PCC financiou resgate do IPPOO II - Noticias


PCC financiou resgate do IPPOO II

Polícia descobriu a ligação entre grupos dos dois estados a partir das investigações para recapturar Alexandre de Sousa Ribeiro, o Alex Gardenal e Francisco Fabiano da Silva Aquino, o Fabinho da Pavuna

Por Tribuna do Ceará em Polícia

19 de março de 2011 às 07:54

Há 8 anos

A facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), financiava bandidos do Ceará. A polícia descobriu a ligação entre grupos dos dois estados a partir das investigações para recapturar Alexandre de Sousa Ribeiro, o Alex Gardenal e Francisco Fabiano da Silva Aquino, o Fabinho da Pavuna. Eles pagavam um percentual do lucro dos assaltos e sequestros, em troca de apoio, inclusive com advogados.

A confirmação da “troca de favores” entre bandidos do Ceará e São Paulo foi repassada à imprensa pelo diretor do Departamento de Inteligência Policial (DIP), Francisco Carlos de Araújo Crisóstomo, durante entrevista coletiva. Segundo ele, o PCC recebia 20 por cento do lucro dos criminosos para prestar apoio logístico, e ações como o resgate de de dez presos de dentro do Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira (IPPOO) II, no dia 5 de fevereiro. Entre os fugitivos estava Alex Gardenal.

As investigações descobriram que os fugitivos praticaram atos que desafiam a polícia. Fabinho da Pavuna chegou a prestar juramento à Bandeira em uma Junta Militar do Rio Grande do Norte, e mais, usava nome falso de Roberto Dantas da Silva. Ou seja, uniu parte dos nomes do ex-secretário de Segurança Pública do estado, Roberto monteiro, com o sobrenome de Luiz Carlos Dantas, superintendente da Polícia Civil do Ceará.

Já Alex Gardenal usava nome falso de Rogério Alves de Alencar. Ele namorava uma dançarina de banda de forró, no Maranhão, onde morava juntamente com Fabinho. A dupla já havia se unido a criminosos locais e planejava sequestrar um rico empresário do município de Santa Inês (distante 250 Km de São Luis).

Na noite da última sexta-feira (18) foi recapturado, em São Paulo, outro foragido do IPPOO II, o traficante e homicida Edson Barbosa Andrade Silva, o ´Edson Bocão´. Na operação, a polícia também prendeu o o sequestrados Francisco das Chagas Rodrigues, o Zico.

Publicidade

Dê sua opinião

PCC financiou resgate do IPPOO II

Polícia descobriu a ligação entre grupos dos dois estados a partir das investigações para recapturar Alexandre de Sousa Ribeiro, o Alex Gardenal e Francisco Fabiano da Silva Aquino, o Fabinho da Pavuna

Por Tribuna do Ceará em Polícia

19 de março de 2011 às 07:54

Há 8 anos

A facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), financiava bandidos do Ceará. A polícia descobriu a ligação entre grupos dos dois estados a partir das investigações para recapturar Alexandre de Sousa Ribeiro, o Alex Gardenal e Francisco Fabiano da Silva Aquino, o Fabinho da Pavuna. Eles pagavam um percentual do lucro dos assaltos e sequestros, em troca de apoio, inclusive com advogados.

A confirmação da “troca de favores” entre bandidos do Ceará e São Paulo foi repassada à imprensa pelo diretor do Departamento de Inteligência Policial (DIP), Francisco Carlos de Araújo Crisóstomo, durante entrevista coletiva. Segundo ele, o PCC recebia 20 por cento do lucro dos criminosos para prestar apoio logístico, e ações como o resgate de de dez presos de dentro do Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira (IPPOO) II, no dia 5 de fevereiro. Entre os fugitivos estava Alex Gardenal.

As investigações descobriram que os fugitivos praticaram atos que desafiam a polícia. Fabinho da Pavuna chegou a prestar juramento à Bandeira em uma Junta Militar do Rio Grande do Norte, e mais, usava nome falso de Roberto Dantas da Silva. Ou seja, uniu parte dos nomes do ex-secretário de Segurança Pública do estado, Roberto monteiro, com o sobrenome de Luiz Carlos Dantas, superintendente da Polícia Civil do Ceará.

Já Alex Gardenal usava nome falso de Rogério Alves de Alencar. Ele namorava uma dançarina de banda de forró, no Maranhão, onde morava juntamente com Fabinho. A dupla já havia se unido a criminosos locais e planejava sequestrar um rico empresário do município de Santa Inês (distante 250 Km de São Luis).

Na noite da última sexta-feira (18) foi recapturado, em São Paulo, outro foragido do IPPOO II, o traficante e homicida Edson Barbosa Andrade Silva, o ´Edson Bocão´. Na operação, a polícia também prendeu o o sequestrados Francisco das Chagas Rodrigues, o Zico.