Laudo aponta que falha no projeto de escoramento causou desabamento de obra de ponte


Laudo aponta que falha no projeto de escoramento causou desabamento de obra de ponte

No acidente, ocorrido há exatamente um mês, em obra na Avenida Raul Barbosa, em Fortaleza, morreram dois operários

Por Matheus Ribeiro em Mobilidade Urbana

22 de março de 2016 às 08:23

Há 3 anos
Estrutura faz parte do projeto de mobilidade urbana do município (FOTO: Fernanda Moura/Tribuna do Ceará)

Estrutura faz parte do projeto de mobilidade urbana do município (FOTO: Fernanda Moura/Tribuna do Ceará)

Um mês após a queda de uma ponte em obras do viaduto na Avenida Raul Barbosa, em Fortaleza, a Prefeitura de Fortaleza divulgou um laudo técnico constatando os motivos do desabamento da estrutura. De acordo com o órgão, a queda de uma escora metálica foi a causa do acidente.

Há um mês, a Secretaria de Infraestrutura de Fortaleza (Seinf) alegou que o desabamento de parte da estrutura se deu por conta de uma deficiência no projeto da obra, resultando em falhas de montagem das escoras em uma área que estava sendo concretada.

Verificação minuciosa

Para emitir o laudo técnico, foi necessário uma minuciosa verificação. Conforme a comissão estruturada para analisar especificamente o acidente, o laudo emitido serviu para apurar as causas do acidente e não de quem é a responsabilidade dos acontecimentos.

As estruturas metálicas que sustentavam a ponte em construção eram realizadas pela empresa SH Formas Andaimes e Escoramentos LTDA. Entretanto, a empresa responsável pela obra é a construtora Ferreira Guedes.

Relembre o caso

O acidente, que aconteceu no cruzamento das avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges, deixou dois operários mortos e três feridos no início da noite de 22 de janeiro. Oliveira Andrade Braga, de 39 anos, e Francisco Flávio Martins, 49, trabalhavam na obra no momento em que a parte da estrutura desabou. Os dois operários eram do interior do estado.

A construção faz parte de um investimento da Prefeitura de Fortaleza, financiado com recursos da Caixa Econômica Federal. No projeto inicial, além de uma rotatória de 90 metros de diâmetro (dotada com duas faixas para tráfego e dois viadutos de cerca de 312 metros de extensão fazendo a ligação Sertão-Praia), será construída uma nova ponte que operará em sentido inverso ao da existente, da ponte sobre o Canal do Lagamar. Ao todo, R$ 31 milhões foram repassados para a conclusão da obra de mobilidade urbana.

Acompanhe:

23 de fevereiro – Obras de mobilidade na Av. Raul Barbosa prosseguirão mesmo após acidente

23 de fevereiro – Mesmo com acidente em obra, trânsito na Av. Raul Barbosa flui normalmente

23 de fevereiro – Empresa responsável por construção na Av. Raul Barbosa já fez outras obras no Ceará

23 de fevereiro – Sindicato de operários pede a interdição de obra na Av. Raul Barbosa após desabamento

23 de fevereiro – Moradores relatam momentos de pavor após tragédia na Av. Raul Barbosa

23 de fevereiro – Crea descarta que chuva tenha causado desabamento de obra na Av. Raul Barbosa

23 de fevereiro – Entenda qual foi o local onde ocorreu o desabamento da ponte em construção no Lagamar

23 de fevereiro – Prefeitura garante que não terá prejuízo financeiro com desabamento de obra na Raul Barbosa

22 de fevereiro – Desabamento nas obras das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges deixa operários soterrados

22 de fevereiro – AMC orienta que motoristas evitem a Avenida Raul Barbosa

22 de fevereiro – Socorrista foi o primeiro a chegar ao local e relata resgate de vítimas de desabamento

22 de fevereiro – Crea considera falha de escoramento como possível causa do desabamento no Lagamar

22 de fevereiro – Prefeitura notificará empresa responsável pela obra que desabou no Lagamar

22 de fevereiro – Dois operários morrem em desabamento na duplicação da ponte do Lagamar

