Audiência pública discute visitas a órgãos que apuram caso dos “banheiros fantasmas” - Noticias


Audiência pública discute visitas a órgãos que apuram caso dos “banheiros fantasmas”

A Assembleia Legislativa realizou, nesta terça-feira (30), uma reunião ordinária para avaliar as visitas feitas aos órgãos que apuram denúncias de desvio de verbas na construção de kits sanitários (banheiros fantasmas). A audiência foi promovida pela Comissão de Fiscalização e Controle da AL

Por Rosana Romão, Felipe Lima e Hayanne Narlla em Política

30 de agosto de 2011 às 12:11

Há 8 anos

Deputados estaduais realizaram, nesta terça-feira (30), uma reunião na Comissão de Fiscalização e Controle da Assembleia para avaliar as visitas feitas aos órgãos que apuram denúncias de desvio de verbas na construção dos “banheiros fantasmas”.

Os parlamentares chegaram a visitar o Tribunal de Contas do Estado (TCE), Ministério Público Estadual (MPE), Secretaria das Cidades e Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE). De acordo com o presidente da Comissão, deputado Sineval Roque (PSB), as visitas foram positivas e deixaram os deputados satisfeitos com os dados apresentados pelos representantes dos quatro órgãos.

Relatório das visitas
Segundo o relator das visitas, deputado Dedé Teixeira (PT), o relatório sobre o trabalho da comissão será redigido assim que o setor de taquigrafia da Assembleia terminar os relatos feitos nas visitas. O petista pediu ainda um prazo de cinco dias úteis para terminar o documento.

Por meio de sugestão do deputado Moésio Loiola (PSDB), uma cópia do documento será entregue aos titulares e suplentes do Colegiado para que, antes de ser apresentado na Comissão, todos tenham conhecimento do conteúdo.

Ofícios
Durante a reunião, também foram definidos envios de nove ofícios aos órgãos de controle. Dois deles serão entregues ao TCE para solicitar a relação de contratos, convênios, acordo de cooperação e termos de cessão de uso, firmado durante os seis primeiros meses de 2011 entre o governo do Estado e associações.

Com a Redação do Jangadeiro Online e informações da AL

Publicidade

Dê sua opinião

Audiência pública discute visitas a órgãos que apuram caso dos “banheiros fantasmas”

A Assembleia Legislativa realizou, nesta terça-feira (30), uma reunião ordinária para avaliar as visitas feitas aos órgãos que apuram denúncias de desvio de verbas na construção de kits sanitários (banheiros fantasmas). A audiência foi promovida pela Comissão de Fiscalização e Controle da AL

Por Rosana Romão, Felipe Lima e Hayanne Narlla em Política

30 de agosto de 2011 às 12:11

Há 8 anos

Deputados estaduais realizaram, nesta terça-feira (30), uma reunião na Comissão de Fiscalização e Controle da Assembleia para avaliar as visitas feitas aos órgãos que apuram denúncias de desvio de verbas na construção dos “banheiros fantasmas”.

Os parlamentares chegaram a visitar o Tribunal de Contas do Estado (TCE), Ministério Público Estadual (MPE), Secretaria das Cidades e Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE). De acordo com o presidente da Comissão, deputado Sineval Roque (PSB), as visitas foram positivas e deixaram os deputados satisfeitos com os dados apresentados pelos representantes dos quatro órgãos.

Relatório das visitas
Segundo o relator das visitas, deputado Dedé Teixeira (PT), o relatório sobre o trabalho da comissão será redigido assim que o setor de taquigrafia da Assembleia terminar os relatos feitos nas visitas. O petista pediu ainda um prazo de cinco dias úteis para terminar o documento.

Por meio de sugestão do deputado Moésio Loiola (PSDB), uma cópia do documento será entregue aos titulares e suplentes do Colegiado para que, antes de ser apresentado na Comissão, todos tenham conhecimento do conteúdo.

Ofícios
Durante a reunião, também foram definidos envios de nove ofícios aos órgãos de controle. Dois deles serão entregues ao TCE para solicitar a relação de contratos, convênios, acordo de cooperação e termos de cessão de uso, firmado durante os seis primeiros meses de 2011 entre o governo do Estado e associações.

Com a Redação do Jangadeiro Online e informações da AL