Acusado de raptar e matar menina Débora Lohany deve ir a júri popular nesta sexta-feira

CRIME BÁRBARO

Acusado de raptar e matar menina Débora Lohany deve ir a júri popular nesta sexta-feira

Walterir Batista dos Santos teria atacado a criança com uma pedrada na cabeça. O crime aconteceu em 2017, e o corpo foi achado em um lixão, nas proximidades da Via Expressa

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

25 de abril de 2019 às 17:48

Há 3 meses
(FOTO: Arquivo Pessoal)

O crime aconteceu em 2017 (FOTO: Arquivo Pessoal)

Por Márcia Feitosa

O júri do acusado de raptar e matar a pequena Débora Lohany de Oliveira, de 4 anos, em Fortaleza, no dia 27 de março de 2017, deve acontecer na 5ª Vara do Júri da Comarca de Fortaleza, nesta sexta-feira (26), às 9h.

Walderir Batista dos Santos, de 40 anos, teria atacado a criança com uma pedrada na cabeça, supostamente, para se vingar de familiares dela, que haviam se desentendido com ele pela atuação em um ponto de flanelinhas, na Avenida Raul Barbosa, no Bairro Aerolândia.

As buscas pelo corpo de Débora, realizadas pelo Corpo de Bombeiros e por voluntários, duraram 11 dias. No dia 7 abril, a menina foi achada morta em um lixão, nas proximidades da Avenida Almirante Henrique Saboia (Via Expressa). Os exames da Pericia Forense do Ceará (Pefoce) confirmaram o traumatismo na cabeça de Débora, compatível com uma lesão que pode ter sido causada por uma pedra.

Walderir Santos já respondia a outros quatro procedimento na Justiça, incluindo homicídio e lesão corporal. Ele foi preso no dia 13 de abril, na Cidade de Parnaíba, no Piauí, e conduzido para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde foi autuado em flagrante pelo delegado Leonardo D’Almeida Couto Barreto.

Publicidade

Dê sua opinião

CRIME BÁRBARO

Acusado de raptar e matar menina Débora Lohany deve ir a júri popular nesta sexta-feira

Walterir Batista dos Santos teria atacado a criança com uma pedrada na cabeça. O crime aconteceu em 2017, e o corpo foi achado em um lixão, nas proximidades da Via Expressa

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

25 de abril de 2019 às 17:48

Há 3 meses
(FOTO: Arquivo Pessoal)

O crime aconteceu em 2017 (FOTO: Arquivo Pessoal)

Por Márcia Feitosa

O júri do acusado de raptar e matar a pequena Débora Lohany de Oliveira, de 4 anos, em Fortaleza, no dia 27 de março de 2017, deve acontecer na 5ª Vara do Júri da Comarca de Fortaleza, nesta sexta-feira (26), às 9h.

Walderir Batista dos Santos, de 40 anos, teria atacado a criança com uma pedrada na cabeça, supostamente, para se vingar de familiares dela, que haviam se desentendido com ele pela atuação em um ponto de flanelinhas, na Avenida Raul Barbosa, no Bairro Aerolândia.

As buscas pelo corpo de Débora, realizadas pelo Corpo de Bombeiros e por voluntários, duraram 11 dias. No dia 7 abril, a menina foi achada morta em um lixão, nas proximidades da Avenida Almirante Henrique Saboia (Via Expressa). Os exames da Pericia Forense do Ceará (Pefoce) confirmaram o traumatismo na cabeça de Débora, compatível com uma lesão que pode ter sido causada por uma pedra.

Walderir Santos já respondia a outros quatro procedimento na Justiça, incluindo homicídio e lesão corporal. Ele foi preso no dia 13 de abril, na Cidade de Parnaíba, no Piauí, e conduzido para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde foi autuado em flagrante pelo delegado Leonardo D’Almeida Couto Barreto.