Cearense que já desenhou para DC Comics faz sucesso no mercado de quadrinhos


Cearense que já desenhou para DC Comics faz sucesso no mercado de quadrinhos

Netho Diaz tem uma paixão antiga pelas aventuras em quadrinhos e fez disso uma profissão de sucesso.

Por Juliana Teófilo em Perfil

22 de agosto de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Cearense Netho Diaz faz sucesso nos Estados Unidos ilustrando revistas em quadrinhos. (FOTO: Reprodução/Arquivo Pessoal Netho Diaz)

Cearense Netho Diaz faz sucesso nos Estados Unidos ilustrando revistas em quadrinhos. (FOTO: Reprodução/Arquivo Pessoal Netho Diaz)

Heróis, vilões e aventuras em universos cheios de ação fazem a cabeça do jovem desenhista Netho Diaz desde quando ele era criança. Influenciado pela paixão dos tios por desenho, Netho começou, ainda na infância, a fazer quadrinhos.

“Meus tios sempre compraram quadrinhos e desenhavam também. Sempre que eu os via, pedia um desenho. Com o tempo passei a comprar alguns quadrinhos e copiar os desenhos e ir ajustando até o meu ficar mais ou menos certinho”, conta.

O passatempo de criança se tornou profissão e hoje o cearense ilustra para grandes editoras internacionais, tal como DC Comics, IDW, Darkhorse e Silver Fox Comics. Fazendo sucesso no mercado internacional, Netho comenta de forma simples da carreira meteórica. “Minha mãe enviou meus desenhos para o estúdio do Daniel Brandão, aqui em Fortaleza. Foi ele quem me deu orientação sobre meus desenhos e me apresentou ao Geraldo Borges. Quando conclui o curso com o Geraldo (aos 19 anos), ingressei em uma agência e no mês seguinte mandei um trabalho para uma editora australiana. Foi quando as coisas começaram a acontecer”, explica.

Desde então, o desenhista trabalha em uma agência americana que espalha suas criações pelo mundo. Netho conta que já colaborou em cerca de dez revistas e que, por serem trabalhos delicados demandam muito tempo para ficar prontos. “Uma das revistas que trabalhei demorou um ano para ficar pronta”, aponta.

E o artista garante que desenhar quadrinhos é uma profissão séria e, algumas vezes, difícil. “Lido com muita pressão e muita concorrência. Os prazos são um pouco apertados e precisamos dar conta e aproveitar as oportunidades. Mas é sempre divertido desenhar os personagens que crescemos acompanhando”, comenta.

“Não desista, mesmo que digam que isso é bobagem. Sempre tem alguém que vai dizer isso. Mas não desista e siga em frente. Você vai precisar ter disciplina e paciência, mas, se for dedicado, fará sucesso”. (Netho Diaz)

E são justamente esses personagens que já fizeram – e ainda fazem – a cabeça de várias gerações que Netho desenha hoje. O artista já fez arte para títulos como “Justice League”, “Aquaman” e conta que está finalizando um trabalho também para a DC. Além disso, Diaz desenha para uma Webcomic (quadrinhos cuja publicação é veiculada exclusivamente pela Internet) chamada “Justiça Sideral”. Netho é co-criador e designer de personagens desta que é uma produção totalmente nacional.

O jovem artista garante que o segredo do sucesso internacional é inovar nos trabalhos e ser ousado. “O mercado é grande e aceita bem um grande número de coisas, mas algo diferente sempre chama a atenção”, aponta.

Netho deixa, ainda, alguns conselhos para quem quer fazer sucesso no ramo dos quadrinhos. “Aconselho, primeiramente, fazer um curso e fazer contatos. Segundo, ser humilde e crítico com o próprio trabalho. Alguns artistas respondem atenciosamente pela internet e dão boas dicas para trabalhos iniciantes. É uma boa maneira de lapidar o trabalho. Terceiro, não desista, mesmo que digam que isso é bobagem. Sempre tem alguém que vai dizer isso. Mas não desista e siga em frente. Você vai precisar ter disciplina e paciência, mas, se for dedicado, fará sucesso”.

Cearense sucesso no EUA
1/6

Cearense sucesso no EUA

Netho Diaz já ilustrou para grandes editoras internacionais, tal como DC Comics, IDW, Darkhorse e Silver Fox Comics. (FOTO: Reprodução/ Arquivo Pessoal Netho Diaz)

Cearense sucesso no EUA
2/6

Cearense sucesso no EUA

Netho Diaz já ilustrou para grandes editoras internacionais, tal como DC Comics, IDW, Darkhorse e Silver Fox Comics. (FOTO: Reprodução/ Arquivo Pessoal Netho Diaz)

Cearense sucesso no EUA
3/6

Cearense sucesso no EUA

Netho Diaz já ilustrou para grandes editoras internacionais, tal como DC Comics, IDW, Darkhorse e Silver Fox Comics. (FOTO: Reprodução/ Arquivo Pessoal Netho Diaz)

Cearense sucesso no EUA
4/6

Cearense sucesso no EUA

Netho Diaz já ilustrou para grandes editoras internacionais, tal como DC Comics, IDW, Darkhorse e Silver Fox Comics. (FOTO: Reprodução/ Arquivo Pessoal Netho Diaz)

Cearense sucesso no EUA
5/6

Cearense sucesso no EUA

Netho Diaz já ilustrou para grandes editoras internacionais, tal como DC Comics, IDW, Darkhorse e Silver Fox Comics. (FOTO: Reprodução/ Arquivo Pessoal Netho Diaz)

10292157_646614952095391_4700076643829932351_n
6/6

10292157_646614952095391_4700076643829932351_n

Cearense sucesso no EUA

Publicidade

Dê sua opinião

Cearense que já desenhou para DC Comics faz sucesso no mercado de quadrinhos

Netho Diaz tem uma paixão antiga pelas aventuras em quadrinhos e fez disso uma profissão de sucesso.

