Dois anos depois da instalação na Rua Ana Bilhar, ciclofaixas se incorporam à rotina da cidade


Dois anos depois da instalação na Rua Ana Bilhar, ciclofaixas se incorporam à rotina da cidade

Fortaleza possui 128 km de infraestrutura cicloviária, e o número chegará a 216 km até 2016. Diferente de como era em setembro de 2013

Por Rosana Romão em Mobilidade Urbana

30 de setembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Uso das ciclofaixas é mais intenso por pessoas se deslocando para o trabalho. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Uso das ciclofaixas é mais intenso por pessoas se deslocando para o trabalho. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Quem torceu o nariz à implantação das ciclofaixas em 2013, hoje precisa admitir o avanço que a inovação trouxe à mobilidade urbana de Fortaleza. Graças a esse incentivo, os fortalezenses se sentiram motivados para pedalar pela cidade e até substituir o carro pela bike. O Tribuna do Ceará fez um retrospecto sobre o início da cultura ciclista na cidade até o presente momento, avaliando os desafios, melhorias e críticas.

No dia 20 de setembro de 2013, a Prefeitura de Fortaleza implantou a primeira ciclofaixa da atual gestão, na Rua Ana Bilhar, entre as vias Coronel Manoel Jesuíno e José Vilar. Depois, em outubro do mesmo ano, foi a vez da Rua Canuto de Aguiar, também no Bairro Varjota. Na época, os motoristas reclamaram que as vias ficaram mais estreitas, prejudicando a passagem dos carros e reclamaram que as ciclofaixas eram inúteis.

Para testar a usabilidade das vias exclusivas para bicicletas, em dezembro de 2013 o Tribuna do Ceará foi às vias e ficou de plantão durante quatro dias consecutivos contando bicicletas que passavam pelo local, em 48 horas no total. Seis repórteres se revezaram durante manhã, tarde e noite nas ruas Ana Bilhar e Canuto de Aguiar. O resultado, publicado no hotsite “Pedala, Fortaleza!“, foi o contrário das reclamações dos motoristas: foi comprovada a utilidade das ciclofaixas.

No período, passaram um total de 1.109 bicicletas. Média de 23 por hora. Ou de um ciclista a cada 2 minutos e meio. O índice era superior à circulação nas vias antes da instalação das ciclofaixas, que era de 16 por hora, segundo estudo da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC). Dentre as bicicletas contabilizadas, a imensa maioria no guidão era formada por trabalhadores. Isso ficava evidente pelas bolsas e mochilas que carregavam.

O visual tradicional de quem pedala por prazer foi mais comum em dois horários, no início da manhã e no fim de tarde. Mesmo entre eles, houve quem adotasse as bicicletas após a chegada das ciclofaixas. Sinal de que havia espaço para uma nova cultura. Cultura essa que se intensificou nos últimos dois anos, com os demais incentivos ao uso da bicicleta, como a ampliação da estrutura cicloviária, a criação do Bicicletar – programa de bicicletas compartilhadas – e a Ciclofaixa do Lazer. Essas iniciativas impulsionaram a nova cultura, tornando cada vez mais comum pessoas pedalando na cidade.

Ciclofaixa da Rua Ana Bilhar, implantada pelo Massa Crítica em 2013. (FOTO: Reprodução/ Youtube)

Ciclofaixa da Rua Ana Bilhar, implantada pelo Massa Crítica em 2013. (FOTO: Reprodução/ Youtube)

Revolução Cicloviária

Em 4 de julho de 2013, o grupo Massa Crítica pintou uma ciclofaixa na Rua Ana Bilhar para pressionar a prefeitura pela implantação. Eles se reuniram às 6h com barbante, gesso, trena, carrinho de supermercado, stêncil, spray e tinta para implantar uma “revolução cicloviária” através da ciclofaixa. O processo está registrado em vídeo publicado na internet.

Com cerca de R$ 350 gastos na pintura da ciclofaixa que percorreu 30 quarteirões, eles conseguiram chamar a atenção da população sobre a necessidade de criar um espaço reservado para o modal. Em setembro de 2013, a Prefeitura de Fortaleza oficializou a ciclofaixa. Sem um representante específico, o grupo intitula como um coletivo, do qual um não fala por todos. “Vemos com bons olhos a iniciativa da prefeitura, mas cobramos mais celeridade nas ações. Nosso plano cicloviário tem duração de 15 anos. Tem cidades menores do que Fortaleza que em dois anos construíram muito mais do que 128 quilômetros de estrutura cicloviária”, declara o grupo.

