Presa em Redenção quadrilha acusada de ligação com o PCC


Presa em Redenção quadrilha acusada de ligação com o PCC

A ligação com a facção foi confirmada ao serem apreendidas cartas de orientação enviadas pelo alto comando do PCC aos bandidos

Por Darlan Araújo em Polícia

15 de janeiro de 2013 às 09:32

Há 6 anos

Quatro homens foram presos na madrugada desta terça-feira (15), em Redenção, acusados de integrarem o maior grupo criminoso do país, conhecido como PCC (Primeiro Comando da Capital).

O tenente da Polícia MiliPtar, Márcio Deybson, explicou que a ligação com a facção foi confirmada ao serem apreendidas cartas de orientação enviadas pelo alto comando do PCC aos bandidos que atuavam no interior cearense.

“Além das cartas, várias fotos que registravam as ações de recrutamento de novos integrantes do PCC também foram encontradas nas residências do grupo”, acrescenta o tenente. Ele revela que esse grupo atuava há algum tempo na região do Maciço de Baturité, praticando crimes de assalto, homicídio e latrocínio.

“Há algum tempo, sabíamos que eles viviam na localidade de Boa Fé, que fica em um local alto e de difícil acesso. Eles trabalhavam com alguns vigilantes que sempre atrapalhavam a polícia militar durante as operações que eram executadas lá”, esclarece.

Foram presos Antônio Cicero Regis da Silva, de 23 anos, Francisco Ronald Cabral de Oliveira, de 18 anos, José Edilano Lima da Silva, de 19 anos, e Leonardo Bruno Evangelista da Silva, de 20 anos. Todos devem ser encaminhados para a Delegacia Regional de Baturité.

Publicidade

Dê sua opinião

Presa em Redenção quadrilha acusada de ligação com o PCC

A ligação com a facção foi confirmada ao serem apreendidas cartas de orientação enviadas pelo alto comando do PCC aos bandidos

Por Darlan Araújo em Polícia

15 de janeiro de 2013 às 09:32

Há 6 anos

Quatro homens foram presos na madrugada desta terça-feira (15), em Redenção, acusados de integrarem o maior grupo criminoso do país, conhecido como PCC (Primeiro Comando da Capital).

O tenente da Polícia MiliPtar, Márcio Deybson, explicou que a ligação com a facção foi confirmada ao serem apreendidas cartas de orientação enviadas pelo alto comando do PCC aos bandidos que atuavam no interior cearense.

“Além das cartas, várias fotos que registravam as ações de recrutamento de novos integrantes do PCC também foram encontradas nas residências do grupo”, acrescenta o tenente. Ele revela que esse grupo atuava há algum tempo na região do Maciço de Baturité, praticando crimes de assalto, homicídio e latrocínio.

“Há algum tempo, sabíamos que eles viviam na localidade de Boa Fé, que fica em um local alto e de difícil acesso. Eles trabalhavam com alguns vigilantes que sempre atrapalhavam a polícia militar durante as operações que eram executadas lá”, esclarece.

Foram presos Antônio Cicero Regis da Silva, de 23 anos, Francisco Ronald Cabral de Oliveira, de 18 anos, José Edilano Lima da Silva, de 19 anos, e Leonardo Bruno Evangelista da Silva, de 20 anos. Todos devem ser encaminhados para a Delegacia Regional de Baturité.