Deputado pede concurso público para a área de segurança - Noticias


Deputado pede concurso público para a área de segurança

O deputado Capitão Wagner Sousa (PR), durante a sessão plenária desta quarta-feira (5), afirmou que a falta de concursos públicos para a segurança do Estado lhe preocupa. Segundo ele, o Governo realizou vários concursos para outras áreas, mas nenhum para a segurança, acarretando aumento no índice de criminalidade

Por Joao Lobo em Política

5 de outubro de 2011 às 16:32

Há 8 anos

O deputado Capitão Wagner Sousa (PR), durante a sessão plenária desta quarta-feira (5), afirmou que a falta de concursos públicos para a segurança do Estado o preocupa. Segundo ele, o Governo realizou vários concursos para outras áreas, mas nenhum para a segurança, acarretando aumento no índice de criminalidade.

Outro problema, de acordo com o parlamentar, é o desvio de funções. “O servidor é forçado a desempenhar outra função nas delegacias do Estado, como tarefas de escrivão, e a própria Divisão de Homicídios tendo sua segurança feita por seguranças particulares”, reclamou.

Capitão Wagner ressaltou que nos últimos cinco anos não foram realizados concursos para a categoria. Segundo ele, os últimos a serem convocados foram aprovados em um concurso promovido em 2006.

O pior de tudo, segundo o deputado, é o desgaste dos concursandos: “Os cidadãos se preparam para o concurso, investem seu tempo e dinheiro, ansiando por sua realização, e quando é anunciado, acaba sendo adiado”. Para ele, a falha está no planejamento. “Policiais que foram aprovados aguardam nomeação, e ela não acontece ou essas pessoas são desviadas para outras funções. E o porquê disso ninguém sabe”, considerou.

Em seu aparte o deputado Augustinho Moreira (PV) concordou com as palavras do republicano. “A Divisão de Homicídios existe de fato, mas não de lei. Esperamos mais ação do Governo para essa situação, pois o local está estruturado e já lotado de inquéritos que serão anulados, caso a situação não seja regularizada. E só quem se beneficia com isso são os bandidos.”, avaliou.

Com informações do portal da AL

Publicidade

Dê sua opinião

Deputado pede concurso público para a área de segurança

O deputado Capitão Wagner Sousa (PR), durante a sessão plenária desta quarta-feira (5), afirmou que a falta de concursos públicos para a segurança do Estado lhe preocupa. Segundo ele, o Governo realizou vários concursos para outras áreas, mas nenhum para a segurança, acarretando aumento no índice de criminalidade

Por Joao Lobo em Política

5 de outubro de 2011 às 16:32

Há 8 anos

O deputado Capitão Wagner Sousa (PR), durante a sessão plenária desta quarta-feira (5), afirmou que a falta de concursos públicos para a segurança do Estado o preocupa. Segundo ele, o Governo realizou vários concursos para outras áreas, mas nenhum para a segurança, acarretando aumento no índice de criminalidade.

Outro problema, de acordo com o parlamentar, é o desvio de funções. “O servidor é forçado a desempenhar outra função nas delegacias do Estado, como tarefas de escrivão, e a própria Divisão de Homicídios tendo sua segurança feita por seguranças particulares”, reclamou.

Capitão Wagner ressaltou que nos últimos cinco anos não foram realizados concursos para a categoria. Segundo ele, os últimos a serem convocados foram aprovados em um concurso promovido em 2006.

O pior de tudo, segundo o deputado, é o desgaste dos concursandos: “Os cidadãos se preparam para o concurso, investem seu tempo e dinheiro, ansiando por sua realização, e quando é anunciado, acaba sendo adiado”. Para ele, a falha está no planejamento. “Policiais que foram aprovados aguardam nomeação, e ela não acontece ou essas pessoas são desviadas para outras funções. E o porquê disso ninguém sabe”, considerou.

Em seu aparte o deputado Augustinho Moreira (PV) concordou com as palavras do republicano. “A Divisão de Homicídios existe de fato, mas não de lei. Esperamos mais ação do Governo para essa situação, pois o local está estruturado e já lotado de inquéritos que serão anulados, caso a situação não seja regularizada. E só quem se beneficia com isso são os bandidos.”, avaliou.

Com informações do portal da AL