Agricultor é morto com golpe de facão na cabeça por colega de profissão - Noticias


Agricultor é morto com golpe de facão na cabeça por colega de profissão

A discussão entre dois trabalhadores rurais resultou no assassinato de José Viana da Silva, na localidade de Sítio lagoa II, em São Benedito, na Serra da Ibiapaba. Ele foi atingido por um golpe de facão, na cabeça, desferido por João Batista Rodrigues de Oliveira, que foi preso.

Por Tribuna do Ceará em Polícia

20 de agosto de 2011 às 10:25

Há 8 anos

A discussão entre dois trabalhadores rurais resultou no assassinato de José Viana da Silva, na localidade de Sítio lagoa II, em São Benedito, na Serra da Ibiapaba. Ele foi atingido por um golpe de facão, na cabeça, desferido por João Batista Rodrigues de Oliveira, que foi preso.

Leia mais:
Homem é assassinado a facadas na escadaria de igreja em Viçosa do Ceará

Após o crime, João Batista fugiu do local, entretanto foi perseguido por populares, dominado e entregue a policiais militares. O motivo do homicídio não foi revelado. As testemunhas disseram que a conversa entre os agricultores parecia normal, quando o acusado desferiu o golpe de facão na cabeça da vítima, que teve morte instantânea.

Fonte: Comando de Policiamento do Interior (CPI)

Publicidade

Dê sua opinião

Agricultor é morto com golpe de facão na cabeça por colega de profissão

A discussão entre dois trabalhadores rurais resultou no assassinato de José Viana da Silva, na localidade de Sítio lagoa II, em São Benedito, na Serra da Ibiapaba. Ele foi atingido por um golpe de facão, na cabeça, desferido por João Batista Rodrigues de Oliveira, que foi preso.

Por Tribuna do Ceará em Polícia

20 de agosto de 2011 às 10:25

Há 8 anos

A discussão entre dois trabalhadores rurais resultou no assassinato de José Viana da Silva, na localidade de Sítio lagoa II, em São Benedito, na Serra da Ibiapaba. Ele foi atingido por um golpe de facão, na cabeça, desferido por João Batista Rodrigues de Oliveira, que foi preso.

Leia mais:
Homem é assassinado a facadas na escadaria de igreja em Viçosa do Ceará

Após o crime, João Batista fugiu do local, entretanto foi perseguido por populares, dominado e entregue a policiais militares. O motivo do homicídio não foi revelado. As testemunhas disseram que a conversa entre os agricultores parecia normal, quando o acusado desferiu o golpe de facão na cabeça da vítima, que teve morte instantânea.

Fonte: Comando de Policiamento do Interior (CPI)