Corpo de rapaz morto dentro de ônibus será enterrado nesta tarde - Noticias


Corpo de rapaz morto dentro de ônibus será enterrado nesta tarde

Os acusados do crime estão no Centro de Triagem da DCA

Por Tribuna do Ceará em Polícia

12 de fevereiro de 2011 às 11:15

Há 8 anos

Atualizada às 16h50min

O corpo de Webster da Silva Saldanha, de 18 anos, foi velado, na tarde deste sábado (12), na Igreja Adventista do bairro Planalto Ayrton Senna (antigo Pantanal). O enterro acontece no final da tarde no cemitério Parque da Paz, no bairro Passaré, em Fortaleza. O jovem foi baleado nessa sexta-feira (11), durante assalto ao ônibus que fazia a linha 456 (Planalto Ayrton Senna/Parangaba). Entre os moradores do bairro, o clima é de dor e revolta, principalmente porque o rapaz não reagiu em momento algum.

Leia mais:
Adolescentes são apreendidos após morte de passageiro em coletivo
Usuários do transporte alternativo de Fortaleza se sentem desprotegidos

Mãe diz não sentir ódio
Durante o velório a mãe da vítima demonstrou estar conformada diante da dor de perder um filho. Cristã fervorosa, Lídia da Silva disse não sentir ódio dos criminosos. “Gostaria de ficar frentes a frente para orar por eles”. Ela afirmou ainda que agora atuará em sua igreja junto a projetos que tirem jovens da violência.

Justiça
Os três adolescentes apreendidos, ainda na tarde dessa sexta-feira, estão no Centro de Triagem da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). Na próxima segunda-feira (14), o auto de apreensão em flagrante será encaminhado ao Poder Judiciário.

O promotor analisará o documento do procedimento policial e enviará o parecer ao juiz da Infância e da Juventude para que seja adotada a medida cabível, de acordo com o que determina o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Apreensão dos acusados
O trio acusado da ação, todos adolescentes, foi apreendido minutos depois de o latrocínio (roubo seguido de morte) ter sido cometido. Os três deverão aguardar o pronunciamento da Justiça em um centro educacional destinado a adolescentes em conflitos com a lei. O prazo legal para o caso ser julgado é de 45 dias.

Webster da Silva Saldanha, há cinco meses, trabalhava como auxiliar de escritório. No monento em que foi assaltado, ele retornava para casa. Ele foi assassinado porque não atendeu à ordem de se ajoelhar, dada pelos marginais.

Redação Jangadeiro Online

Publicidade

Dê sua opinião

Corpo de rapaz morto dentro de ônibus será enterrado nesta tarde

Os acusados do crime estão no Centro de Triagem da DCA

Por Tribuna do Ceará em Polícia

12 de fevereiro de 2011 às 11:15

Há 8 anos

Atualizada às 16h50min

O corpo de Webster da Silva Saldanha, de 18 anos, foi velado, na tarde deste sábado (12), na Igreja Adventista do bairro Planalto Ayrton Senna (antigo Pantanal). O enterro acontece no final da tarde no cemitério Parque da Paz, no bairro Passaré, em Fortaleza. O jovem foi baleado nessa sexta-feira (11), durante assalto ao ônibus que fazia a linha 456 (Planalto Ayrton Senna/Parangaba). Entre os moradores do bairro, o clima é de dor e revolta, principalmente porque o rapaz não reagiu em momento algum.

Leia mais:
Adolescentes são apreendidos após morte de passageiro em coletivo
Usuários do transporte alternativo de Fortaleza se sentem desprotegidos

Mãe diz não sentir ódio
Durante o velório a mãe da vítima demonstrou estar conformada diante da dor de perder um filho. Cristã fervorosa, Lídia da Silva disse não sentir ódio dos criminosos. “Gostaria de ficar frentes a frente para orar por eles”. Ela afirmou ainda que agora atuará em sua igreja junto a projetos que tirem jovens da violência.

Justiça
Os três adolescentes apreendidos, ainda na tarde dessa sexta-feira, estão no Centro de Triagem da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). Na próxima segunda-feira (14), o auto de apreensão em flagrante será encaminhado ao Poder Judiciário.

O promotor analisará o documento do procedimento policial e enviará o parecer ao juiz da Infância e da Juventude para que seja adotada a medida cabível, de acordo com o que determina o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Apreensão dos acusados
O trio acusado da ação, todos adolescentes, foi apreendido minutos depois de o latrocínio (roubo seguido de morte) ter sido cometido. Os três deverão aguardar o pronunciamento da Justiça em um centro educacional destinado a adolescentes em conflitos com a lei. O prazo legal para o caso ser julgado é de 45 dias.

Webster da Silva Saldanha, há cinco meses, trabalhava como auxiliar de escritório. No monento em que foi assaltado, ele retornava para casa. Ele foi assassinado porque não atendeu à ordem de se ajoelhar, dada pelos marginais.

Redação Jangadeiro Online