Grade de proteção de baixa altura chama a atenção no novo viaduto do Cocó


Grade de proteção de baixa altura chama a atenção no novo viaduto do Cocó

Liberado ainda inacabado, o viaduto da Avenida Engenheiro Santana Júnior chama atenção pelo tamanho da grade de proteção

Por Hayanne Narlla em Mobilidade Urbana

24 de outubro de 2014 às 19:41

Há 5 anos
Tamanho da grade de proteção do viaduto desagradou alguns motoristas (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Tamanho da grade de proteção do viaduto desagradou alguns motoristas (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Liberado ainda inacabado, o viaduto da Avenida Engenheiro Santana Júnior chama atenção pelo tamanho da grade de proteção. Alguns motoristas consideraram baixo o tamanho da “mureta” nas laterais da via. A obra, que liga o bairro Papicu ao Iguatemi, foi liberada às 11h desta sexta-feira (24).

“Está horrível ali, não é? Aquela mureta está baixíssima. É bem fácil de, qualquer dia, cair um dali”, enfatizou Júnior Almeida, motorista de ônibus. Trabalhando na rota que passa pelo viaduto todos os dias, Júnior ainda acha cedo para opinar sobre o trânsito. “Vamos ver na frente. Hoje é o primeiro dia”.

De fato, o trânsito no local estava bem livre, mesmo tendo apenas um lado da pista liberado – o outro passava por finalizações no acabamento. Segundo agentes da AMC que estavam orientando na avenida, muitos motoristas optaram pela rota do desvio ainda, talvez por falta de conhecimento da liberação. Outro problema encarado por motoristas ou pedestres é a falta de iluminação. Poucos postes estão acesos no percurso.

Já Nelson Negreiros, que dirige em seu carro particular, sonhava com a finalização da obra. “Gostei bastante e nem foi todo concluído”. Sobre o tamanho da grade de proteção, ele considerou a altura satisfatória, “igual ao dos outros”.

O Tribuna do Ceará compareceu ao local e constatou que a “mureta” mede menos de um metro, cerca de 85 centímetros. Durante a apuração da matéria, pedestres se admiravam e elogiavam a obra. “Quando eles querem, eles fazem, né?”.

Confira galeria

Viaduto no Cocó
1/6

Viaduto no Cocó

Paisagismo já sendo executado na obra (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Viaduto no Cocó
2/6

Viaduto no Cocó

Viaduto foi liberado, mas só um lado da pista (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Viaduto no Cocó
3/6

Viaduto no Cocó

Ao lado, obras no segundo viaduto continuam (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Viaduto no Cocó
4/6

Viaduto no Cocó

Tamanho da “mureta” foi considerado baixo (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Viaduto no Cocó
5/6

Viaduto no Cocó

Promessa para entrega total da obra é para fim de outubro (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Viaduto no Cocó
6/6

Viaduto no Cocó

Promessa para entrega total da obra é para fim de outubro (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Publicidade

Dê sua opinião

Grade de proteção de baixa altura chama a atenção no novo viaduto do Cocó

Liberado ainda inacabado, o viaduto da Avenida Engenheiro Santana Júnior chama atenção pelo tamanho da grade de proteção

Por Hayanne Narlla em Mobilidade Urbana

24 de outubro de 2014 às 19:41

Há 5 anos
Tamanho da grade de proteção do viaduto desagradou alguns motoristas (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Tamanho da grade de proteção do viaduto desagradou alguns motoristas (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Liberado ainda inacabado, o viaduto da Avenida Engenheiro Santana Júnior chama atenção pelo tamanho da grade de proteção. Alguns motoristas consideraram baixo o tamanho da “mureta” nas laterais da via. A obra, que liga o bairro Papicu ao Iguatemi, foi liberada às 11h desta sexta-feira (24).

“Está horrível ali, não é? Aquela mureta está baixíssima. É bem fácil de, qualquer dia, cair um dali”, enfatizou Júnior Almeida, motorista de ônibus. Trabalhando na rota que passa pelo viaduto todos os dias, Júnior ainda acha cedo para opinar sobre o trânsito. “Vamos ver na frente. Hoje é o primeiro dia”.

De fato, o trânsito no local estava bem livre, mesmo tendo apenas um lado da pista liberado – o outro passava por finalizações no acabamento. Segundo agentes da AMC que estavam orientando na avenida, muitos motoristas optaram pela rota do desvio ainda, talvez por falta de conhecimento da liberação. Outro problema encarado por motoristas ou pedestres é a falta de iluminação. Poucos postes estão acesos no percurso.

Já Nelson Negreiros, que dirige em seu carro particular, sonhava com a finalização da obra. “Gostei bastante e nem foi todo concluído”. Sobre o tamanho da grade de proteção, ele considerou a altura satisfatória, “igual ao dos outros”.

O Tribuna do Ceará compareceu ao local e constatou que a “mureta” mede menos de um metro, cerca de 85 centímetros. Durante a apuração da matéria, pedestres se admiravam e elogiavam a obra. “Quando eles querem, eles fazem, né?”.

Confira galeria

Viaduto no Cocó
1/6

Viaduto no Cocó

Paisagismo já sendo executado na obra (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Viaduto no Cocó
2/6

Viaduto no Cocó

Viaduto foi liberado, mas só um lado da pista (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Viaduto no Cocó
3/6

Viaduto no Cocó

Ao lado, obras no segundo viaduto continuam (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Viaduto no Cocó
4/6

Viaduto no Cocó

Tamanho da “mureta” foi considerado baixo (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Viaduto no Cocó
5/6

Viaduto no Cocó

Promessa para entrega total da obra é para fim de outubro (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)

Viaduto no Cocó
6/6

Viaduto no Cocó

Promessa para entrega total da obra é para fim de outubro (FOTO: Hayanne Narlla/ Tribuna do Ceará)