Já o Grupo Ciclovida, que costuma contabilizar a quantidade de ciclistas em determinadas vias declara que é essencial criar uma ciclofaixa na Avenida Domingos Olímpio. De acordo com as contagens, a via recebe 3,6 ciclistas por minuto, além de dar continuidade a uma das avenidas com o maior fluxo de ciclistas, a Bezerra de Menezes.

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
1/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
2/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
3/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
4/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
5/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
6/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
7/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
8/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
9/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
10/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
11/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
12/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
13/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
14/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
15/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
16/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
17/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
18/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
19/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
20/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
21/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos depois, o Tribuna do Ceará voltou ao lugar para constatar as mudanças. O uso da ciclofaixa é mais intenso entre as pessoas que utilizam o modal para se deslocar de casa para o trabalho. Durante 20 minutos nas ciclofaixas das ruas Ana Bilhar e Canuto de Aguiar, cinco motos e oito carros passaram por cima das ciclofaixas. Ao perceberem que estavam sendo fotografados, saíram instantaneamente da via exclusiva para as bicicletas.

O lavador de carros Gabriel Lima comemora o espaço exclusivo para os ciclistas. “Eu sempre andei por aqui, antes tinha mais dificuldade. Hoje tá é bom, com um lado só pra gente. Ainda tem uns que não respeitam, mas não vale a pena se estressar”, afirma. A opinião é compartilhada pelo também ciclista, Francisco Trindade, de 52 anos. “Olha, melhorou muito, dá até para fazer rotas só pelas ciclofaixas. De vez em quando aparece um gaiato de carro, mas a grande maioria até que respeita”, complementa.

Em 2015, Fortaleza já possui 128,8 quilômetros de infraestrutura cicloviária, sendo 78,8 km de ciclovias e 50 km de ciclofaixas. A mais recentemente foi implantada na Rua Érico Mota, partindo da Avenida Bezerra de Menezes, cruzando a Avenida Jovita Feitosa até chegar à Rua César Fontenele, ligando os bairros Amadeu Furtado e Parquelândia.

Portanto, a malha cicloviária na atual gestão já registra um aumento de 55,8 km, evidenciando uma ampliação de 76,4%. Por meio do Programa de Expansão da Malha Cicloviária, a cidade terá 216 km de infraestruturas cicloviárias expandidas até agosto de 2016.

Publicidade

Dê sua opinião

Dois anos depois da instalação na Rua Ana Bilhar, ciclofaixas se incorporam à rotina da cidade

Fortaleza possui 128 km de infraestrutura cicloviária, e o número chegará a 216 km até 2016. Diferente de como era em setembro de 2013

Por Rosana Romão em Mobilidade Urbana

30 de setembro de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Uso das ciclofaixas é mais intenso por pessoas se deslocando para o trabalho. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Uso das ciclofaixas é mais intenso por pessoas se deslocando para o trabalho. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Quem torceu o nariz à implantação das ciclofaixas em 2013, hoje precisa admitir o avanço que a inovação trouxe à mobilidade urbana de Fortaleza. Graças a esse incentivo, os fortalezenses se sentiram motivados para pedalar pela cidade e até substituir o carro pela bike. O Tribuna do Ceará fez um retrospecto sobre o início da cultura ciclista na cidade até o presente momento, avaliando os desafios, melhorias e críticas.

No dia 20 de setembro de 2013, a Prefeitura de Fortaleza implantou a primeira ciclofaixa da atual gestão, na Rua Ana Bilhar, entre as vias Coronel Manoel Jesuíno e José Vilar. Depois, em outubro do mesmo ano, foi a vez da Rua Canuto de Aguiar, também no Bairro Varjota. Na época, os motoristas reclamaram que as vias ficaram mais estreitas, prejudicando a passagem dos carros e reclamaram que as ciclofaixas eram inúteis.

Para testar a usabilidade das vias exclusivas para bicicletas, em dezembro de 2013 o Tribuna do Ceará foi às vias e ficou de plantão durante quatro dias consecutivos contando bicicletas que passavam pelo local, em 48 horas no total. Seis repórteres se revezaram durante manhã, tarde e noite nas ruas Ana Bilhar e Canuto de Aguiar. O resultado, publicado no hotsite “Pedala, Fortaleza!“, foi o contrário das reclamações dos motoristas: foi comprovada a utilidade das ciclofaixas.

No período, passaram um total de 1.109 bicicletas. Média de 23 por hora. Ou de um ciclista a cada 2 minutos e meio. O índice era superior à circulação nas vias antes da instalação das ciclofaixas, que era de 16 por hora, segundo estudo da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC). Dentre as bicicletas contabilizadas, a imensa maioria no guidão era formada por trabalhadores. Isso ficava evidente pelas bolsas e mochilas que carregavam.

