Após meses desaparecido, corpo de homem é encontrado em cova rasa - Noticias


Após meses desaparecido, corpo de homem é encontrado em cova rasa

João Rocha, segundo a irmã, não tinha antecendentes criminais. De acordo com Lúcia, era um “bom rapaz”. Ela não soube informar se o irmão vinha recebendo ameaças

Por Tribuna do Ceará em Polícia

30 de junho de 2010 às 12:19

Há 9 anos

Foto: Hélio Matos

Mistério no município de Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza. Após cerca de três meses desaparecido, um homem foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (30), na localidade de Croatá II, em uma cova rasa de 1,5m dentro de um sítio abandonado. 

Policiais da Delegacia Metropolitana de Aquiraz e do Departamento de Inteligência Policial (DIP) realizaram investigações durante vários meses para desvendar o mistério, mas a Polícia ainda não revelou os motivos nem o principal suspeito da morte de João Rocha de Oliveira. 

O corpo já estava em decomposição e praticamente só havia os ossos. Para fazer a remoção, equipes do Corpo de Bombeiros, do Rabecão, do IML e da Perícia Forese foram deslocadas. 

A Polícia não adiantou informações sobre as investigações, nem quis dar detalhes de como chegou ao local. No entanto, a irmã da vítima, Lúcia Rocha, afirmou que os policiais chegaram até o corpo porque uma mulher – possivelmente companheira do assassino -, descreveu onde o cadáver estava. O acusado encontra-se foragido. 

João Rocha, ainda segundo a irmã, não tinha antecendentes criminais. De acordo com Lúcia, era um “bom rapaz”. Ela não soube informar se o irmão vinha recebendo ameaças. 

Redação Jangadeiro Online, com informações do repórter Paulo Campelo

Publicidade

Dê sua opinião

Após meses desaparecido, corpo de homem é encontrado em cova rasa

João Rocha, segundo a irmã, não tinha antecendentes criminais. De acordo com Lúcia, era um “bom rapaz”. Ela não soube informar se o irmão vinha recebendo ameaças

Por Tribuna do Ceará em Polícia

30 de junho de 2010 às 12:19

Há 9 anos

Foto: Hélio Matos

Mistério no município de Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza. Após cerca de três meses desaparecido, um homem foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (30), na localidade de Croatá II, em uma cova rasa de 1,5m dentro de um sítio abandonado. 

Policiais da Delegacia Metropolitana de Aquiraz e do Departamento de Inteligência Policial (DIP) realizaram investigações durante vários meses para desvendar o mistério, mas a Polícia ainda não revelou os motivos nem o principal suspeito da morte de João Rocha de Oliveira. 

O corpo já estava em decomposição e praticamente só havia os ossos. Para fazer a remoção, equipes do Corpo de Bombeiros, do Rabecão, do IML e da Perícia Forese foram deslocadas. 

A Polícia não adiantou informações sobre as investigações, nem quis dar detalhes de como chegou ao local. No entanto, a irmã da vítima, Lúcia Rocha, afirmou que os policiais chegaram até o corpo porque uma mulher – possivelmente companheira do assassino -, descreveu onde o cadáver estava. O acusado encontra-se foragido. 

João Rocha, ainda segundo a irmã, não tinha antecendentes criminais. De acordo com Lúcia, era um “bom rapaz”. Ela não soube informar se o irmão vinha recebendo ameaças. 

Redação Jangadeiro Online, com informações do repórter Paulo Campelo