Casal cearense inova ao fabricar óculos com madeira reaproveitada de móveis


Casal cearense inova ao fabricar óculos com madeira reaproveitada de móveis

Empresa aposta na inovação e transparência da marca para conquistar consumidores, além de investir em sustentabilidade

Por Hayanne Narlla em Negócios

2 de outubro de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Casal investiu em um negócio sustentável que reaproveita madeira (FOTO: Arquivo pessoal)

Casal investiu em um negócio sustentável que reaproveita madeira (FOTO: Arquivo pessoal)

Aquele guarda-roupa velho e grande da avó pode se transformar em muita coisa. Uma mesa, uma cadeira. E até em óculos. O casal cearense Cintia e Gustavo Lima acreditou nisso. Não quanto aos móveis, o que seria óbvio, mas sim nos óculos.

Um presente, de repente, virou uma empresa. Gustavo comprou um óculos feito de madeira, de uma marca de fora do país, para a esposa. O que não esperavam é que aquele produto viria a ser o investimento do casal e o sustento da família.

Depois de 2011, alguns amigos aconselharam Gustavo a montar um negócio. A dúvida persistiu por um tempo até ele reparar que muitas pessoas elogiavam os óculos de madeira. Pronto! Com a experiência adquirida em outros trabalhos de e-commerce, apostou na produção artesanal do assessório e venda pela internet. Após muitas pesquisas, em 2014 nasceu a “Meu Óculos de Madeira”.

Investimento

Com cinco pessoas, a empresa é a única do Norte-Nordeste no ramo, e concorre diretamente com outras do Sul-Sudeste, que desenvolvem produtos no mesmo seguimento. Mesmo com um momento de crise, o “Meu Óculos de Madeira” ainda fatura de 40% a 60% a mais que o custo.

“A gente trabalha muito com inovação, eu acho que na crise o principal é isso: você inovar, fazer o diferente. Eu acho que é isso que ainda sustenta e ainda está sendo bom para a gente”, explica Cintia.

Esse modelo foi feito com madeira do guarda-roupa antigo da irmã de Cintia (FOTO: Divulgação)

Esse modelo foi feito com madeira do guarda-roupa antigo da irmã de Cintia (FOTO: Divulgação)

Trabalho

Além dos produtos, o casal é bastante preocupado com a sustentabilidade. Por isso, utilizam como matéria-prima madeira de móveis antigos, shapes de skate ou lâminas de madeira. E o diferencial é que o próprio Gustavo que desenha os modelos, que são resistentes à água.

A produção acontece dentro de casa. No duplex, localizado no Bairro Cajazeiras, a parte debaixo é reservada paras as máquinas e fabricação dos óculos. Atualmente, além do casal, há outro sócio. A ideia é investir no público regional.

Sobre a concorrência das grandes empresas de óculos, Gustavo considera que é necessário mostrar o próprio valor para conquistar os consumidores. “Por isso que a gente aposta em materiais que têm essa dimensão. Mostrar a consciência que a empresa tem. Abrir as portas de como fazemos as coisas. É a transparência”.

Veja o processo:

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15622939″]

esse modelo é feito com shape de skate (FOTO: Divulgação)

Esse modelo é feito com shape de skate (FOTO: Divulgação)

Casal

Nem todo casal que vive junto trabalha junto. Gustavo e Cintia apostaram em um negócio próprio, e dividem com esse “filho” a própria casa. O segredo para conviverem bem e trabalharem em sintonia é simples: separar pessoal do profissional.

“Às vezes acontece de ter um estresse do pessoal, a gente não leva para o profissional. Da mesma forma acontece aqui [no trabalho]. Fora do horário, no começo, a gente acabava discutindo sobre trabalho. E aí, de uns tempos para cá, eu digo: ‘Olha, 8h da manhã a gente se encontra no trabalho’. É não misturar mesmo”, explica a esposa.

Meu Óculos de Madeira
1/6

Meu Óculos de Madeira

Design dos óculos são desenhados por um dos criadores da marca (FOTO: Divulgação)

Meu Óculos de Madeira
2/6

Meu Óculos de Madeira

Casal idealizou negócio, que é único do Norte-Nordeste (FOTO: Divulgação)

Meu Óculos de Madeira
3/6

Meu Óculos de Madeira

Design dos óculos são desenhados por um dos criadores da marca (FOTO: Divulgação)

Meu Óculos de Madeira
4/6

Meu Óculos de Madeira

Design dos óculos são desenhados por um dos criadores da marca (FOTO: Divulgação)

Meu Óculos de Madeira
5/6

Meu Óculos de Madeira

Design dos óculos são desenhados por um dos criadores da marca (FOTO: Divulgação)

Meu Óculos de Madeira
6/6

Meu Óculos de Madeira

Design dos óculos são desenhados por um dos criadores da marca (FOTO: Divulgação)

