Em protesto contra a AMC, Massa Crítica cria em Fortaleza a Praça do Ciclista


Em protesto contra a AMC, Massa Crítica cria em Fortaleza a Praça do Ciclista

Localizada em frente à AMC, a praça recebeu diversas intervenções, dentre elas a instalação de faixas e de um paraciclo

Por Thamiris Treigher em Mobilidade Urbana

22 de setembro de 2014 às 08:00

Há 5 anos
A Massa Crítica é uma celebração da bicicleta como meio de transporte (Foto: Divulgação)

A Massa Crítica é uma celebração da bicicleta como meio de transporte (Foto: Divulgação)

Fugir do trânsito de Fortaleza, especialmente nos horários de pico, é um dos motivos que levam muitas pessoas a usarem a bicicleta como meio de transporte. Na madrugada de domingo (21), o Massa Crítica Fortaleza criou a Praça do Ciclista. A praça, localizada em frente à Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), recebeu diversas intervenções, dentre elas a instalação de faixas e de um paraciclo. Os ativistas também pintaram um binário de ciclofaixas na Av. Aguanambi.

A escolha da praça se deu pela sua localização simbólica em frente à AMC, considerada pelos ativistas o órgão mais “carrocrata” (carrocracia é o poder dos carros) da Prefeitura. Segundo os ativistas, o órgão é completamente omisso aos graves desrespeitos que causam mortes de adeptos do veículo à propulsão humana, e não aplica multas a infrações praticadas contra os ciclistas.

A Praça do Ciclista passará a ser utilizada como ponto de encontro do coletivo para as diversas ações que serão realizadas pela cidade.

Praça do Cilcista
1/5

Praça do Cilcista

(Foto: Divulgação)

Praça do Cilcista
2/5

Praça do Cilcista

(Foto: Divulgação)

Praça do Cilcista
3/5

Praça do Cilcista

(Foto: Divulgação)

Praça do Cilcista
4/5

Praça do Cilcista

(Foto: Divulgação)

Praça do Cilcista
5/5

Praça do Cilcista

(Foto: Divulgação)

Publicidade

Dê sua opinião

Em protesto contra a AMC, Massa Crítica cria em Fortaleza a Praça do Ciclista

Localizada em frente à AMC, a praça recebeu diversas intervenções, dentre elas a instalação de faixas e de um paraciclo

Por Thamiris Treigher em Mobilidade Urbana

22 de setembro de 2014 às 08:00

Há 5 anos
A Massa Crítica é uma celebração da bicicleta como meio de transporte (Foto: Divulgação)

A Massa Crítica é uma celebração da bicicleta como meio de transporte (Foto: Divulgação)

Fugir do trânsito de Fortaleza, especialmente nos horários de pico, é um dos motivos que levam muitas pessoas a usarem a bicicleta como meio de transporte. Na madrugada de domingo (21), o Massa Crítica Fortaleza criou a Praça do Ciclista. A praça, localizada em frente à Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), recebeu diversas intervenções, dentre elas a instalação de faixas e de um paraciclo. Os ativistas também pintaram um binário de ciclofaixas na Av. Aguanambi.

A escolha da praça se deu pela sua localização simbólica em frente à AMC, considerada pelos ativistas o órgão mais “carrocrata” (carrocracia é o poder dos carros) da Prefeitura. Segundo os ativistas, o órgão é completamente omisso aos graves desrespeitos que causam mortes de adeptos do veículo à propulsão humana, e não aplica multas a infrações praticadas contra os ciclistas.

A Praça do Ciclista passará a ser utilizada como ponto de encontro do coletivo para as diversas ações que serão realizadas pela cidade.

Praça do Cilcista
1/5

Praça do Cilcista

(Foto: Divulgação)

Praça do Cilcista
2/5

Praça do Cilcista

(Foto: Divulgação)

Praça do Cilcista
3/5

Praça do Cilcista

(Foto: Divulgação)

Praça do Cilcista
4/5

Praça do Cilcista

(Foto: Divulgação)

Praça do Cilcista
5/5

Praça do Cilcista

(Foto: Divulgação)