Operário com documento falso é assassinado a tiros em Horizonte - Noticias


Operário com documento falso é assassinado a tiros em Horizonte

Polícia espera que depoimentos dos familiares expliquem os motivos de a vítima usar documentos falsos

Por Tribuna do Ceará em Polícia

31 de julho de 2011 às 15:22

Há 8 anos

Em Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), o operário Robson Alencart Quirino do Nascimento, 29, foi assassinado com dois tiros na cabeça quando estava na porta da fábrica onde trabalhava, no quilômetro 40 da BR-116. O crime foi cometido no sábado (30) por dois homens que utilizaram uma motocicleta. A vítima portava documento de identidade falso em nome de Leandro Francisco de Oliveira.

Leia mais:
PRF apreende mais uma habilitação falsa na BR-020

A fotografia contida no documento é de Robson Alencart. Nesta segunda-feira (1º), a Polícia vai investigar o fato de a vítima estar usando a identidade falsa. Robson Alencart Quirino do Nascimento era natural de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Quando foi assassinado, Robson Alencart Quirino esperava o momento de poder entrar na fábrica para poder inciar os trabalhos. Os colegas da indústria onde a vítima trabalhava não sabiam que o rapaz utilizava documentos falsos.

Fonte: Comando de Policiamento do Interior (CPI)

Publicidade

Dê sua opinião

Operário com documento falso é assassinado a tiros em Horizonte

Polícia espera que depoimentos dos familiares expliquem os motivos de a vítima usar documentos falsos

Por Tribuna do Ceará em Polícia

31 de julho de 2011 às 15:22

Há 8 anos

Em Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), o operário Robson Alencart Quirino do Nascimento, 29, foi assassinado com dois tiros na cabeça quando estava na porta da fábrica onde trabalhava, no quilômetro 40 da BR-116. O crime foi cometido no sábado (30) por dois homens que utilizaram uma motocicleta. A vítima portava documento de identidade falso em nome de Leandro Francisco de Oliveira.

Leia mais:
PRF apreende mais uma habilitação falsa na BR-020

A fotografia contida no documento é de Robson Alencart. Nesta segunda-feira (1º), a Polícia vai investigar o fato de a vítima estar usando a identidade falsa. Robson Alencart Quirino do Nascimento era natural de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Quando foi assassinado, Robson Alencart Quirino esperava o momento de poder entrar na fábrica para poder inciar os trabalhos. Os colegas da indústria onde a vítima trabalhava não sabiam que o rapaz utilizava documentos falsos.

Fonte: Comando de Policiamento do Interior (CPI)