Publicidade

Dê sua opinião

Casal cearense inova ao fabricar óculos com madeira reaproveitada de móveis

Empresa aposta na inovação e transparência da marca para conquistar consumidores, além de investir em sustentabilidade

Por Hayanne Narlla em Negócios

2 de outubro de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Casal investiu em um negócio sustentável que reaproveita madeira (FOTO: Arquivo pessoal)

Casal investiu em um negócio sustentável que reaproveita madeira (FOTO: Arquivo pessoal)

Aquele guarda-roupa velho e grande da avó pode se transformar em muita coisa. Uma mesa, uma cadeira. E até em óculos. O casal cearense Cintia e Gustavo Lima acreditou nisso. Não quanto aos móveis, o que seria óbvio, mas sim nos óculos.

Um presente, de repente, virou uma empresa. Gustavo comprou um óculos feito de madeira, de uma marca de fora do país, para a esposa. O que não esperavam é que aquele produto viria a ser o investimento do casal e o sustento da família.

Depois de 2011, alguns amigos aconselharam Gustavo a montar um negócio. A dúvida persistiu por um tempo até ele reparar que muitas pessoas elogiavam os óculos de madeira. Pronto! Com a experiência adquirida em outros trabalhos de e-commerce, apostou na produção artesanal do assessório e venda pela internet. Após muitas pesquisas, em 2014 nasceu a “Meu Óculos de Madeira”.

Investimento

Com cinco pessoas, a empresa é a única do Norte-Nordeste no ramo, e concorre diretamente com outras do Sul-Sudeste, que desenvolvem produtos no mesmo seguimento. Mesmo com um momento de crise, o “Meu Óculos de Madeira” ainda fatura de 40% a 60% a mais que o custo.

“A gente trabalha muito com inovação, eu acho que na crise o principal é isso: você inovar, fazer o diferente. Eu acho que é isso que ainda sustenta e ainda está sendo bom para a gente”, explica Cintia.

Esse modelo foi feito com madeira do guarda-roupa antigo da irmã de Cintia (FOTO: Divulgação)

Esse modelo foi feito com madeira do guarda-roupa antigo da irmã de Cintia (FOTO: Divulgação)

Trabalho

Além dos produtos, o casal é bastante preocupado com a sustentabilidade. Por isso, utilizam como matéria-prima madeira de móveis antigos, shapes de skate ou lâminas de madeira. E o diferencial é que o próprio Gustavo que desenha os modelos, que são resistentes à água.

A produção acontece dentro de casa. No duplex, localizado no Bairro Cajazeiras, a parte debaixo é reservada paras as máquinas e fabricação dos óculos. Atualmente, além do casal, há outro sócio. A ideia é investir no público regional.

Sobre a concorrência das grandes empresas de óculos, Gustavo considera que é necessário mostrar o próprio valor para conquistar os consumidores. “Por isso que a gente aposta em materiais que têm essa dimensão. Mostrar a consciência que a empresa tem. Abrir as portas de como fazemos as coisas. É a transparência”.

Veja o processo:

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15622939″]

esse modelo é feito com shape de skate (FOTO: Divulgação)

Esse modelo é feito com shape de skate (FOTO: Divulgação)

Casal

Nem todo casal que vive junto trabalha junto. Gustavo e Cintia apostaram em um negócio próprio, e dividem com esse “filho” a própria casa. O segredo para conviverem bem e trabalharem em sintonia é simples: separar pessoal do profissional.

“Às vezes acontece de ter um estresse do pessoal, a gente não leva para o profissional. Da mesma forma acontece aqui [no trabalho]. Fora do horário, no começo, a gente acabava discutindo sobre trabalho. E aí, de uns tempos para cá, eu digo: ‘Olha, 8h da manhã a gente se encontra no trabalho’. É não misturar mesmo”, explica a esposa.

Meu Óculos de Madeira
1/6

Meu Óculos de Madeira

Design dos óculos são desenhados por um dos criadores da marca (FOTO: Divulgação)

Meu Óculos de Madeira
2/6

Meu Óculos de Madeira

Casal idealizou negócio, que é único do Norte-Nordeste (FOTO: Divulgação)

Meu Óculos de Madeira
3/6

Meu Óculos de Madeira

Design dos óculos são desenhados por um dos criadores da marca (FOTO: Divulgação)

Meu Óculos de Madeira
4/6

Meu Óculos de Madeira

Design dos óculos são desenhados por um dos criadores da marca (FOTO: Divulgação)

Meu Óculos de Madeira
5/6

Meu Óculos de Madeira

Design dos óculos são desenhados por um dos criadores da marca (FOTO: Divulgação)

Meu Óculos de Madeira
6/6

Meu Óculos de Madeira

Design dos óculos são desenhados por um dos criadores da marca (FOTO: Divulgação)