Em Chorozinho, árbitro de futebol amador que matou jogador a facadas se apresenta à Polícia e é liberado - Noticias


Em Chorozinho, árbitro de futebol amador que matou jogador a facadas se apresenta à Polícia e é liberado

Ele deverá ser chamado novamente para interrogatório na Delegacia de Redenção, que investiga o caso

Por Tribuna do Ceará em Polícia

26 de agosto de 2010 às 11:59

Há 9 anos

O juiz de futebol amador Francisco Edio Gregorio Chaves, 36, se apresentou na delegacia de Chorozinho na manhã desta quinta-feira (26), quatro dias após matar o vigilante José Ramos da Silva, 28, a facadas e ferir seu irmão na cidade de Barreira, distante 72 quilômetros de Fortaleza, durante uma partida de futebol.

Edio foi liberado após prestar depoimento e deverá ser chamado novamente para interrogatório na Delegacia de Redenção, que investiga o caso, segundo informou a Delegada Adilia Lelis ao Jangadeiro Online.

“Ele vai ser chamado de novo depois que eu ouvir todas as pessoas necessárias”, completou a delegada. Já foram ouvidos o irmão da vítima, Francisco das Chagas Gomes da Silva, 23, que também foi ferido, e outras duas pessoas.

Por enquanto, a prisão preventiva não será solicitada pela delegada. Ela inicialmente realiza as investigações para concluir o inquérito. O acusado deve ser chamado para depor na próxima semana.

Redação Jangadeiro Online

Publicidade

Dê sua opinião

Em Chorozinho, árbitro de futebol amador que matou jogador a facadas se apresenta à Polícia e é liberado

Ele deverá ser chamado novamente para interrogatório na Delegacia de Redenção, que investiga o caso

Por Tribuna do Ceará em Polícia

26 de agosto de 2010 às 11:59

Há 9 anos

O juiz de futebol amador Francisco Edio Gregorio Chaves, 36, se apresentou na delegacia de Chorozinho na manhã desta quinta-feira (26), quatro dias após matar o vigilante José Ramos da Silva, 28, a facadas e ferir seu irmão na cidade de Barreira, distante 72 quilômetros de Fortaleza, durante uma partida de futebol.

Edio foi liberado após prestar depoimento e deverá ser chamado novamente para interrogatório na Delegacia de Redenção, que investiga o caso, segundo informou a Delegada Adilia Lelis ao Jangadeiro Online.

“Ele vai ser chamado de novo depois que eu ouvir todas as pessoas necessárias”, completou a delegada. Já foram ouvidos o irmão da vítima, Francisco das Chagas Gomes da Silva, 23, que também foi ferido, e outras duas pessoas.

Por enquanto, a prisão preventiva não será solicitada pela delegada. Ela inicialmente realiza as investigações para concluir o inquérito. O acusado deve ser chamado para depor na próxima semana.

Redação Jangadeiro Online