Redenção será a primeira cidade digital do Brasil, garante ministro das Telecomunicações


Redenção será a primeira cidade digital do Brasil, garante ministro das Telecomunicações

Em entrevista à Tribuna Band News FM, André Figueiredo (PDT) também garantiu incentivo para Centro de Pesquisa de Tecnologia 5G da UFC

Por Matheus Ribeiro em Política

8 de janeiro de 2016 às 11:54

Há 3 anos
Ministro das Telecomunicações, André Figueiredo, em entrevista a Rádio Tribuna Band News FM (FOTO: Thamiris Treigher)

Ministro das Telecomunicações, André Figueiredo, em entrevista a Rádio Tribuna Band News FM (FOTO: Thamiris Treigher)

Há cerca de três meses à frente do Ministério da Comunicação, o deputado federal André Figueiredo (PDT) assumiu o cargo com muitas prioridades. Em entrevista à rádio Tribuna Band News FM, na manhã desta sexta-feira (8), o ministro falou sobre novos projetos de desenvolvimento tecnológico do país a partir deste ano.

Entre as metas para 2016 está a implantação de ações tecnológicas no Ceará. Ainda neste mês, deverá ser iniciado no município de Redenção, localizado a cerca de 65km de Fortaleza, um novo projeto de desenvolvimento digital chamado ‘Cidades Digitais’.

Segundo o parlamentar, o projeto consiste em cidades que serão ligadas por anéis de fibra óptica, permitindo conectividade com melhor nível de recepção.

No próximo dia 15 de janeiro, iremos inaugurar o projeto de Cidades Digitais em Redenção. O município será a primeira cidade do Brasil a ter um cabeamento totalmente subterrâneo de fibra óptica. A maioria das cidades ainda utiliza postes para interligar seus cabos e, consequentemente, chegar à população. E Redenção, que foi a primeira cidade a libertar os escravos, será a primeira cidade digital”, ressalta o ministro.

Dentre os principais objetivos pautados pelo ministério para este ano, André Figueiredo destacou que a prioridade será a migração das rádios AM para FM. “Ao migrarmos as emissoras AM para FM, daremos ao ouvinte uma melhor condição de escutar seus programas. Hoje, quem ouve um programa pela AM e pela FM nota uma diferença muito grande na questão do ruído no sinal. Essa operação já deve ocorrer no primeiro trimestre deste ano, mas de forma simultânea até que o ouvinte esteja completamente adaptado”, afirmou o ministro.

Quando questionado sobre o desligamento do sinal analógio e adaptação para o sinal digital de rádio e TV, o ministro ressaltou que a mudança deve iniciar neste ano. “Nós temos que fazer esses desligamentos até 31 de dezembro de 2018. Então, em 2016, devemos realizar esse desligamento. No entanto, vai acontecer de maneira que não prejudique a população”.

Além disso, conforme o ministro, são realizados contatos com a indústria, com o comércio varejista e com a Receita Federal para iniciar uma ampla mobilização.

A intenção é que TV’s de até 32 polegadas possam ter um tratamento tributário diferenciado e um grau de parcelamento que possibilite as pessoas de classe média e baixa a comprar uma TV também de tela fina.

Centro de pesquisa 5G na UFC

Outro ponto bastante ressaltado pelo ministro foi o investimento financeiro no centro de pesquisa de tecnologia 5G da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Sendo um dos principais ambientes de pesquisa em relação ao desenvolvimento do 5G no Brasil, André garantiu o incentivo do Fundo de Fundo de Telecomunicações. “O centro de pesquisa do 5G da UFC é parceiro de um dos três principais centros de desenvolvimento de 5G no mundo. Então, estamos querendo utilizar recursos do Funtel para possibilitar que eles desenvolvam ainda mais isso, e que o Ceará vire um centro de excelência. A ideia é que a tecnologia 5G esteja realmente viável em todo o mundo até o ano de 2020”,espera.