Publicidade

Dê sua opinião

Laudo aponta que falha no projeto de escoramento causou desabamento de obra de ponte

No acidente, ocorrido há exatamente um mês, em obra na Avenida Raul Barbosa, em Fortaleza, morreram dois operários

Por Matheus Ribeiro em Mobilidade Urbana

22 de março de 2016 às 08:23

Há 3 anos
Estrutura faz parte do projeto de mobilidade urbana do município (FOTO: Fernanda Moura/Tribuna do Ceará)

Estrutura faz parte do projeto de mobilidade urbana do município (FOTO: Fernanda Moura/Tribuna do Ceará)

Um mês após a queda de uma ponte em obras do viaduto na Avenida Raul Barbosa, em Fortaleza, a Prefeitura de Fortaleza divulgou um laudo técnico constatando os motivos do desabamento da estrutura. De acordo com o órgão, a queda de uma escora metálica foi a causa do acidente.

Há um mês, a Secretaria de Infraestrutura de Fortaleza (Seinf) alegou que o desabamento de parte da estrutura se deu por conta de uma deficiência no projeto da obra, resultando em falhas de montagem das escoras em uma área que estava sendo concretada.

Verificação minuciosa

Para emitir o laudo técnico, foi necessário uma minuciosa verificação. Conforme a comissão estruturada para analisar especificamente o acidente, o laudo emitido serviu para apurar as causas do acidente e não de quem é a responsabilidade dos acontecimentos.

As estruturas metálicas que sustentavam a ponte em construção eram realizadas pela empresa SH Formas Andaimes e Escoramentos LTDA. Entretanto, a empresa responsável pela obra é a construtora Ferreira Guedes.

Relembre o caso

O acidente, que aconteceu no cruzamento das avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges, deixou dois operários mortos e três feridos no início da noite de 22 de janeiro. Oliveira Andrade Braga, de 39 anos, e Francisco Flávio Martins, 49, trabalhavam na obra no momento em que a parte da estrutura desabou. Os dois operários eram do interior do estado.

A construção faz parte de um investimento da Prefeitura de Fortaleza, financiado com recursos da Caixa Econômica Federal. No projeto inicial, além de uma rotatória de 90 metros de diâmetro (dotada com duas faixas para tráfego e dois viadutos de cerca de 312 metros de extensão fazendo a ligação Sertão-Praia), será construída uma nova ponte que operará em sentido inverso ao da existente, da ponte sobre o Canal do Lagamar. Ao todo, R$ 31 milhões foram repassados para a conclusão da obra de mobilidade urbana.

Acompanhe:

23 de fevereiro – Obras de mobilidade na Av. Raul Barbosa prosseguirão mesmo após acidente

23 de fevereiro – Mesmo com acidente em obra, trânsito na Av. Raul Barbosa flui normalmente

23 de fevereiro – Empresa responsável por construção na Av. Raul Barbosa já fez outras obras no Ceará

23 de fevereiro – Sindicato de operários pede a interdição de obra na Av. Raul Barbosa após desabamento

23 de fevereiro – Moradores relatam momentos de pavor após tragédia na Av. Raul Barbosa

23 de fevereiro – Crea descarta que chuva tenha causado desabamento de obra na Av. Raul Barbosa

23 de fevereiro – Entenda qual foi o local onde ocorreu o desabamento da ponte em construção no Lagamar

23 de fevereiro – Prefeitura garante que não terá prejuízo financeiro com desabamento de obra na Raul Barbosa

22 de fevereiro – Desabamento nas obras das Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges deixa operários soterrados

22 de fevereiro – AMC orienta que motoristas evitem a Avenida Raul Barbosa

22 de fevereiro – Socorrista foi o primeiro a chegar ao local e relata resgate de vítimas de desabamento

22 de fevereiro – Crea considera falha de escoramento como possível causa do desabamento no Lagamar

22 de fevereiro – Prefeitura notificará empresa responsável pela obra que desabou no Lagamar

22 de fevereiro – Dois operários morrem em desabamento na duplicação da ponte do Lagamar