O visual tradicional de quem pedala por prazer foi mais comum em dois horários, no início da manhã e no fim de tarde. Mesmo entre eles, houve quem adotasse as bicicletas após a chegada das ciclofaixas. Sinal de que havia espaço para uma nova cultura. Cultura essa que se intensificou nos últimos dois anos, com os demais incentivos ao uso da bicicleta, como a ampliação da estrutura cicloviária, a criação do Bicicletar – programa de bicicletas compartilhadas – e a Ciclofaixa do Lazer. Essas iniciativas impulsionaram a nova cultura, tornando cada vez mais comum pessoas pedalando na cidade.

Ciclofaixa da Rua Ana Bilhar, implantada pelo Massa Crítica em 2013. (FOTO: Reprodução/ Youtube)

Ciclofaixa da Rua Ana Bilhar, implantada pelo Massa Crítica em 2013. (FOTO: Reprodução/ Youtube)

Revolução Cicloviária

Em 4 de julho de 2013, o grupo Massa Crítica pintou uma ciclofaixa na Rua Ana Bilhar para pressionar a prefeitura pela implantação. Eles se reuniram às 6h com barbante, gesso, trena, carrinho de supermercado, stêncil, spray e tinta para implantar uma “revolução cicloviária” através da ciclofaixa. O processo está registrado em vídeo publicado na internet.

Com cerca de R$ 350 gastos na pintura da ciclofaixa que percorreu 30 quarteirões, eles conseguiram chamar a atenção da população sobre a necessidade de criar um espaço reservado para o modal. Em setembro de 2013, a Prefeitura de Fortaleza oficializou a ciclofaixa. Sem um representante específico, o grupo intitula como um coletivo, do qual um não fala por todos. “Vemos com bons olhos a iniciativa da prefeitura, mas cobramos mais celeridade nas ações. Nosso plano cicloviário tem duração de 15 anos. Tem cidades menores do que Fortaleza que em dois anos construíram muito mais do que 128 quilômetros de estrutura cicloviária”, declara o grupo.

Já o Grupo Ciclovida, que costuma contabilizar a quantidade de ciclistas em determinadas vias declara que é essencial criar uma ciclofaixa na Avenida Domingos Olímpio. De acordo com as contagens, a via recebe 3,6 ciclistas por minuto, além de dar continuidade a uma das avenidas com o maior fluxo de ciclistas, a Bezerra de Menezes.

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
1/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
2/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
3/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
4/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
5/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
6/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
7/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
8/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
9/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
10/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
11/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
12/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
13/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
14/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
15/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
16/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
17/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
18/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
19/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
20/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação
21/21

Dois anos após implantação das primeiras ciclofaixas em Fortaleza, ciclistas comemoram ampliação

Fortaleza possui 128,8 km de infraestrutura cicloviária. (FOTO: Tribuna do Ceará/ Rosana Romão)

Dois anos depois, o Tribuna do Ceará voltou ao lugar para constatar as mudanças. O uso da ciclofaixa é mais intenso entre as pessoas que utilizam o modal para se deslocar de casa para o trabalho. Durante 20 minutos nas ciclofaixas das ruas Ana Bilhar e Canuto de Aguiar, cinco motos e oito carros passaram por cima das ciclofaixas. Ao perceberem que estavam sendo fotografados, saíram instantaneamente da via exclusiva para as bicicletas.

O lavador de carros Gabriel Lima comemora o espaço exclusivo para os ciclistas. “Eu sempre andei por aqui, antes tinha mais dificuldade. Hoje tá é bom, com um lado só pra gente. Ainda tem uns que não respeitam, mas não vale a pena se estressar”, afirma. A opinião é compartilhada pelo também ciclista, Francisco Trindade, de 52 anos. “Olha, melhorou muito, dá até para fazer rotas só pelas ciclofaixas. De vez em quando aparece um gaiato de carro, mas a grande maioria até que respeita”, complementa.

Em 2015, Fortaleza já possui 128,8 quilômetros de infraestrutura cicloviária, sendo 78,8 km de ciclovias e 50 km de ciclofaixas. A mais recentemente foi implantada na Rua Érico Mota, partindo da Avenida Bezerra de Menezes, cruzando a Avenida Jovita Feitosa até chegar à Rua César Fontenele, ligando os bairros Amadeu Furtado e Parquelândia.

Portanto, a malha cicloviária na atual gestão já registra um aumento de 55,8 km, evidenciando uma ampliação de 76,4%. Por meio do Programa de Expansão da Malha Cicloviária, a cidade terá 216 km de infraestruturas cicloviárias expandidas até agosto de 2016.