Por Juliana Teófilo em Perfil

22 de agosto de 2015 às 06:00

Há 4 anos
Cearense Netho Diaz faz sucesso nos Estados Unidos ilustrando revistas em quadrinhos. (FOTO: Reprodução/Arquivo Pessoal Netho Diaz)

Cearense Netho Diaz faz sucesso nos Estados Unidos ilustrando revistas em quadrinhos. (FOTO: Reprodução/Arquivo Pessoal Netho Diaz)

Heróis, vilões e aventuras em universos cheios de ação fazem a cabeça do jovem desenhista Netho Diaz desde quando ele era criança. Influenciado pela paixão dos tios por desenho, Netho começou, ainda na infância, a fazer quadrinhos.

“Meus tios sempre compraram quadrinhos e desenhavam também. Sempre que eu os via, pedia um desenho. Com o tempo passei a comprar alguns quadrinhos e copiar os desenhos e ir ajustando até o meu ficar mais ou menos certinho”, conta.

O passatempo de criança se tornou profissão e hoje o cearense ilustra para grandes editoras internacionais, tal como DC Comics, IDW, Darkhorse e Silver Fox Comics. Fazendo sucesso no mercado internacional, Netho comenta de forma simples da carreira meteórica. “Minha mãe enviou meus desenhos para o estúdio do Daniel Brandão, aqui em Fortaleza. Foi ele quem me deu orientação sobre meus desenhos e me apresentou ao Geraldo Borges. Quando conclui o curso com o Geraldo (aos 19 anos), ingressei em uma agência e no mês seguinte mandei um trabalho para uma editora australiana. Foi quando as coisas começaram a acontecer”, explica.

Desde então, o desenhista trabalha em uma agência americana que espalha suas criações pelo mundo. Netho conta que já colaborou em cerca de dez revistas e que, por serem trabalhos delicados demandam muito tempo para ficar prontos. “Uma das revistas que trabalhei demorou um ano para ficar pronta”, aponta.

E o artista garante que desenhar quadrinhos é uma profissão séria e, algumas vezes, difícil. “Lido com muita pressão e muita concorrência. Os prazos são um pouco apertados e precisamos dar conta e aproveitar as oportunidades. Mas é sempre divertido desenhar os personagens que crescemos acompanhando”, comenta.

“Não desista, mesmo que digam que isso é bobagem. Sempre tem alguém que vai dizer isso. Mas não desista e siga em frente. Você vai precisar ter disciplina e paciência, mas, se for dedicado, fará sucesso”. (Netho Diaz)

E são justamente esses personagens que já fizeram – e ainda fazem – a cabeça de várias gerações que Netho desenha hoje. O artista já fez arte para títulos como “Justice League”, “Aquaman” e conta que está finalizando um trabalho também para a DC. Além disso, Diaz desenha para uma Webcomic (quadrinhos cuja publicação é veiculada exclusivamente pela Internet) chamada “Justiça Sideral”. Netho é co-criador e designer de personagens desta que é uma produção totalmente nacional.

O jovem artista garante que o segredo do sucesso internacional é inovar nos trabalhos e ser ousado. “O mercado é grande e aceita bem um grande número de coisas, mas algo diferente sempre chama a atenção”, aponta.

Netho deixa, ainda, alguns conselhos para quem quer fazer sucesso no ramo dos quadrinhos. “Aconselho, primeiramente, fazer um curso e fazer contatos. Segundo, ser humilde e crítico com o próprio trabalho. Alguns artistas respondem atenciosamente pela internet e dão boas dicas para trabalhos iniciantes. É uma boa maneira de lapidar o trabalho. Terceiro, não desista, mesmo que digam que isso é bobagem. Sempre tem alguém que vai dizer isso. Mas não desista e siga em frente. Você vai precisar ter disciplina e paciência, mas, se for dedicado, fará sucesso”.

Cearense sucesso no EUA
1/6

Cearense sucesso no EUA

Netho Diaz já ilustrou para grandes editoras internacionais, tal como DC Comics, IDW, Darkhorse e Silver Fox Comics. (FOTO: Reprodução/ Arquivo Pessoal Netho Diaz)

Cearense sucesso no EUA
2/6

Cearense sucesso no EUA

Netho Diaz já ilustrou para grandes editoras internacionais, tal como DC Comics, IDW, Darkhorse e Silver Fox Comics. (FOTO: Reprodução/ Arquivo Pessoal Netho Diaz)

Cearense sucesso no EUA
3/6

Cearense sucesso no EUA

Netho Diaz já ilustrou para grandes editoras internacionais, tal como DC Comics, IDW, Darkhorse e Silver Fox Comics. (FOTO: Reprodução/ Arquivo Pessoal Netho Diaz)

Cearense sucesso no EUA
4/6

Cearense sucesso no EUA

Netho Diaz já ilustrou para grandes editoras internacionais, tal como DC Comics, IDW, Darkhorse e Silver Fox Comics. (FOTO: Reprodução/ Arquivo Pessoal Netho Diaz)

Cearense sucesso no EUA
5/6

Cearense sucesso no EUA

Netho Diaz já ilustrou para grandes editoras internacionais, tal como DC Comics, IDW, Darkhorse e Silver Fox Comics. (FOTO: Reprodução/ Arquivo Pessoal Netho Diaz)

10292157_646614952095391_4700076643829932351_n
6/6

10292157_646614952095391_4700076643829932351_n

Cearense sucesso no EUA