Publicidade

Dê sua opinião

Redenção será a primeira cidade digital do Brasil, garante ministro das Telecomunicações

Em entrevista à Tribuna Band News FM, André Figueiredo (PDT) também garantiu incentivo para Centro de Pesquisa de Tecnologia 5G da UFC

Por Matheus Ribeiro em Política

8 de janeiro de 2016 às 11:54

Há 3 anos
Ministro das Telecomunicações, André Figueiredo, em entrevista a Rádio Tribuna Band News FM (FOTO: Thamiris Treigher)

Ministro das Telecomunicações, André Figueiredo, em entrevista a Rádio Tribuna Band News FM (FOTO: Thamiris Treigher)

Há cerca de três meses à frente do Ministério da Comunicação, o deputado federal André Figueiredo (PDT) assumiu o cargo com muitas prioridades. Em entrevista à rádio Tribuna Band News FM, na manhã desta sexta-feira (8), o ministro falou sobre novos projetos de desenvolvimento tecnológico do país a partir deste ano.

Entre as metas para 2016 está a implantação de ações tecnológicas no Ceará. Ainda neste mês, deverá ser iniciado no município de Redenção, localizado a cerca de 65km de Fortaleza, um novo projeto de desenvolvimento digital chamado ‘Cidades Digitais’.

Segundo o parlamentar, o projeto consiste em cidades que serão ligadas por anéis de fibra óptica, permitindo conectividade com melhor nível de recepção.

No próximo dia 15 de janeiro, iremos inaugurar o projeto de Cidades Digitais em Redenção. O município será a primeira cidade do Brasil a ter um cabeamento totalmente subterrâneo de fibra óptica. A maioria das cidades ainda utiliza postes para interligar seus cabos e, consequentemente, chegar à população. E Redenção, que foi a primeira cidade a libertar os escravos, será a primeira cidade digital”, ressalta o ministro.

Dentre os principais objetivos pautados pelo ministério para este ano, André Figueiredo destacou que a prioridade será a migração das rádios AM para FM. “Ao migrarmos as emissoras AM para FM, daremos ao ouvinte uma melhor condição de escutar seus programas. Hoje, quem ouve um programa pela AM e pela FM nota uma diferença muito grande na questão do ruído no sinal. Essa operação já deve ocorrer no primeiro trimestre deste ano, mas de forma simultânea até que o ouvinte esteja completamente adaptado”, afirmou o ministro.

Quando questionado sobre o desligamento do sinal analógio e adaptação para o sinal digital de rádio e TV, o ministro ressaltou que a mudança deve iniciar neste ano. “Nós temos que fazer esses desligamentos até 31 de dezembro de 2018. Então, em 2016, devemos realizar esse desligamento. No entanto, vai acontecer de maneira que não prejudique a população”.

Além disso, conforme o ministro, são realizados contatos com a indústria, com o comércio varejista e com a Receita Federal para iniciar uma ampla mobilização.

A intenção é que TV’s de até 32 polegadas possam ter um tratamento tributário diferenciado e um grau de parcelamento que possibilite as pessoas de classe média e baixa a comprar uma TV também de tela fina.

Centro de pesquisa 5G na UFC

Outro ponto bastante ressaltado pelo ministro foi o investimento financeiro no centro de pesquisa de tecnologia 5G da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Sendo um dos principais ambientes de pesquisa em relação ao desenvolvimento do 5G no Brasil, André garantiu o incentivo do Fundo de Fundo de Telecomunicações. “O centro de pesquisa do 5G da UFC é parceiro de um dos três principais centros de desenvolvimento de 5G no mundo. Então, estamos querendo utilizar recursos do Funtel para possibilitar que eles desenvolvam ainda mais isso, e que o Ceará vire um centro de excelência. A ideia é que a tecnologia 5G esteja realmente viável em todo o mundo até o ano de 2020”,espera.