas Nações Unidas foi feito com base em assassinatos ocorridos do ano de 2012 e aponta Fortaleza como a 7ª cidade mais perigosa do mundo, perdendo para Maceió, que ficou na 5ª posição.

Segundo a ONU, taxas de homicídios acima de 20 por 100 mil habitantes são consideradas como graves pelos especialistas. Fortaleza possui uma taxa de 79.42 homicídios por 100 mil habitantes, número muito acima da média.

Fortaleza é a sétima cidade mais violenta do mundo segundo levantamento da ONU (FOTO: Tribuna do Ceará)

Fortaleza é a sétima cidade mais violenta do mundo segundo levantamento da ONU (FOTO: Tribuna do Ceará)

A informação veio a confirmar o que já havia sido anunciado pela ONG mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, em março deste ano. A ONG divulgou uma lista onde aponta que Fortaleza é a 7ª cidade mais violenta do mundo. A lista mostra ainda que 16 cidades das 50 listadas são brasileiras. E entre essas cidades seis vão receber jogos da Copa do Mundo: Fortaleza, Natal, Salvador, Manaus, Recife e Belo Horizonte.

Números

Os números são alarmantes. Até a metade de março de 2014, menos de três meses do início do ano, 766 pessoas foram mortas somente na capital, sendo 433 por ama de fogo. Os dados são da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel). E os números oficiais da SSPDS comprovam. Em 2014, a cada dia 9,8 pessoas são assassinadas em Fortaleza.

>LEIA MAIS:

O levantamento da ONU aponta ainda que o Iraque, no Oriente Médio, tem índice de homicídios de oito para 100 mil habitantes, muito inferior ao de Fortaleza. Um levantamento foi feito pelo Tribuna do Ceará e constatou que de 2007 a 2014 foram registrados 20.740 homicídios no Estado (sendo 2.860 por ano). A estatística é praticamente igual ao número de soldados mortos durante os oito anos e nove meses da guerra do Iraque, com 21.428 (2.448 por ano).

E a situação se agrava pois o estado ainda tem 58.567 mandados de prisão em aberto, ou seja, muitos assaltantes e homicidas continuam soltos. Se fossem presos, eles lotariam a Arena Castelão. Os dados são do Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Ceará (Sinpol).