Policiais militares e bombeiros iniciam campanha salarial - Noticias


Policiais militares e bombeiros iniciam campanha salarial

Uma manifestação realizada pelos militares e bombeiros nesta terça-feira (8)na Assembleia Lgislativa foi o pontapé inicial para a campanha salarial e a retomada do processo iniciado em 2010

Por Tribuna do Ceará em Política

8 de novembro de 2011 às 16:12

Há 8 anos

Uma manifestação realizada por policiais militares e bombeiros nesta terça-feira (8), na Assembleia Legislativa, marcou o inicio da campanha salarial (2012/2014) e a retomada do processo iniciado em 2010. Os militares começaram mobilização com uma audiência nas comissões técnicas da AL e depois seguiram em caminhada com faixas de protesto até as galerias do plenário 13 de maio.

De acordo com o Deputado Estadual Capitão Wagner (PR), a campanha salarial de 2010 foi suspensa a pedido do governador Cid Gomes que alegou, na época, não ter condições de dar o reajuste soliciatado por conta da proximidade com o período eleitoral. “O problema é que até hoje, mais de um ano depois da eleição, nenhuma proposta de reajuste foi apresentada aos profissionais de segurança pública pelo governador”, disse o deputado.

Os policiais, impedidos por leis de fazer greve e muitas vezes acionados para conter as mobilizações, contam com apoio de várias entidades organizadas para garantir o movimento. É o caso da Associação das Esposas dos Militares. Segundo a presidente da associação, Nina Carvalho, o intuito do apoio da associação não é prejudicar a sociedade, e sim, chamar atenção do governo para que as demandas sejam atendidas.

Tabela proposta
Os militares procuraram a ajuda de um economista para elaborar uma tabela com propostas de reajustes progressivos até 2014. O documento vai ser encaminhado ao Governo do Estado nesta quarta-feira (9). A categoria espera receber uma resposta do Estado para garantir a retomada do canal de negociações até o próximo dia 26 de novembro, quando vão realizar uma assembleia geral para definir os rumos da mobilização

Exemplos
Pela proposta, um soldado que atualmente ganha certa de R$1.606,01 receberia em 2014 quase 4 mil. Já um coronel, que hoje recebe R$7.600 passaria a receber um pouco mais de 13 mil.

Veja a matéria exibida no Jornal Jangadeiro:

Leia mais:
Policiais e Bombeiros militares divulgam campanha salarial na AL
Cid bate boca com policiais após inauguração de delegacia no Eusébio
Policias civis podem retomar a greve na próxima terça-feira
Policiais civis do interior aderem à greve

Publicidade

Dê sua opinião

Policiais militares e bombeiros iniciam campanha salarial

Uma manifestação realizada pelos militares e bombeiros nesta terça-feira (8)na Assembleia Lgislativa foi o pontapé inicial para a campanha salarial e a retomada do processo iniciado em 2010

Por Tribuna do Ceará em Política

8 de novembro de 2011 às 16:12

Há 8 anos

Uma manifestação realizada por policiais militares e bombeiros nesta terça-feira (8), na Assembleia Legislativa, marcou o inicio da campanha salarial (2012/2014) e a retomada do processo iniciado em 2010. Os militares começaram mobilização com uma audiência nas comissões técnicas da AL e depois seguiram em caminhada com faixas de protesto até as galerias do plenário 13 de maio.

De acordo com o Deputado Estadual Capitão Wagner (PR), a campanha salarial de 2010 foi suspensa a pedido do governador Cid Gomes que alegou, na época, não ter condições de dar o reajuste soliciatado por conta da proximidade com o período eleitoral. “O problema é que até hoje, mais de um ano depois da eleição, nenhuma proposta de reajuste foi apresentada aos profissionais de segurança pública pelo governador”, disse o deputado.

Os policiais, impedidos por leis de fazer greve e muitas vezes acionados para conter as mobilizações, contam com apoio de várias entidades organizadas para garantir o movimento. É o caso da Associação das Esposas dos Militares. Segundo a presidente da associação, Nina Carvalho, o intuito do apoio da associação não é prejudicar a sociedade, e sim, chamar atenção do governo para que as demandas sejam atendidas.

Tabela proposta
Os militares procuraram a ajuda de um economista para elaborar uma tabela com propostas de reajustes progressivos até 2014. O documento vai ser encaminhado ao Governo do Estado nesta quarta-feira (9). A categoria espera receber uma resposta do Estado para garantir a retomada do canal de negociações até o próximo dia 26 de novembro, quando vão realizar uma assembleia geral para definir os rumos da mobilização

Exemplos
Pela proposta, um soldado que atualmente ganha certa de R$1.606,01 receberia em 2014 quase 4 mil. Já um coronel, que hoje recebe R$7.600 passaria a receber um pouco mais de 13 mil.

Veja a matéria exibida no Jornal Jangadeiro:

Leia mais:
Policiais e Bombeiros militares divulgam campanha salarial na AL
Cid bate boca com policiais após inauguração de delegacia no Eusébio
Policias civis podem retomar a greve na próxima terça-feira
Policiais civis do interior aderem à greve